Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312278
Type: TESE
Title: Estudo do desenvolvimento do arco longitudinal medial do pe em crianças, pela medida da area da impressão plantar
Title Alternative: Study of the longitudinal medial arch development of the chldren's foot based on footprint area
Author: Dias, Juliana Lacerda
Advisor: Belangero, William Dias, 1952-
Abstract: Resumo: Durante o período de um ano foi coletado, em três momentos (dia zero, após seis e12 meses), o podograma do pé direito e esquerdo de 131 crianças saudáveis, com idades de um a sete anos oriundas de duas creches da Cidade Universitária de Barão Geraldo, Campinas, São Paulo. De cada um dos 786 podogramas foi calculado o índice de Chippaux-Smirak, classificado de acordo com o critério de Volpon modificado e calculado a área da impressão plantar. Para o cálculo da área os podogramas foram digitalizados com resolução de 75dpi em tons de cinza e as imagens salvas em formato bmp. O cálculo da área foi feito em três fases: segmentação; delimitação do contorno da imagem; dimensionamento da imagem em pixels. O calculo final da área foi obtido pela multiplicação do número de pixels pela área de um pixel (0,001156 cm2). Foram definidas duas medidas de área, uma denominada de Total e outra de Restrita. O objetivo foi verificar se a medida digital dessas áreas tinha a mesma capacidade de diagnóstico e discernimento que o índice de Chippaux-Smirak para o estudo do desenvolvimento do arco longitudinal medial do pé em crianças. A análise da medida do índice Chippaux-Smirak e da classificação de Volpon em cada faixa etária ao longo de um ano e de todos os podogramas em função da idade permitiu concluir que a formação do arco plantar longitudinal inicia-se aos três anos, torna-se mais evidente aos cinco, mas não se completa até os sete. Embora a medida da área Total e Restrita tenha aumentado proporcionalmente com a idade e com o comprimento do pé, foi observado melhor associação da área Restrita com o índice de Chippaux-Smirak (R= 0,39 R2 =0,15). No entanto, não foi possível obter-se valores discriminatórios para classificação do tipo do pé de crianças entre um a sete anos de idade por esta medida

Abstract: During an one-year period, in three times (day zero, after six and 12 months), the right and left footprints of 131 healthy children were collected. Each children was aged from one to seven years old, being from a nursery of Cidade Universitária in Barão Geraldo, Campinas, São Paulo. From each of the 786 footprints the Chippaux-Smirak index was obtained, then categorized according to the modified Volpon method and finally calculated its area. For this calculation the footprint were scanned using a 75 dpi resolution in shades of gray, and the resulting images were saved in BMP format, where each pixel is a simple point of a graphic image (0.001156 cm2). The area calculation was done in three phases: segmentation; cleaning and limitation of the image contour; measuring of the image in pixels. The extent of the area was obtained by multiplying the number of pixels of the footprint by the pixel area (0.001156 cm2). Two area measures were taken, one called total for which the entire footprint was measured and the other called restrict. The objective was to verify whether the digital measure of some of these areas had the same diagnosis capacity and distinction in relation to the Chippaux-Smirak index for the study of the children medial longitudinal arch development. The analysis of the Chippaux-Smirak index and the Volpon classification in each age group over one year and of all footprints grouped by age made possible to conclude that the formation of the longitudinal plantar arch starts at three years, becomes more evident about five, but does complete until seven years. Although the measure of the total and restricted area has increased proportionally with age and foot length, it has been observed best fit between the restricted area with the Chippaux-Smirak index (R = 0.39, R2 = 0.15). However it was not possible to obtain discriminatory values by this measure for the classification of foot types for children between one and seven years old
Subject: Pes
Crianças
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dias_JulianaLacerda_M.pdf3.94 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.