Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312211
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Vigilancia neuromotora de lactentes acometidos por indicadores de risco para asfixia perinatal no primeiro trimestre de vida
Author: Souza, Regina Celia Turolla de
Advisor: Gonçalves, Vanda Maria Gimenes, 1949-
Abstract: Resumo: O presente trabalho teve como propósito, utilizar uma avaliação neuromotora específica, que pudesse auxiliar na detecção de alterações neuromotoras permanentes ou transitórias, no primeiro trimestre de vida do lactente. Foram selecionados, no período de novembro de 1994 a novembro de 1996, 44 recém-nascidos a termo, que apresentaram um ou mais critérios para o diagnóstico de asfixia perinatal, no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Foram considerados como indicadores para o diagnóstico de asfixia perinatal: a) diminuição na freqüência cardíaca fetal b) índice de Apgar menor ou igual a seis no 5o minuto, c) assistência ventilatória com máscara ou tubo endotraqueal de pressão positiva. Cada lactente foi avaliado mensalmente no primeiro trimestre de vida, através de uma variação da técnica de avaliação neuromotora de AMJJEL-TISON & GRENIER (1981), modificada pelo uso do goniómetro. Na análise dos resultados foram utilizados a prova Q de Cochran para k amostras relacionadas, com o objetivo de comparar as proporções das variáveis de interesse nos três primeiros meses e o teste não paramétrico de Wilcoxon para amostras pareadas, objetivando analisar as assimetrias angulares. Foram utilizados ainda os testes de Fisher e %2. Verificou-se que não houve associação significativa dos indicadores de risco para asfixia perinatal e o exame neuromotor final. Foram significativas as manobras do ângulo adutor do quadril, calcanhar-orelha direito e esquerdo e ângulo poplíteo direito e esquerdo sugerindo hipotonia muscular do tono passivo de membros inferiores. Essas diferenças foram expressivas, comparando-se os resultados obtidos entre o primeiro e terceiro meses. Em relação às assimetrias, verificou-se que houveram evidencias nas provas dos ângulos calcanhar-orelha e poplíteo nos 2° e 3° meses, e manobra de cachecol em todo o primeiro trimestre.

Abstract: The purpose of this research was to utilize a specific neuromotor evaluation in order to help the detection of persistent or transitory neuromotor sequels in the first three months of life. There were 44 full-term neonates from the Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM), from november, 1994 until november, 1996, who presented one or more than one indicators of perinatal asphyxia. The indicators for perinatal asphyxia were: o Decrease of the fetal cardiac beating; o Apgar score below or equal to 6 at 5th minute; o Use of oxygen with positive pressure mask or endotraqueal tube at birth. Each infant was evaluated monthly, in the first three months of life, with the neuromotor assessment from AMIEL-TISON & GRENEER (1981), modified by the used of a goniometer. The statistical analysis of results was done by the COCHRAN Q test to K related samples, in order to compare the variables of the proportions in the first 3 months; and the WTLCOXON nonparametric test to matched samples, to study the angular assymetries. There were no significant related to indicators for perinatal asphyxia. In relation to the assymetries, there were evidences in the test of heel to ear angles and popliteal angle in the second and third months; and maneuvers scarf-sign in the first, second and third months of life.
Subject: Paralisia cerebral
Capacidade motora
Fisioterapia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1998
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_ReginaCeliaTurollade_M.pdf2.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.