Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311983
Type: TESE
Title: Avaliação antropométrica, da composição corporal, gasto energético em repouso e do perfil inflamatório em mulheres em uso de acetato de medroxiprogesterona de depósito
Title Alternative: Anthropometric, body composition, resting energy expenditure and inflammatory status in women using depot medroxyprogesterone acetate
Author: Batista, Gisele Almeida, 1989-
Advisor: Alegre, Sarah Monte, 1957-
Abstract: Resumo: Introdução: O acetato de medroxiprogesterona de depósito (AMPD, Depoprovera®) é um método contraceptivo de alta eficácia e segurança; seu uso tem se difundido amplamente e vem sendo utilizado por milhões de mulheres. Existem poucos estudos na literatura sobre o gasto energético em repouso nas usuárias de Depoprovera®, e é possível que existam variações especialmente naquelas que ganham peso em uso do método. Objetivo: Avaliar as alterações no peso, composição corporal e gasto energético em repouso de mulheres em uso de acetato de medroxiprogesterona de depósito e DIU TCu 380 no período de 12 meses. Métodos: Estudo prospectivo com 20 usuárias de Depoprovera® e 17 usuárias de DIU TCu380, como controle, no período de um ano. Mulheres atendidas no ambulatório de Planejamento Familiar do CAISM/UNICAMP em idade fértil, que optaram como método contraceptivo o injetável Depoprovera®, sem uso prévio deste método, e que apresentavam Índice de Massa Corporal (IMC) < 30 kg/m², além de mulheres que utilizavam o método contraceptivo não hormonal DIU TCu 380A foram convidadas a participar do estudo. Resultados: Os grupos foram pareados no período basal, tornando-se um grupo homogêneo em relação a peso, idade e IMC. Após 12 meses de avaliação, pode-se observar aumento de peso, IMC e superfície corporal de forma significativa no grupo Depo. Em relação ao gasto energético em repouso e quociente respiratório, houve aumento significativo da taxa metabólica basal nos dois grupos. O quociente respiratório reduziu de forma significante nos dois grupos. Quando o grupo Depo foi subdividido por ganho de peso, o subgrupo que ganhou < 3 kg após 12 meses teve aumento significativo de peso, IMC, superfície corporal e quociente respiratório, já o subgrupo que ganhou > 3 kg aumentou significativamente peso, IMC, superfície corporal, peso de massa magra, peso de massa gorda, taxa metabólica basal, Leptina, HOMA-IR e circunferência da cintura e reduziu quociente respiratório após os 12 meses de acompanhamento. Conclusão: Nosso estudo encontrou alterações relevantes no peso, composição corporal e perfil metabólico da população estudada nos primeiros 12 meses de uso do contraceptivo. Essas alterações principalmente o aumento de peso corporal, aumento dos níveis de leptina e HOMA-IR, podem contribuir para o desenvolvimento de algumas complicações crônicas, entre elas a obesidade, resistência à insulina e diabetes mellitus

Abstract: Introduction: Depot Medroxyprogesterone Acetate (DMPA, Depoprovera®) is an high contraceptive efficacy and safety; its use has spread broadly and has been used by millions of women. There are few studies on the resting energy expenditure in Depoprovera® users, and it is possible that there are variations especially those who gain weight using the method. Objective: To evaluate the changes in weight, body composition and resting energy expenditure in women using depot medroxyprogesterone acetate and IUD TCu 380 in 12 months. Methods: This was a prospective study with 20 Depoprovera® users and 17 IUD users TCu380 as a control within one year. Women attending the outpatient clinic of CAISM / UNICAMP of childbearing age who chose the injectable contraceptive Depoprovera ® without previous use of this method, Body Mass Index (BMI) < 30kg / m², and women using non-hormonal contraception IUD TCu 380, were invited to participate in the study. Results: The groups were paired at baseline, becoming a homogeneous group in relation to age (± 1 year), and BMI (+1 kg/m²). After 12 months of evaluation, we could observe a significant increase in the DMPA group in weight, BMI and body surface. Relative to resting energy expenditure and respiratory quotient, there was an increase of baseline metabolic rate in both groups after one year. The respiratory quotient was significantly reduced after 12 months in groups DMPA and IUD. The sub-group DMPA that gained < 3kg had increased significant weight, BMI and body surface with respiratory quotient reduction, while the sub-group that gained > 3kg had a significant increase in weight, BMI, body surface, free fat mass, fat mass, baseline metabolic rate, Leptin, HOMA-IR and waist circumference, with respiratory quotient significantly reduced. Conclusion: Our study found significant changes in weight, body composition and metabolic profile of the population studied in the first 12 months of contraceptive use. These changes mainly increased body weight, leptin levels and HOMA-IR which can contribute to the development of some chronic complications, including obesity, insulin resistance and diabetes mellitus
Subject: Composição corporal
Acetato de medroxiprogesterona
Obesidade
Leptina
Gasto energético em repouso
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Batista_GiseleAlmeida_M.pdf1.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.