Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311599
Type: TESE
Title: Personalidade, identidade, abuso de substâncias psicoativas e outros transtornos mentais em motoboys
Title Alternative: Personality, identity, substance abuse and other mental disorders in motorcycle
Author: Ceará, Alex de Toledo, 1970-
Advisor: Dalgalarrondo, Paulo, 1960-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa investigou as dimensões dos transtornos mentais, do uso de substâncias psicoativas, da identidade e personalidade dos motoboys, na cidade de Campinas. Objetivou investigar a prevalência do uso de substâncias psicoativas, analisar a presença de sintomas psicopatológicos, compreender os modos de constituir a identidade, as relações grupais e a percepção desses jovens acerca do trabalho e da sociedade e a forma como percebem e se comportam em situações de risco e de acidentes. Também investigou dimensões da personalidade dos sujeitos acidentados em comparação com os não acidentados (grupos pareados). Trata-se de um estudo quantitativo e qualitativo. O método quantitativo consistiu na aplicação dos instrumentos padronizados: Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20), MINI international neuropsychiatric interview (M.I.N.I. PLUS 5.0.0); The Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT); um questionário sobre uso o de substâncias, baseado no método do CEBRID (Centro Brasileiro de Informação sobre Drogas Psicotrópicas) e o NEO PI-R (Inventário de Personalidade). O método qualitativo, cujos dados obtidos e analisados tiveram como base os teóricos Erik Erikson e Begg e Langley, consistiu na realização de entrevistas por meio de um inventário de identidade psicossocial para esta pesquisa. Foram entrevistados (n=194) sujeitos, todos da cidade de Campinas-SP. Em uma subamostra, foram investigadas as dimensões da personalidade de (n=25) com história de acidentes, comparando-os a (n=25) não acidentados (Pareados por idade, gênero e escolaridade) Os principais resultados, mediante a regressão logística múltipla, indicaram que os motoboys que mais se expõem ao risco têm menos tempo de profissão, com um ano de exercício (5,2 vezes mais risco que os com 3 anos ou mais de trabalho) e possuem algum transtorno mental, incluindo uso de substâncias (8,1 vezes mais exposição ao risco que os sem transtorno). O aumento em uma unidade do SRQ-20 (indicando sofrimento psíquico) eleva o risco de sofrer acidentes em 48%. Como resultado dessa amostragem e análise, chegou-se à conclusão de que sujeitos inexperientes e que apresentam sintomas psicopatológicos expõem-se mais ao risco; sujeitos com mais dificuldades psicoemocionais têm maiores chances de se acidentarem nessa profissão

Abstract: This research investigated the dimensions of mental health, use of alcohol and drugs, identity and personality in young "motoboys". The objective was to understand the ways to constitute identity, group relationships, the perception of these adolescents concerning work and society as well as the way they perceive and behave in dangerous situations and accidents. The research also investigated the personality of subjects who have suffered accidents in comparison with subjects who haven¿t. This is a quantitative and qualitative study. The quantitative method consisted in the application of standardized instruments, identified as follows: Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20), in order to evaluate psychoemotional aspects; MINI international neuropsychiatric interview (M.I.N.I. PLUS 5.0.0), for mental health; The Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT), for the use of alcohol; a questionnaire based on CEBRID method (Brazilian Center of Information on Psychotropic Drugs), for drugs use identification; and NEO PI-R(Personality Inventory). The qualitative method consisted in interviews made through an inventory of psychosocial identity, elaborated by a pilot study for this research. (n=95) subjects were interviewed, all of them from the city of Campinas in São Paulo state. Their personalities were investigated being (n=25) who have been through accidents, compared to other (n=25) who haven¿t been through accidents (paired by age, gender and education level). The qualitative data was analyzed based on social psychology. The main results, by multiple logistics regression, were that "motoboys" who mostly expose themselves to risky situations are the ones who have been in this job for one year (5.22 times more than the ones in this job for 3 or more years) and the ones with some mental disorder, including the use of substances (8.1 times more than the ones with no disorder). The increase in one unit of SRQ-20 increases the risk of accidents in 48%. Conclusion: inexperienced subjects and the ones who present disorders expose more themselves to risk; subjects who have more psychoemocional difficulties have significantly more chances to suffer accidents in this profession
Subject: Motociclistas
Personalidade
Transtornos mentais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ceara_AlexdeToledo_D.pdf2.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.