Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311850
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Vivências de pacientes obesas mórbidas candidatas a cirurgia bariátrica = um estudo clínico-qualitativo = Experiences of patients morbidly obese candidates for bariatric surgery : a qualitative clinical study
Title Alternative: Experiences of patients morbidly obese candidates for bariatric surgery : a qualitative clinical study
Author: Sampaio, Anna Beatriz Ribeiro Ferreira, 1968-
Advisor: Magdaleno Junior, Ronis
Júnior, Ronis Magdaleno
Abstract: Resumo: A obesidade vem crescendo, ano a ano, mundialmente, sendo vista pelas autoridades de saúde como um grave problema de saúde pública e um grande desafio para o século XXI. A consequência direta do aumento dessa população obesa e da falta de tratamentos adequados é a elevação do número de cirurgias bariátricas realizadas mundialmente. Essas cirurgias trazem consequências para o paciente operado, consequências essas que não são totalmente conhecidas. Metodologia: Utilizamos o Método Clínico-Qualitativo. A amostra foi intencional e fechada pelo critério de saturação, composta por sete mulheres candidatas à cirurgia bariátrica para tratamento de obesidade mórbida. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semidirigidas de questões abertas realizada pelo pesquisador gravadas, transcritas e analisadas em profundidade. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo e validação externa pelos pares do Laboratório de Pesquisa Clínico-Qualitativa do Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Unicamp. Discussão e resultados: a Cirurgia Bariátrica traz a essas mulheres uma nova esperança de vida, mas as expectativas são irreais. Elas depositam todas as suas expectativas na cirurgia, acreditando que serão reinseridas no mercado de trabalho e na sociedade. Acreditam também que terão uma melhora de suas relações afetivas. Deixam de pensar nas dificuldades que irão enfrentar após a cirurgia. Nas falas dessas pacientes evidenciamos um forte mecanismo de negação quanto às dificuldades que decorrem da cirurgia, sendo ressaltadas as possíveis aquisições pessoais após a perda de peso e, assim, deixam de olhar para os problemas que terão de enfrentar. Buscam, através da cirurgia, renascer e tornar-se outra pessoa. Muitas dessas pacientes encaram a cirurgia como certeza de profundas mudanças de identidade. Apesar das fantasias idealizadas de resolução dos problemas da vida após a CB, há um forte sentimento de desafio a ser enfrentado. A obesidade para essas mulheres sempre foi um desafio a ser vencido e, com a possibilidade de uma mudança, este sentimento fica mais aflorado e gera apreensões e angústias. O medo da morte permeia toda a experiência dessas mulheres. Elas se veem numa encruzilhada onde podem morrer se não fizerem a cirurgia ou morrer fazendo a cirurgia. Outro elemento com o qual nos deparamos durante as entrevistas é o medo da morte simbólica do corpo obeso e das satisfações narcísicas que estão ligadas a esse corpo. Conclusão: Ao analisarmos as vivências dessas pacientes diante da cirurgia bariátrica notamos que este procedimento traz grandes expectativas de mudanças a essas mulheres. Em função disso, a equipe multidisciplinar, sobretudo o psicólogo deve estar atento aos aspectos psicossociais que mobilizam essas pacientes e que possam interferir negativamente no resultado da cirurgia. Quem lida com essa população deve estar instrumentalizado para compreender e atuar de modo eficiente neste importante processo. Acreditamos que os resultados obtidos com esse trabalho possam colaborar com o manejo desse grupo de pacientes pela equipe de saúde, possibilitando assim um melhor cuidado clínico, que deve ser necessariamente multidisciplinar. Esses profissionais devem conhecer as particularidades emocionais dessas pacientes para, assim, poderem ajudá-las fazendo com que os resultados e a adesão sejam mais eficazes

Abstract: Obesity is growing from year to year, globally, and has already been seen as a serious public health problem and a major challenge for the XXI century. A direct consequence of the increase in the obese population and also the lack of appropriate treatments is the increased number of bariatric surgeries performed in the country. These surgeries carry consequences for the patient to be operated, and are not yet fully known. Methods: We used the Clinical-Qualitative Method. The sample was intentional and closed by the saturation criterion, composed of seven women candidates for bariatric surgery (BS) for morbid obesity. The interviews were semi-structured open-ended questions, conducted by the researcher recorded, transcribed and analyzed in depth. The data were submitted to the categorization, content analysis and external validation by peers Laboratory of Clinical-Qualitative Research, Department of Medical Psychology and Psychiatry at Unicamp. Discussion and results: Bariatric Surgery brings these women a new life expectancy, but unreal. They lay all your expectations in surgery, believing they will be re-inserted in the labor market and in the society. They also believe they will have improves in relationships. They don't think about the difficulties that will face in post-surgery. In the speech of these patients, we observed a strong denial mechanism of the difficulties caused by the surgery and the highlighted possible personal purchases after weight loss and thus, fail to look at the problems they will face. Seek, through surgery, reborn and become another person. Many of these patients face the surgery as sure of profound change of identity. Despite the idealized fantasies of solving the problems of life after BS, there is a strong sense of challenge to be faced. Obesity for these women has always been a challenge to be overcome and the possibility of a change this feeling gets touched and this creates apprehensions and anxieties. The fear of death permeates the experience of these women. They find themselves at a crossroads where they can die if they do not do surgery or die doing surgery. Another element that we observed during interviews is the fear of the symbolic death of the obese body and narcissistic satisfactions that are attached to this body. Conclusion: Analyzing the experiences of these patients before bariatric surgery we notice that this procedure has great expectations of changes to these women. As a result, the multidisciplinary team, especially the psychologist must be aware of the psychosocial factors that mobilize these patients and can negatively impact the outcome of the surgery. Those who deal with this population should be able to understand and act effectively in this important process. We believe that the results obtained from this study can assist in the management of this group of patients by health professionals, enabling better clinical care, which must necessarily be multidisciplinary. These professionals should know the emotional particularities of these patients, so they can help them making the results more effective
Subject: Cirurgia bariátrica
Obesidade
Psicologia
Pesquisa qualitativa
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SAMPAIO, Anna Beatriz Ribeiro Ferreira. Vivências de pacientes obesas mórbidas candidatas a cirurgia bariátrica: um estudo clínico-qualitativo = Experiences of patients morbidly obese candidates for bariatric surgery : a qualitative clinical study. 2013. 73 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/311850>. Acesso em: 23 ago. 2018.
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sampaio_AnnaBeatrizRibeiroFerreira_M.pdf1.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.