Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311952
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.identifier(Broch.)pt_BR
dc.descriptionOrientadores: Sandra Regina Muchinechi Fernandes, Sandra Cecilia Botelho Costapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicaspt_BR
dc.format.extent93f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titlePesquisa da presença do DNA do parvovirus B19 em tecidos de pacientes com poliarterite nodosa e poliangiite microscopica pela reação em cadeia da polimerasept_BR
dc.contributor.authorSachetto, Zoraida, 1973-pt_BR
dc.contributor.advisorFernandes, Sandra Regina Muchinechi, 1954-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Clínica Médicapt_BR
dc.subjectParvoviruspt_BR
dc.subjectVasculitept_BR
dc.subjectReação em cadeia da polimerasept_BR
dc.description.abstractResumo: Poliarterite nodosa (PAN) é uma vasculite sistêmica necrosante de pequenas e médias artérias e a poliangiíte microscópica de pequenos vasos (arteríolas, vênulas e capilares) caracterizada por glomerulonefrite necrosante pauci-imune rapidamente progressiva e envolvimento pulmonar que estão ausente na PAN. Uma possível relação etiológica entre as vasculites sistêmicas e infecção viral tem sido considerada. O vírus da hepatite B está comprovadamente associado à etiopatogênese em alguns casos de PANe outros agentes virais são também apontados como prováveis desencadeadores de PAN, tais como os vírus HIV, HTLV1, citomegalovírus e parvovirus B19 (B19). Na PAN existem relatos de casos comprovando a presença concomitante de atividade da doença e testes sorológicos IgM positivos para o B19 e pela presença do DNA do B19 no soro, medula óssea e músculo em um paciente, pesquisado por reação em cadeia de polimerase (PCR). Não há investigação referente à pesquisa de DNA do parvovírus B19 em amostras teciduais de PANe poliangiíte microscópica. A pesquisa desta associação se toma importante na abordagem terapêutica destas doenças pela necessidade de corticosteróides e imunossupressores podendo agravar as manifestações de uma parvovirose associada. Nosso objetivo foi pesquisar a presença do DNA viral do B19 em tecidos fixados em parafina e com evidência histopatológica de vasculite em pacientes com PANe poliangiíte microscópica e se há relação com as manifestações clínicas, índices de atividade (BVAS) e gravidade (FFS) da doença. Foram investigados todos os pacientes com diagnóstico histopatológico de PAN ou poliangiíte microscópica, com blocos de parafina disponíveis no Departamento de Anatomia Patológica e acompanhados no Ambulatório de Vasculites do Hospital das Clínicas/Disciplina de Reumatologia da FCM!Unicamp no período de 1985 a 2003. A investigação foi feita pela pesquisa da presença de seqüência de ácidos nucléicos do B19 por PCR. Foram encontrados 21 pacientes com amostras teciduais e blocos de parafina disponíveis para estudo. Destas 21 amostras, 17 apresentaram DNA de boa qualidade para realização do PCR para o B19. Dez com diagnóstico de PAN (média da idade 29,3:!::15,1; M:F=I,5:1) e sete de poliangiíte microscópica (média da idade 41,9 :!::18,5; M:F=1:1,3). A média do BVAS, no início da doença, foi de 15,7 :!:: 7,7 com mínimo de 5 e máximo de 26 para PANe de 20,7 :f: 7,1 com mínimo de 13 e máximo de 31 para poliangiíte microscópica. Na PAN, FFS=1 em 60% e FFS=O em 40% dos casos, com média de 0,6 :f: 0,5. Na poliangiíte microscópica FFS=2 em 14%, FFS=1 em 43% e FFS=O também em 43% dos casos, com média de 0,7 :f:0,8. . I Nenhum dos tecidos avaliados apresentou positividade para o DNA do B19. Este resultado sugere que o B19, provavelmente, não está associado a etiopatogenia da PAN idiopática e da poliangiíte microscópicapt
dc.description.abstractAbstract: Polyarteritis nodosa (PAN) is a well-known form of sistemic necrotizing vasculitis. lndividualized ftom PAN, microscopic polyangiitis (MPA) is a systemic vasculitis of small-sized vessels (arterioles, venules or capillaries) characterized by the presence of rapidly progressive glomerulonephritis and pulmonary involvement, absent in PAN. Nowadays, a role of viral infections in primary systemic vasculitis has been considered. The hepatitis B virus is associated with the ethiopathogenesis ofsome cases ofPAN. HIV, HTLVl, CMV and parvovirus B19 (BI9) may also be found, eventually, in some patients with PAN. Evidence of the B19 involvement in primary systemic vasculitis is based on some anedoctal reports of cases of Wegener' s granulomatosis and PAN and studies with giant-cell arteritis. Regarding in PAN, there are few reports showing an active disease and positive serological tests for the B19. B19DNA is the serum, marrow bone and muscle was found in one patient with PAN. To our knowledgment, there is no research related to B19DNA in tissue samples of patients with PAN and MPA Our objective was to identify the presence ofB19 DNA in fixed, paraffin-embedded tissue samples obtained ftom patients with PAN and MPA We investigated the patients with histological diagnosis of PAN or MPA who were attended at the university hospital ftom 1985 to 2003. AlI fixed, paraffin-embedded tissue samples available, with evidence of vasculitis, were screened for B19 DNA using the polymerase chain reaction (PCR) method. ,Among all patients, we found 17 tissue samples available for the study. Ten had PAN (mea nage 29.3 :t: 15.1yrs.; M:F sex ratio 1.5:1)and seven had microscopicpolyangiitis (mean age 41.9 :t: 18.5 yrs.; M:F sex ratio 1:1,3). AlI of the patients investigatedwere negative for parvovirus B19 DNA .J These results suggest that the parvovirus B19 is not involved in the pathogenesis of idiopathic PAN and MPAen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2005pt_BR
dc.identifier.citationSACHETTO, Zoraida. Pesquisa da presença do DNA do parvovirus B19 em tecidos de pacientes com poliarterite nodosa e poliangiite microscopica pela reação em cadeia da polimerase. 2005. 93f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/311952>. Acesso em: 5 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineClinica Medicapt_BR
dc.description.degreenameMestre em Clinica Medicapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameCoimbra, Ibsen Bellinipt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameProvenza, Jose Robertopt_BR
dc.date.defense2005-01-28T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-08-05T16:42:34Z-
dc.date.accessioned2018-08-05T16:42:34Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-05T16:42:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Sachetto_Zoraida_M.pdf: 4729475 bytes, checksum: 274c907aab485d19facfe60e402f092a (MD5) Previous issue date: 2005en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311952-
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sachetto_Zoraida_M.pdf4.62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.