Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311948
Type: TESE
Title: Infecções herpéticas em pacientes oncológicos pediátricos com episódios de febre = Herpesviruses infectious in pediatric oncology patients with episodes of fever
Title Alternative: Herpesviruses infectious in pediatric oncology patients with episodes of fever
Author: Catalan, Daniel Thomé, 1980-
Advisor: Bonon, Sandra Helena Alves
Abstract: Resumo: Pacientes com doenças oncológicas possuem grandes períodos de neutropenia grave e são susceptíveis a complicações infecciosas. O tratamento com drogas quimioterápicas, radioterapia e em alguns casos cirurgia promovem depleção do sistema imunológico e exposição a microrganismos durante o processo cirúrgico. Durante o período de tratamento e em média até um ano após o término de terapia os episódios de febre são freqüentes e na maioria dos casos o agente etiológico não é conhecido. O tratamento faz-se então com administração de antibióticos de grande espectro, com a finalidade de realizar o tratamento empírico para vários tipos de microrganismos e a febre é chamada como febre de origem desconhecida. Através dos meios convencionais de diagnóstico uma pequena porcentagem de agentes etiológicos é identificada, e em muitos estudos não ultrapassa 25% dos episódios de febre. As hemoculturas normalmente são negativas e o tempo do diagnostico é prolongado. Dada a urgência nos cuidados com os pacientes oncológicos pediátricos a busca por um diagnóstico rápido com alta sensibilidade e especificidade se faz necessário. O objetivo deste estudo foi identificar a infecção ativa causada pelos herpesvírus (EBV, CMVH, HHV-6 e HHV-7) em pacientes oncológicos pediátricos com episódios de febre através das técnicas de Antigenemia para o CMV e N-PCR para o EBV, CMVH, HHV-6 e HHV- 7. Foram coletadas 169 amostras de soro para realização da N-PCR e 100 amostras de sangue total para realização do teste de antigenemia provenientes de 62 pacientes. Infecção ativa pelo Epstein-Barr vírus detectada pela N-PCR no soro ocorreu em 3/169 amostras (1,8%) em 3/62 pacientes diferentes (4,8%). Infecção ativa pelo CMVH foi detectada pela N-PCR em 16/169 amostras (9,5%) e em 12/62 (19,4%) pacientes; N-PCR no soro para detectar infecção ativa pelo HHV-6 ocorreu em 27/169 amostras (16,0%) e destas, 23/62 pacientes (37,1 %) foram acometidos. Infecção ativa causada pelo HHV-7 detectada pela N-PCR no soro ocorreu em 24/169 (14,8%) das amostras coletadas e em 18/62 (29,0%) pacientes. Para o teste de antigenemia para CMVH foram encontrados 5/100 (5,0%) de positividade nas amostras testadas e em 5/62 (8,1%) dos pacientes. Esses resultados mostram que a infecção ativa causada por pelo menos um dos herpesvírus EBV, CMV, HHV-6 e HHV-7 é frequente nessa população representando em nosso estudo 71/169 (42,0%) dos casos de febre e ocorreu em 62 pacientes portadores de neoplasia. Estudos futuros serão necessários com a inclusão de outros microrganismos para avaliar a etiologia da febre nos pacientes oncológicos pediátricos, assim como a introdução de novas técnicas de biologia molecular como a PCR quantitativa em tempo real

Abstract: Patients with infiltration cancer cells in bone marrow, solids tumors and treatment with chemotherapy promote high depletion of immune system activity. Most episodes with febrile neutropenia are treated with empiric broad-spectrum antibacterial therapy without identifying the site of infection or agent, such as fever unknown origin (FUO). Through the conventional diagnostic methods a small number of etiologic agents are identified, blood cultures and urine culture are usually negative and time-consuming to identify the source of infection for the clinic usually is difficult, nevertheless only identify bacteria and fungi. They are identified and confirmed by culture in only 25-30% of the cases, in other 15-25% of patients with fever bacterial or fungi infections are suspected on clinical findings and approximately 50% of cases are classified and treated as FUO. Given the urgency of care to cancer patients and fever need rapid diagnosis of infections in these patients, the search for new laboratory tests in order to promote high accuracy in identification of pathogens in these patients is important. The aim of this study is identify active infections caused by herpesvirus EBV, CMV, HHV-6 and HHV-7 in episodes of fever of pediatric oncology patients. 169 samples of whole blood and serum collected from patients with episodes of fever were analyzed using N-PCR methods and cytomegalovirus was analyzed by antigenemia and N-PCR. Active infection caused by Epstein-Barr virus occurred in 3/169 (1,8%)of samples and 3/62 (4,8%) of the patient; cytomegalovirus 16/169 (9,5%) of samples and 12/62 (19,4%) of the patient; HHV-6 27/169 (16,0%) of templates and 23/62 (37,1%) of the patient; HHV-7 24/169 (14,8%) of sample and 18/62 (29,1%) of the patient. This results shows that active infections caused by EBV, CMV, HHV-6 and HHV-7 are frequent in children receiving cancer treatment, representing high prevalence this cases of fever, with or without neutropenia. New assay are need with real time PCR for to better the diagnostic of the fever episodes
Subject: Pediatria
Oncologia
Infecções por Herpesviridae
Febre
Neutropenia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Catalan_DanielThome_M.pdf2.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.