Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311604
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Saude mental e religião em mulheres encarceradas : um estudo epidemiologico e de Psiquiatria cultural
Title Alternative: Mental health and religion for incarcerated women : a epidemiological study and cultural psychiatry
Author: Moraes, Paulo Augusto Costivelli e
Advisor: Dalgalarrondo, Paulo, 1960-
Abstract: Resumo: A religião voltou a ser considerada uma questão importante para a sociedade contemporânea. Fenômeno bastante complexo é atualmente considerado um elemento extremamente significativo para a sua vida sócio-cultural. Atribui-se à religião um papel fundamental para as pessoas encarceradas, atuando como fator protetor da Saúde Mental e incentivando a recuperação do infrator. Existem poucos estudos que relacionem saúde mental e religiosidade em presidiárias . Também não se conhecem pesquisas e estudos que enfoquem a religiosidade das mulheres presas e a forma como esta é experienciada no cotidiano de uma prisão de segurança máxima e as conseqüências nas vidas destas mulheres. Objetivos: Verificar o perfil de Saúde Mental e a relação entre religião e Saúde Mental. Analisar também como a Saúde Mental e a religião influenciam a vida das presidiárias e como lhes fornecem maior suporte psíquico e emocional. Descrever o cotidiano da penitenciária durante o período em que ocorreu a pesquisa, o perfil das presas e o ambiente em que vivem. Investigar alguns aspectos da experiência subjetiva das detentas enfocando os aspectos relacionados à espiritualidade (enfatizando-se as manifestações religiosas de origem pentecostal e neopentecostal), conversão religiosa e ao sofrimento. Método: Foi utilizado um questionário de autopreenchimento que incluiu dados sócio-demográficos, religiosidade (atual e anterior ao aprisionamento), Saúde Mental e perfil criminal. Para os aspectos psicopatológicos foi utilizado o General Health Questionnaire (GHQ-12). Foram entrevistadas 358 mulheres, detentas da Penitenciária Feminina da Capital - São Paulo - SP de Março de 2003 a Dezembro de 2004. Foram feitas análises estatísticas descritivas e bivariadas, comparando-se todas as variáveis com o GHQ-12. Foi utilizada também a análise de regressão logística multivariada para as respostas dicotômicas para as variáveis que possivelmente interagiram com a Saúde Mental.

Abstract: Nowadays religion is an important issue for the modern society, a complex and fundamental socio-cultural phenomenon. There is evidence that religious commitment tends to correlete positively with the mental health. The religion seems to have an important role or the mental health of jailed women. It provides psychological and emotional support, bringing them comfort, meaning and hope. This study intents to verify the mental health profile and the relation between religion and mental health, to analyse how mental health and the religion influence the life of jailed women as well, and to provide more psychological and emotional support. It describes too, the quotidian of female detainees, their profiles and the prisional enviroment where they are living and investigates some aspects of their subjective experience. A self-filling questionaire was used wich includes social, demographic, religious (present and before jailing), mental health and crime profile data. Concerning the psychopathologic matters General Health Questionnaire (GHQ-12) was used. 358 women were interviewed from "Penitenciária Feminina da Capital" (São Paulo, SP - Brazil ) from March, 2003 to December, 2004. Descriptive and bivaried statistcs analysis was accomplished comparing all the variables with GHQ-12. Multivaried regression logistic analysis was used to get the dichotomic answers to the variables that would possibly interact with mental health. A bigger persona' religiosity was associated to better mental health. Associations between crime type and mental health were not found.
Subject: Conversão ao cristianismo
Psiquiatria cultural
Prisão
Saúde mental
Psiquiatria e religião
Prisioneiros
Mulheres
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Moraes_PauloAugustoCostivellie_M.pdf79.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.