Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311993
Type: TESE
Title: A influencia da altura da tela do computador na ocorrencia da dor cervical
Title Alternative: The influency of screen height of computer in ocurrence of neck pain
Author: Roza, Fernanda Albieri Marchi Lopes
Advisor: Kitamura, Satoshi, 1945-
Abstract: Resumo: A literatura nacional e principalmente internacional consultada, apresenta muitos desacordos sobre a altura mais apropriada da tela do computador, em relação à altura dos olhos do operador, visando propiciar ao usuário, melhores condições de trabalho. Alguns autores, associações e organizações vinculadas à ergonomia sugerem que o topo da tela do computador deva estar na linha dos olhos do indivíduo ou levemente para baixo. Através do presente estudo pretende-se propor um novo posicionamento da tela do computador, visando um melhor posicionamento para a coluna cervical, de modo que sua curvatura fique a mais fisiológica possível; e analisar sua influência na sintomatologia da região cervical. O método utilizado constou de três etapas: (1) aplicação de um questionário sobre sintomas, utilizando uma escala analógica visual (1 a 10), na qual o indivíduo assinalou o seu nível de dor; em três regiões do corpo que mais o incomodava ao utilizar o computador; (2) a medição para determinar a altura dos seus olhos em relação à parte central da tela e (3) aplicação do mesmo questionário, após um período de 90 dias de observação, para que se pudesse avaliar a eficácia da intervenção em relação à dor, quanto à sua localização e à sua intensidade. O estudo foi realizado nos setores administrativos de duas empresas. O ¿grupo intervenção¿ (empresa A) com um total de 24 sujeitos (15 mulheres e 9 homens), e média de idade de 30.2(DP=9.4); recebeu a orientação e a intervenção ergonômica (alteração da altura da tela do computador). O ¿grupo controle¿ (empresa B), com um total de 20 sujeitos (7 mulheres e 13 homens), e média de idade de 31.6(DP=7.1); recebeu a orientação ergonômica do posto de trabalho, sem alterar a altura da tela. A intervenção permaneceu em vigor durante um período aproximado de três meses em que o indivíduo desenvolveu o seu trabalho habitual normal. No final do período, os dados do questionário e da escala analógica visual antes e depois da intervenção foram registrados através do programa computacional SAS (Statistical Analysis System). Os resultados mostram que houve queda significativa na média da medida da dor das dez áreas analisadas (cervical, ombros, dorsal, cotovelos, antebraço, lombar, punhos/mãos/dedos, quadris e coxas, joelhos e tornozelos/pés), sendo semelhantes estatisticamente nas duas empresas. A região cervical apresentou valores médios maiores (sem significância estatística) do declínio da medida da dor na empresa A; mas com diferença estatisticamente significante entre homens e mulheres (p<0.05).Por outro lado,observou-se que não há associações do nível de dor com as faixas etárias e o uso do computador por dia. Os resultados corroboram para demonstrar os benefícios da intervenção ergonômica em postos de trabalhos informatizados, principalmente na minimização dos desconfortos músculo esqueléticos e num ambiente mais confortável e adequado para o trabalho

Abstract: Considering both national and international researched literature, one can notice several disagreements about the most appropriate height of the computer screen in relation to operator eyes' level, being here the target to provide better working conditions to the user. Some authors, associations and organizations suggest that the top of the computer screen should be at the line of the person¿s eyes, or slightly down.This study proposes a new position of the computer screen so that the curvature of the cervical spines is the most physiological as possible. F Furthermore, it, intends to analyze the influence of the symptoms of the cervical region. The method applied consisted of tree phases:(1) a survey on the symptoms, using a vision analogical scale (1 to10) in which the person mentioned his pain level in three regions of his body where computer disturbed him the most while using it;(2) the measurement to determine the level of the eyes related to the central spot of the screen;(3) the application of the same survey, after 90 days of observation, so to evaluate the effectiveness of the intervention in relation to the pain, as well as its location and intensity. The study was done in the administrative sectors of two enterprises. The ¿intervention group¿(Company A) with a total of 24 persons (15 women and 9 men) whose age average of 30.2(SD=9.4)received the guidance and ergonomic intervention by changing the level of the computer screen. The ¿control group¿(Company B) with a total of 20 persons(13 women and 7 men )whose age average of 31.6(SD=9.4)received the guidance of ergonomics for their workstation, without changing the level of the screen. The intervention remained under effect for approximately three months during which the persons did their usual and normal work. At the end of the period both the survey data and the usual analogical scale were recorded by a computer software called SAS (Statistical Analysis System), before and after the intervention. The results showed that there was significant reduction in the average measurement of the pain of the ten analyzed areas ( cervical, shoulder, dorsal,elbow,forearm,back,wrists,hands, fingers, hips and thighs, knees and ankles, feet)being statistically similar for both companies. The cervical region results showed higher average values (no statistical significance) of reduction in the extent of pain in Company A , but with statistically significant differences between men and women(p>0.05).On the other hand, it was observed that there is no association between the pain level and the different ages of the users and the daily use of computer. The results confirm the benefits of ergonomic intervention at computer work, mainly to minimize the muscle and skeletal discomforts in a more comfortable and appropriate environment for the job
Subject: Ergonomia
Computadores
Postura
Terminais de computador
Doenças profissionais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Roza_FernandaAlbieriMarchiLopes_M.pdf2.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.