Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311851
Type: TESE
Title: Vivências emocionais de pacientes submetidos à cirurgia metabólica e bariátrica com reganho de peso : um estudo clínico-qualitativo
Title Alternative: Life experiences of patients with weight regain after metabolic and bariatric surgery : a clinical-qualitative study
Author: Carvalho Júnior, Ataliba de, 1966-
Advisor: Magdaleno Junior, Ronis
[Orientador], Ronis Magdaleno Júnior
Abstract: Resumo: Com o aumento do número de cirurgias bariátricas realizadas ao longo das últimas décadas, o problema do reganho de peso tornou-se importante. Fatores psicológicos influenciam esta situação indesejada, mas há poucos estudos sobre a participação destes fatores. Nós propomos nesta pesquisa investigar os significados e como estes fatores influenciam o prognóstico da cirurgia bariátrica e metabólica. Metodologia: Usamos o método clínico-qualitativo, através da entrevista semi-dirigida com questões abertas em uma amostra intencional, fechada por saturação, com 8 mulheres operadas do Ambulatório de Cirurgia Bariátrica do Hospital Geral da Universidade de Campinas (UNICAMP), estado de São Paulo. Resultados: Um sentimento de derrota e fracasso surge e colabora para o isolamento social; não há arrependimento pela realização da cirurgia, existe uma firme convicção que fizeram uma boa escolha com relação à opção pela cirurgia; há uma tendência para se sentirem rejeitadas, mais do que realmente são, nos contatos interpessoais; há sensação de abandono e perda de autoestima levando a uma diminuição dos cuidados com sua aparência. Conclusões: O reganho de peso é uma situação psicológica complexa e dinâmica envolvendo vários fatores que possuem uma interação mútua. Um estado psicológico marcado por uma sensibilidade exacerbada a críticas colabora com o afastamento e abandono do serviço de saúde. Observou-se que o reganho de peso é um fator com implicações emocionais e sociais, sobretudo por se tratar de uma situação que, paradoxalmente, pode mascarar a vitória presente no emagrecimento nestas pacientes e não ser vista pela equipe de tratadores; dizendo em outras palavras, encobrir o sentimento de satisfação de ter conseguido manter um nível de emagrecimento significativo diante de seu peso antes da cirurgia. Ter um significativo percentual de perda de peso, já levando em conta o reganho de peso, é uma forma de sucesso. E esta situação pode não ser reconhecida, caso não tenhamos uma visão abrangente da situação, e recaiamos no estigma de preconceitos da inadequação ou fracasso quase total do tratamento cirúrgico do obeso mórbido que apresentou reganho. As experiências boas da cirurgia sugerem que estratégias de busca ativa podem ser efetivas para o tratamento. Observamos que considerações psicodinâmicas não podem ser feitas de maneira simples porque se correriam riscos de enganos dado a grande heterogeneidade de variações possíveis de personalidades nas pessoas obesas. Ressaltamos a necessidade de mais estudos qualitativos que sirvam para a equipe de saúde entender melhor os fatores psicológicos dinâmicos envolvidos no significado do reganho de peso depois da cirurgia metabólica e bariátrica das pacientes para se ter condutas para manusear este problema. Dessa maneira, este estudo serve como um ponto significativo para as equipes de saúde envolvidas na realização e seguimento de pacientes com reganho de peso após a cirurgia bariátrica. Aprofundando esse alerta, mais do que um temor a ser enfrentado, é uma situação não esperada e não desejada a ser pensada com maturidade, que pode fazer parte do seguimento pós cirúrgica

Abstract: Background With the increase in the number of bariatric surgeries carried out in the past few decades, the problem of a weight regain after metabolic and bariatric surgery has become important. Psychological factors influence this undesirable situation but there are few studies on how these factors contribute. We propose a qualitative study to help understand how these factors influence the prognosis of weight regain after metabolic and bariatric surgery. Method We use the clinical qualitative method, by means of a semi-directive interview with open-ended questions on an intentional sample, closed by saturation, with 8 women operated on in the Bariatric Surgery Outpatients' Clinic at the General Hospital of the University of Campinas (UNICAMP), São Paulo State. Results A feeling of defeat and failure arises and contributes to social isolation; there are no regrets at having had the surgery, with a strong conviction that they made a good choice when opting for the surgery; there is a tendency to feel rejected more than they really are in their relationships; there is a sense of abandonment and loss of self-esteem, leading to a careless appearance. Conclusion weight regain after metabolic and bariatric surgery is a complex and dynamic situation, involving various factors that have a mutual interaction. A psychological state characterized by over-sensitivity to criticism leads to a distancing from and eventual abandoning of the health service. It was observed that the weight regain is a factor with emotional and social implications, especially because it is a paradoxical situation that may hide the victory of weight loss in these patients, sometimes not is seen by the team of attendants. In other words, the weight regain can mask the feeling of satisfaction of having been able to maintain a level of significant weight loss from the initial weight before surgery. A significant percentage of weight loss, considering the regained weight, is a form of success. This success may not be recognized if we do not have a comprehensive overview of the situation and fall into the stigma of preconceptions about inadequacy or almost complete failure of surgical treatment in morbid obese individuals who regained weight. The good experiences of the surgery that are present suggest that strategies of actively seeking the patient can be effective as a treatment. We observed that psychodynamic considerations may not be made in a simple manner, because they would run the risk of misunderstandings, given the great heterogeneity of personalities in obese individuals. We note the need for more qualitative study that allow the health team to better understand the dynamic psychological factors involved in weight regain after metabolic and bariatric surgery so as to provide guidelines on how to deal with this problem. In this way, this study serves as a significant point for health teams engaged in the implementation and monitoring of patients who regained weight after bariatric surgery. Reinforcing this alert, rather than a fear to be faced, this situation is not expected and not desired, and it has to be considered in a mature form, which may be part of the post surgical follow-up
Subject: Obesidade
Cirurgia bariátrica
Perda de peso
Ganho de peso
Pesquisa qualitativa
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
CarvalhoJunior_Atalibade_M.pdf12.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.