Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311641
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: As infecções nosocomiais em instituições de assistencia de longa permanencia : noticias do Brasil
Author: Nascimento, Paulo Victor Fernandes Souza, 1964-
Advisor: Madureira, Paulo Roberto de, 1952-
Madureira, Paulo Roberto
Abstract: Resumo: população humana tem envelhecido.Os serviços de saúde têm se adequado a essa nova realidade epidemiológica. Com o avançar da idade, doenças crônico-degenerativas e a dependência para as atividades de vida diária se tornam freqüentes. As instituições de assistência de longa permanência são destinadas a atender essas novas necessidades. São estabelecimentos dedicados à reabilitação, cuidados paliativos e terminais, instituições para residências, hospitais de crônicos, hospitais psiquiátricos e casas de repouso. Nas últimas .duas décadas, essas instituições têm sido objeto de estudos no campo da infecção nosocomial principalmente em países como Estados Unidos da América, Canadá, Reino Unido, Japão, Holanda e Noruega. A epidemiologia, a apresentação clinica, a história natural de muitas infecções é exclusiva desse cenário. O ambiente, as peculiaridades dos pacientes, os cuidados de saúde oferecidos nesses estabelecimentos tornam as instituições de longa permanência um meio propício às infecções nosocomiais e para o desenvolvimento de microrganismos antes só encontrados em hospitais. Técnicas invasivas, incluindo cateteres para alimentação, traqueostomias, soluções para alimentação enteral são :&eqüentementeusados nesse contexto. Todos esses procedimentos já foram apontados como fatores de risco para infecções. A população brasileira apresenta um processo de envelhecimento mais rápido se comparado ao dos países desenvolvidos.O Brasil dispõe de instituições de assistência de longa permanência como asilos, casas de repouso e hospitais de crônicos. Essas instituições brasileiras ainda não foram objeto de estudos sistematizados, que tenham sido publicados, no que concerne às infecções nosocomiais.O presente estudo,usando as definições do consenso canadense de infecções em instituições de longa permanência, acompanhou por oito meses a população interna de um hospital de retaguarda em São José dos Campos- São Paulo - Brasil.As infecçõesnosocomiaismais :&eqüentes foram: infecções de feridas, gastroenterites, outras infecções do trato respiratório inferior e infecção urinária. As taxas são referidas como densidades de incidência. O cateterismo vesical foi um fator de risco para infecção do trato urinário com um risco relativo de 8,63%(Le. de 95%: 2,23 - 33,36). O cateterismo nasogástrico foi identificadocomo fator de risco para gastroenteritescomrisco relativode 8,3 (LC.de95%: 3,22- 21,39). Concluiu-seque as infecções nosocomiais e sua :&eqüênciana instituição estudada em muito se assemelham às descritas na literatura mundial

Abstract: The human population has being aged. The health services have been adjusted to this new epidemiological reality. With advancing of age, chronic-degenerative illnesses and the dependence for the activities of daily living become ftequent. The long-term care facilities are institutions destined to take care of these new necessities. These establishments are destined to rehabilitation, palliative care, terminal care, psychiatric hospitals, chronic hospitals and nursing homes. These institutions have been object of studies of nosocomial infection in last the two decades, mainly in countries as United States of America, Canada, United Kingdom, Japan, Netherlands and Norway. The epidemiology, the clinical presentation, the natural history of these infections are exclusive of this scenario. The environment, the peculiarities of the patients, the health cares offered in these establishments become the long-term care facilities a propitious place for the nosocomial infections and the development of microorganisms only found before in hospitals. lnvasive techniques, including feeding tubes, tracheotomies, solutions for enteral feeding are ftequently used in this contexto All these invasive techniques had already been pointed as risk factors for infections. Brazil, that presents a process of population aging characterized by the rapidity, makes use of long-term care facilities as asylurns, houses of rest and chronic hospitals. These Brazilian institutions had still not been object of systemized studies, which had been published, in that concem to the nosocomial infections. The present study, using the definitions of the Canadian consensus of infections in long-term care, fol1owedfor eight monthsa chronichospitalpopulationin São José dos Campos- São Paulo - Brazil. The more ftequent nosocomial infections had been: wound infections, gastroenteritis, others infections of the inferior respiratory tract and urinary tract infection. The rates are described as incidence densities. Urinary catheters were identified as a risk factor for urinarytract infectionswith a relativeriskof 8.63 (C.I. 95%:2.23- 33.36).Tube feeding was identified as a risk factor for gastroenteritis with a relative risk of 8.3 (C.I. 95%: 3.22 - 21.39). It was concludedthat the nosocomialinfectionsand its ftequencyin the institution studied are very similar to the described ones in world-wide literature
Subject: Serviços de saude para idosos
Saúde do idoso
Controle de infecções
Infecção
Asilos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nascimento_PauloVictorFernandesSouza_M.pdf24.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.