Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311673
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Analise das regiões organizadoras de nucleolo (NORs) na avaliação do prognostico do adenocarcinoma aretal
Author: Coy, Claudio Saddy Rodrigues, 1961-
Advisor: Medeiros, Raul Raposo de, 1940-
Abstract: Resumo: As taxas de sobrevida do câncer de reto não vêm apresentando alterações nas últimas décadas e a busca de informações prognósticas, com o intuito de se melhorarem os resultados do tratamento, tem levado ao estudo do comportamento biológico do tumor em seus vários aspectos. A proliferação celular, está relacionada à agressividade tumoral, e pode ser estudada através das regiões organizadoras de nucléolo ( "nucleolar organizer regions" - NORs). As NORs são alças de rDNA presentes em cinco cromossomos (13, 14, 15, 21 e 22), sendo responsáveis pela produção de ribossomas, e conseqüentemente de proteínas. Podem ser avaliadas em seus aspectos quantitativos e morfológicos, uma vez que variam de acordo com ociclo celular e o estado funcional do nucléolo. A análise morfológica e contagem das NORs foram realizadas em 46 doentes portadores de lesões malignas do reto, sendo comparadas com a evolução clínica e fatores prognósticos conhecidos (idade, invasão tissular tumoral, diferenciação histopatológica e localização do tumor) . Com relação aos aspectos morfológicos, as NORS foram divididas em dois grupos denominados Ml (pontos pequenos médios ou grandes, agrupados ou não) e M2 (estruturas grandes arredondadas ou disformes, com centro claro e contornos variados) . A contagem foi realizada em fotografias de lâminas coradas pela prata, obtendo - se a média de pontos por cada caso. Não se observou diferença estatística dos aspectos estudados em relação à evolução clínica, invasão tissular tumoral e localização da lesão (p > 0,05) e da comparação dos aspectos morfo1ógicos com a diferenciação histopatológica das neoplasias e idade dos doentes. Apesar da contagem de NORs ter sido significativamente maior nas lesões bem diferenciadas (H1) em relação aos tumores moderadamente ou pouco diferenciados (H2) (p < 0,01), e nos pacientes de idade menor ou igual a 40 anos em relação aos com mais de 40 anos (p < 0,01), esses dados não tiveram o respect'ivo significado clínico e não puderam ser utilizados como informações prognósticas ou diagnósticas. Conclui-se ser a técnica de coloração pela prata de NORs um método acessível e de fácil realização. As contagens e análises morfológicas empregadas não perimitiram estabelecer informação a respeito do prognóstico do adenocarcinome de reto

Abstract: The rectum cancer survival rate has not presented alterations in the last decades and the search for prognostic information, with the aim of improving the results of treatment, has led to the study of the tumor's biological behaviour in i ts many aspects. The celular proliferation related to tumoral agressiveness may be an accessible method to this study and may be done through the nucleolar organizer regions (NORS). The NORs are rDNA loops present in five chromossomes (13, 14, 15, 21 and 22) responsible for the production of ribosome and proteins. They may be evaluated in its quantitative and morphological aspects as they vary according to the celular cycle and nucleolus functional state. Forty-six patients that presented malignant lesion of the rectum were submitted to morphological analysis and NORs count. These analysis were compared to the clinical evolution and known prognostic factors (age, tumoral tissue invasion, histopathological differentiation and tumour location) . Regarding morphological aspects, the NORs were divided into two groups: M1 (small, medium or large specks, grouped or not) and M2 (large, roundish or deformed structures, clear centre and varied outline). The counting of specks was done by photographs of silver-stained laminae. There was no statistical difference of the aspects studied in regard to clinical evolution, tumoral tissue invasion, lesion location and the comparision of morphological aspects with histopathological differentiation and age of patients (p> 0.05) . Although the NORS count was significantly higher in well differentiated lesions (H1) when compared to slightly differentiated tumors (H2) (p< 0,01) and in the patients 40 years old or less with regard to the older patients (p< 0.01), these data were not clinically significant and were not used as prognostic or diagnostic data. In conclusion, silver-staining technique of NORs is an easily done and accesible method. The count and morphological analysis used did not permit the stablishment of information regarding rectum adenocarcinoma prognosis
Subject: Adenocarcinoma
Reto - Doenças
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1993
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Coy_ClaudioSaddyRodrigues_M.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.