Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312069
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Atenção em saúde para trabalhadores informais no SUS Campinas
Title Alternative: Health care to informal workers delivered by The SUS in Campinas
Author: Balista, Salma Regina Rodrigues, 1963-
Advisor: Santiago, Silvia Maria, 1958-
Corrêa Filho, Heleno Rodrigues, 1950-
Abstract: Resumo: Essa pesquisa objetiva analisar a atenção em saúde ao trabalhador do mercado informal pelo SUS, no município de Campinas, SP. No mercado informal podem estar presentes riscos e incidências ainda maiores do que no mercado formal; soma-se a isso a falta de proteção previdenciária, o que os caracteriza como um grupo vulnerável, ao qual devem ser dirigidas ações de saúde. O SUS desempenha papel estratégico de inclusão, na medida em que se constitui em política pública com capilaridade capaz de oferecer a integralidade e a universalização da atenção à saúde dos trabalhadores, com ações individuais e coletivas, e estimular e promover o controle social por parte dos trabalhadores. Os objetivos do estudo são identificar quais as categorias de trabalhadores informais que mais demandam atenção em saúde no SUS Campinas, quais os serviços de saúde mais procurados, que ações de caráter individual e coletivo foram dirigidas aos trabalhadores, quais dificuldades os serviços têm em reconhecer o usuário como trabalhador do mercado informal, em notificar os agravos à saúde desses trabalhadores e em desenvolver ações para a atenção integral desse grupo. Pela complexidade da questão, a abordagem metodológica escolhida foi a triangulação de métodos. Os sujeitos da pesquisa são gestores e trabalhadores de saúde, dirigentes sindicais e trabalhadores informais. Para a coleta de dados, utilizamos inquérito em serviços de saúde com utilização de formulário e entrevistas semiestruturadas. Os resultados apontaram a atenção fragmentada; a inexistência de ações de vigilância em saúde voltadas para esse grupo; a forma solitária de construção do itinerário terapêutico pelo trabalhador, passando por vários tipos de serviços de saúde e tendo o serviço de urgência e emergência como importante porta de entrada do sistema; a importância do tempo para seu cuidado; a autonomia dos trabalhadores informais relacionada à sua recuperação para o trabalho; a existência de maior vínculo com profissionais de serviços de referência em reabilitação e saúde do trabalhador; o comprometimento do cuidado integral pela insuficiência da rede de atenção; solidariedade dos profissionais de saúde ao sofrimento

Abstract: This research analyzes the health care worker by SUS, in the informal market, in Campinas/SP. The informal market presents risks and implications even greater than in the formal market, besides that, there is lack of social security protection, which characterizes them as a vulnerable group, to which should be directed health actions. SUS plays the strategic role of inclusion, as it constitutes public policy with capillarity able to offer an integral and universal health care to the workers, with individual and collective actions, and to stimulate and promote social control by workers. The research objectives are to identify which categories of informal workers require more health care in SUS Campinas, which are the most searched health services, which individual and collective actions are done for workers, which difficulties the services have in recognizing the user as workers in the informal market, notifying the health problems of these workers and developing integral care for these workers. Due to the complexity of the issue, the methodological approach chosen was triangulation of methods. The subjects in this research were managers and health workers, union leaders and informal workers. To collect data, we used survey on health services with forms and semi-structured interviews. The results pointed to fragmented care; the lack of health surveillance actions aimed to this group; the lonely way the workers constructs their therapeutic itinerary , going through several types of health services and having the urgency and emergency department as important gateway system; the importance of time to their care; the autonomy of informal workers related to their recovery to work; the greater bond with professional reference services in rehabilitation and occupational health; the commitment of integral care by insufficient care network the solidarity of health professionals to suffering
Subject: Saúde do trabalhador
Atenção a saúde
Vigilância em saúde do trabalhador
Trabalhadores
Setor informal (Economia)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BALISTA, Salma Regina Rodrigues. Atenção em saúde para trabalhadores informais no SUS Campinas. 2013. 234 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/312069>. Acesso em: 22 ago. 2018.
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Balista_SalmaReginaRodrigues_D.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.