Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312073
Type: TESE
Title: Manifestações bucais em crianças com doença falciforme
Title Alternative: Oral manifestations in children with sickle cell disease
Author: Biancalana, Helenice
Advisor: Brandalise, Silvia Regina, 1943-
Abstract: Resumo: INTRODUÇÃO: Doença Falciforme é uma anemia hemolítica genético-hereditária, causada por uma mutação do gene da hemoglobina, que altera sua estabilidade e característica físico-química, resultando numa hemácia que, sob determinadas condições, tem seu formato alterado para forma de foice. A identificação da doença falciforme no período neonatal possibilita medidas preventivas efetivas para redução de sua morbidade e mortalidade. Programas incluindo ações educativas e preventivas multidisciplinares para o atendimento de crianças com doença falciforme visam melhorar a qualidade de vida dessa população infantil, onde a odontologia, com suas especialidades, tem papel relevante no que se refere à prevenção e à manutenção da saúde. O objetivo desta pesquisa foi identificar as manifestações bucais em crianças portadoras de doença falciforme. MÉTODOS: A população estudada foi composta por 150 crianças entre 1 e 59 meses de idade, sendo 30 com doença falciforme (DF) em acompanhamento no Centro Infantil de Investigações Hematológicas Dr. Domingos A. Boldrini e o grupo Controle formado por 120 crianças saudáveis, da mesma faixa etária em acompanhamento na clínica de prevenção em odontopediatria da Unicastelo. As 150 crianças foram submetidas ao exame clínico intra-oral. A análise estatística foi realizada utilizando-se o software SAS versão 8.2. Os dados foram avaliados descritivamente através do cálculo de freqüências absolutas (n), relativas (%) e de média, desvio-padrão e mediana para as variáveis contínuas, e a utilização do teste de Qui-Quadrado. O estudo das associações e diferenças entre as variáveis estudadas e o grupo Controle foi realizado através dos testes exato de Fisher, Qui-Quadrado de Yates e de Mann-Whitney e, calculado o risco relativo para expressar a magnitude entre os grupos, doente e sadio, na cronologia da erupção dentária. O nível de significância foi de 5%. RESULTADOS: Não houve diferenças significativas nas associações entre os grupos DF e Controle em relação às alterações da mucosa bucal (p = 0,99), à relação terminal dos segundos molares (p = 0,65), com prevalência do degrau mesial para mandíbula, 16,7% no grupo DF e 36,7% no grupo Controle. Quanto à hipoplasia de esmalte dentário, estatisticamente, os valores não foram significativos (p = 0,81), assim como à presença de cárie (p = 0,12). A associação entre os grupos DF e Controle em relação à cronologia de erupção dentária demonstrou valor estatisticamente significativo (p < 0,001). Quanto à associação das intercorrências clínicas no grupo DF com as manifestações bucais, houve resultado estatisticamente significativo entre diarréia aguda e cronologia de erupção dentária (p = 0,015). CONCLUSÕES: As crianças do grupo DF em relação ao grupo Controle não apresentaram manifestações bucais quanto à alteração da mucosa, hipoplasia de esmalte dentário e lesão de cárie. Mas, em relação à cronologia, foi possível afirmar que houve um pequeno atraso de erupção dentária no grupo DF, havendo associação entre a intercorrência clínica da doença falciforme, diarréia aguda, com a cronologia de erupção dentária

Abstract: INTRODUCTION: Sickle cell disease is a genetically inherited hemolytic anemia produced by a mutation in the gene for the hemoglobin, which modifies its stability and physical-chemical features, resulting in a red cell that presents, under certain conditions, its format altered to a sickle shape. The identification of the sickle cell disease at the neonatal period allows for effective preventive measures for the reduction of its morbidity and mortality. Programs including multidisciplinary educational and preventive actions for the attendance of children with sickle cell disease aim at improving life quality of this young population, where dentistry and its specialties play a relevant role in terms of health prevention and maintenance. The purpose of this work was to identify the oral manifestations in children with sickle cell disease. METHODS: The population studied was comprised of 150 children between 1 and 59 months, 30 of them with sickle cell disease (SCD) and being followed at the Hematological Investigation Children¿s Center Dr. Domingos A. Boldrini and the control group comprised of 120 healthy children, of the same age, being followed at the pediatric dentistry prevention clinic of Unicastelo. The 150 children were submitted to an intra-oral clinical examination. The statistical analysis was carried out using the software SAS version 8.2. The data were evaluated descriptively using absolute (n), relative (%) and average frequency calculation, standard deviation and median for the continuous variables, and the Qui-Square test. The study of the associations and differences between the variables studied and the control group was carried out using the Qui-Square Yates test, the Fisher exact test and the Mann-Whitney test, and the relative risk to express the magnitude between the groups, sick and healthy, in the tooth eruption chronology was calculated. The significance level was 5%. RESULTS: There were no significant differences in the associations between the SCD and the control groups as regards the oral mucosa alterations (p = 0.99), the terminal relation of the second molars (p = 0.65), with prevalence of the tip forward for mandible, 16.7% in the sickle cell disease group and 36.7% in the control group. There were no significant values as regards hypoplasia of the dental enamel (p = 0.32), as well as to the presence of caries (p = 0.12). The association between the SCD group and the control group concerning the tooth eruption chronology presented a statistically significant value (p < 0.001). As regards the association of clinical intercurrences and oral manifestations in the children with SCD group, there was a statistically significant result between acute diarrhea and the tooth eruption chronology (p = 0.015).CONCLUSIONS: The children of the SCD group as compared to the control group didn¿t present oral manifestations regarding mucosa alteration, hypoplasia of the dental enamel and carious lesion. However, as for the chronology, we can asseverate that there was a little delay of the tooth eruption in the SCD group, with an association between clinical intercurrences of the sickle cell disease, acute diarrhea and the tooth eruption chronology
Subject: Manifestações orais de doenças
Pediatria
Anemia falciforme
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Biancalana_Helenice_M.pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.