Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312031
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O ensino da gestão no curso de graduação de medicina da FCM/UNICAMP : possíveis encontros entre universidade e serviços de saúde
Title Alternative: Management education in undergraduate medical FCM/UNICAMP : possible meetings between the university and healty services
Author: Azevedo, Bruno Mariani de Souza, 1983
Advisor: Carvalho, Sérgio Resende, 1958-
Abstract: Resumo: Fazendo uma passagem breve pela história da saúde pública brasileira desde o século XX e fazendo um paralelo com os movimentos em torno dos currículos das escolas médicas, reflete-se um pouco sobre os diversos agenciamentos que afetam a construção dos currículos de Medicina e suas relações com o Sistema Único de Saúde. Marcadamente, nos últimos dez anos, as mudanças nos currículos (formal e paralelo) são incentivadas por diretrizes, projetos e políticas governamentais diversos. Em 2001, enquanto Campinas faz uma série de transformações na forma de fazer gestão e atenção à saúde, inicia um novo currículo do curso de Medicina da Unicamp. Tal mudança curricular assume a Atenção Básica como importante cenário de ensino-aprendizagem, levando alunos a quase todas as regiões da cidade. Neste cenário, o que se passa nesse encontro da universidade com o serviço, entre alunos, docentes, gestores, trabalhadores e usuários, do projeto institucional dos serviços com o projeto educativo? É um encontro que provoca incômodo, conflito e dissenso, que traz novos sentidos para as práticas dos serviços e das universidades. Aponta para importância que tal relação traz para a formação dos trabalhadores, para a reflexão e qualificação da gestão, para a mudança da prática médica. Refletindo o que se entende por gestão em saúde e por integração ensino-serviço e tomando o apoio de conceitos trazidos pela filosofia da diferença, esta investigação utiliza-se de métodos como diários de campo, grupos focais e oficinas com gestores, trabalhadores, docentes e alunos envolvidos com o estágio de Planejamento e Gestão/Saúde Coletiva do 5º ano de Medicina da Unicamp para construir uma interpolação de olhares sobre tal acontecimento, mapeando as linhas de forças e poderes instituídos que atravessam essa relação. No processo, a pesquisa constrói a história de criação e desenvolvimento deste estágio, identifica as tensões constitutivas deste campo de trabalho, ensino e aprendizagem, dialogando com as potências e dificuldades de cada segmento. Por fim, traçam-se algumas considerações que tal estudo pode trazer tanto para o currículo, quanto para os serviços de saúde e a relação entre eles, a qual, essencialmente deve ser dialógica e radicalmente cogerida

Abstract: A reflection on the different agencies how they affect Med schools' curricula and how they relate to the Unified Health System (SUS) is made through a brief analysis of Brazilian's public health history since the XX century and a parallel analysis of said curricula. It has become patent that, in the past ten years, changes in the curricula (formal and parallel ones) have been driven by different directives, projects and governmental politics. In 2001, as Campinas goes through a series of changes in how public health is seen and managed, a new curriculum is enforced in Unicamp's Medicine program. Such change assumes Basic Attention as important in the teaching-learning context, taking students to almost all parts of town. That being said, what happens in this encounter between the University and public service, between students, professors, administrators, workers and users, between the institution's service project and the educational project? This encounter brings about conflict, unease and different opinions, which in turn redefines practices in the public service and in universities. It points to how important this relationship between agencies, curricula and the SUS is to the formation of workers, to the reflection and qualifity of the administration, to the changes in the medical practice. Reflecting on what health management and integration of teaching and service mean, supported by concepts from the philosophy of difference, this research uses methods such as field journals, focal groups and workshops with managers, workers, professors and students involved in the Planning and Management / Collective Health internship in the 5th year of Unicamp's Medicine program to create a connection between viewpoints on this situation by tracing social forces and instituted powers crossing this relation. In the process, this research builds the history of the creation and development of such stage, identifies tensions that form this field of work, teaching and learning, in relation to each segment's strong points and short comings. Finally, this study points to things that might be considered not only in the curriculum, but also in health services and in their relations, which must be, in essence, a dialogue and which should be radically co-managed
Subject: Educação médica
Gestão em saúde
Saúde pública
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: AZEVEDO, Bruno Mariani de Souza. O ensino da gestão no curso de graduação de medicina da FCM/UNICAMP: possíveis encontros entre universidade e serviços de saúde. 2012. 159 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/312031>. Acesso em: 20 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Azevedo_BrunoMarianideSouza_M.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.