Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311843
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação farmacologica do extrato bruto e frações de Qualea grandiflora Mart. (Vochysiaceae)
Author: Gaspi, Fernanda Oliveira de Gaspari
Advisor: Moreno, Ronilson Agnaldo
Moreno, Ronilson A.
Abstract: Resumo: A espécie Qualea grandiflora Mart é amplamente encontrada pelo cerrado brasileiro, sendo considerada um símbolo desta região. A população local utiliza as suas folhas para combater diarréias com sangue, cólicas intestinais e amebas, mas não há estudos relaáonados, e pouco se sabe sobre esta importante espécie. O estudo investigou as atividades farmacológicas do extrato bruto hidroalcoólico (EB) e das frações obtidas das folhas da espécie empregando diferentes modelos experimentais em camundongos. Os animais tratados com o EB (500mg/Kg, i.p.) apresentaram: diminuição das respostas ao toque, ao aperto de cauda e do reflexo auricular, indicando atividade depressora do Sistema Nervoso Central, que também foi observada pelo aumento do tempo de sono barbitúrico; aumento significativo do tempo de permanênáa do animal na placa quente indicando que possui um potencial analgésico; aumento do tempo de latência para a primeira convulsão clônica, aumento do tempo para a morte e diminuição da severidade e do número das convulsões induzidas pelo PTZ. Todavia, o EB, nas doses de 500 e 1000mg/Kg,não antagonizou as convulsões induzidas pela pilocarpina. A dose letal 50% (DL50 )do EB foi de 1.321mg/Kg, sendo que 1500mg/Kg produziu morte de todos os animais tratados. As frações obtidas a partir do extrato bruto, denominadas fração éter (FE) e fração hexano (FH) não causaram distúrbio na coordenação motora dos animais na dose de 500mg/Kg, via i.p.. E, no teste da convulsão induzida pelo PTZ, a FE (300mg/Kg, via i.p.) foi mais ativa no aumento do tempo de latência para a convulsão e a FH (300mg/Kg,via i.p.) no aumento do tempo para morte e/ou evitar a morte. A purificação da FE resultou em 5 novas frações, a fração denominada 2FE apresentou-se mais ativa na convulsão. A partir da purificação da FH obteve-se 3 novas frações, a chamada 2FH mostrou-se mais ativa na morte. Os resultados demonstraram que o extrato e as frações das folhas de Qualea grandiflora Mart. possuem atividades depressora do sistema nervoso central e analgésicas, apesar de não provocarem incoordenação motor a na dose que apresentam estas atividades, além de possuirem um potencial anticonvulsivante

Abstract: This study investigates pharmacological activities of crude hydroalcoholic extract (EB) and fractions of Qualea grandiflora Mart., an important Brazilian Cerrado plant species, employing different experimental models in mice. The treatment with EB (500mg/Kg, ip) caused: signs of central nervous system depressant action in the hippocratic screening test which was confinned in a potentiation of sodium pentobarbital sleeping time test by the increase in the sleep time; increased the latency time of permanence in hot plate that indicated analgesic effect; significantly delayed the onset of donic PTZ convulsions and increased the time for death, suppressed tonic PTZ convulsion, beyond decreased the severity and the number of convulsions. The median lethal dose of EB is 1.321mg/Kg, whereas 1500mg/Kg produced death in alI animals. The fractions those were obtained from EB, the ethyl ether fraction and hexane fraction, don't caused disturbance in motor coordination at the dose of 500mg/Kg, i.p., assessed by rotarod test. In the convulsions induced by PTZ,the ethyl ether fraction (300mg/Kg, Lp.) was the most active in the increase of the latency time for first convulsion and decrease of the severity and the number of convulsions, and the hexane fraction (300mg/Kg, i.p.) was the most active in the increase of the time for death andfor avoided the death. The fractions that resulted of the hexane fraction purification, the 2FH, was the most active in death and the fractions that resulted of the ethyl ether fraction purification, the 2FE, was the most active in delayed convulsions. However, the EBand fractions, at the doses of 500 e 1000mg/Kg, don't had activity in the convulsions induced by pilocarpine. These results suggest that the extract of leaves of Qualea grandiflora Mart. has a central nervous system depressant action; an analgesic and anticonvulsant activities. Purther studies are needed before any precise condusions
Subject: Anticonvulsivantes
Plantas medicinais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gaspi_FernandaOliveiradeGaspari_M.pdf4.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.