Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311572
Type: TESE
Title: Determinação da presença de anticorpos anti-espermatozoides no semen de casais submetidos a tecnicas de reprodução assistida
Author: Saade, Ricardo Destro
Advisor: Neves, Paulo Augusto
Abstract: Resumo: Anticorpos anti-espermatozóides (AAE) têm sido responsabilizados como fator causador de infertilidade há vários anos. Eventos que rompem a barreira hematotesticular ou alterações do trato genital feminino podem desencadear a sua produção. Estes AAE interferem em diversas etapas da fertilização, comprometendo também o sucesso dos procedimentos de reprodução assistida. Com o objetivo de identificar a presença de AAE no sêmen de casais submetidos a técnicas de reprodução assistida, assim como o subtipo de imunoglobulina envolvido e seus sítios de ligação ao espermatozóide, amostras de sêmen de dois grupos de homens adultos, em idade reprodutiva, foram selecionadas. O primeiro grupo, dito normal, incluiu 31 homens, com pelo menos dois filhos, e que estavam inscritos no programa de vasectomia. O segundo grupo incluiu 30 parceiros masculinos de casais submetidos a técnicas de reprodução assistida (IlU/FIV). Cada indivíduo forneceu uma amostra de sêmen que foi submetida a um espermograma convencional e à determinação da presença de AAE, por meio do teste "immunobeads" direto (Fertility Technologies, Inc.®). A presença de AAE foi observada em 10% dos pacientes do grupo estudado e em nenhum dos casos do grupo controle; entretanto, esta diferença não foi significativa (p= 0,113). Outras variáveis avaliadas, como concentração, motilidade e morfologia apresentaram diferenças significativas entre os grupos (p= 0,0258; p= 0,012; p= 0,0017; respectivamente). Observou-se somente a presença de imunoglobulinas das classes A e G e, em nenhum caso, a presença da imunoglobulina M. Com relação aos sítios de ligação, não houve nenhuma especificidade quanto ao local, nem com o subtipo de imunoglobulina. Concluímos que a inclusão da pesquisa de AAE na rotina laboratorial para a avaliação de casais inférteis, pode levar à identificação do fator imunológico masculino e, portanto, à escolha de uma técnica de reprodução assistida mais adequada para o seu tratamento (micromanipulação de gametas)

Abstract: Antisperm antibodies (ASA) has been responsabilized as a well-stablished cause of male infertility. Conditions that disrupt the blood-testis barrier or changes in the female genital tract, could trigger its production. These ASA interfere in several steps of the fertilization, compromising the success of the assisted reproduction procedures. With the goal of identifying the presence of ASA in the semen of couples submitted to assisted reproduction techniques, as well as the antisperm immunoglobulin subtype involved and its location of binding on the spermatozoa surface, semen samples generated from two adult male groups, in fertile age, had been selected. The first group denominated normal, included 31 males with at least two children, whom were enrolled in a sterilization program. The second group included 30 male partners of couples submitted to assisted fertilization techniques (IUI/IVF). Each individual provided a semen sample which was submitted to a conventional spermogram and to ASA detection through the Direct Immunobead Test (Fertility Technologies, Inc.®). The ASA were detected in 10% of the individuals in the studied group, and in none of the controls; nevertheless, this difference was not statistically significant (p=0,113). The remaining analyzed variables, as concentration, motility and morphology had show significant differences between the groups (p=0,0258; p=0,012; p=0,0017; respectively). It, had been demonstrated solely the presence of A and G Immunoglobulins, and none of the Immunoglobulin M. Regarding the binding sites there had been no specifity neither to, local, nor to immunoglobulin subtype. In conclusion, the inclusion of the ASA analysis in the laboratory routine of infertile couples avaliation could identify the male immunologic factor and, hence, help choosing the most adequate assisted reproduction procedure (gamete micromanipulation)
Subject: Infecundidade masculina
Reprodução humana
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Saade_RicardoDestro_M.pdf2.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.