Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311570
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Contribuição ao estudo da função ventricular esquerda em pacientes tratados com antraciclinas, em remissão clinica de neoplasia na infancia, atraves do estudo eco-doppler-cardiografico
Author: Andrade, Ana Cristina Oliveira
Advisor: Jorge, Paulo Afonso Ribeiro, 1938-
Abstract: Resumo: Sobreviventes de câncer na infância que utilizaram terapêutica com antraciclinas possuem maior incidência de anormalidade da função cardíaca. A descompensação e morte pode ocorrer vários anos após o término da quimioterapia. Tais pacientes necessitam de avaliação periódica da função cardíaca. Utilizando-se o estudo clínico e Eco-Dopplercardiográfico, avaliamos a repercussão cardíaca tardia do uso de antraciclinas em 72 indivíduos (idade média de 12 +- 5 anos) tratados de neoplasia na infância (Grupo Estudo), com intervalo de tempo entre o término da terapia oncológica e a avaliação ecocardiográfica de 5 +- 3 anos. Foram realizadas correlações com um grupo de 75 indivíduos normais (idade média de 10 +- 6 anos - Grupo Controle) e com a presença de alguns fatores de risco que possam potencializar o dano miocárdico tais como: idade por ocasião da terapia menor que 5 anos (média 2,8 +- 1 anos); intervalo de tempo pós-quimioterapia e o estudo Ecocardiográfico maior que 5 anos (média 7,4+- 2,5 anos); dose total cumulativa utilizada maior que 180 mg/m2 de SC (média 273 +- 85 mg/m2 de SC). Apesar de não se ter observado alterações cardíacas clínicas na população estudada, evidenciou-se diferenças significativas entre o Grupo Estudo e o Grupo Controle na análise de alguns parâmetros Ecocardiográficos como: Fração de Ejeção (p=0,01); Estresse Sistólico da Parede Posterior do Ventrículo Esquerdo(ECP) (p=0,001); . Percentual de Espessamento da Parede Posterior (APp%) (p=0,001); relação ECP e Velocidade de Encurtamento Circunferencial (ECPNEC) (p=0,0001). A associação entre alguns fatores que potencializam o risco de agressividade miocárdica com parâmetros Ecocardiográficos foram considerados significativas: a idade por ocasião da terapia apresentou associação significativa com o LlPp% (p=0,05); a dose total cumulativa com a relação ECPNEC (p=0,026). o intervalo de tempo pós-quimioterapia e o estudo Ecocardiográfico não se constituiu de fator de interferência em relação aos parâmetros avaliados. Os dados revelam a particularidade deste grupo quanto aos parâmetros Eco- Dopplercardiográficos de estresse sistólico de parede posterior e índice de contratilidade, principalmente quando associados a maior dose cumulativa utilizada e a idade mais precoce ao se submeter ao tratamento quimioterápico

Abstract: Survivors of childhood cancer who received anthracycline have higher incidence of abnormal cardiac function. Cardiac decompensation and death can appear many years after completion of the chemotherapy. These survivors require periodic evaluation of cardiac function. Our study consisted of a clinical and echocardiographic evaluation. The purpose was to evaluate the late cardiac effect on 72 subjects (12 +-5 years old). This study group was treated for childhood cancer with regime containing anthracyclines, and the average interval between the end of the treatrnent and the cardiac evaluation was 5+3 years. For correlations, a normal control group consisting of 75 normal subjects (10 +-6 years old) was selected. Some potential risk factors to cardiotoxicity such as: an age of less than five years at the time of treatmelÍt (2.8 +-1 years old); a time between the completion of the anthracycline therapy and the echocardiographic study more of than 5 years (7,4 +-2,5); a cumulative dose of anthracycline higher than 180 mg per square meter of body-surface area (273+-85 mg/m2 BSA), were investigated. Even though we couldn't identify.clinical abnormalities, significants differences in some Echocardiographic parametes between the Study Group and Control Group were observed: Ejection Fraction (p=0,1); Left Ventricular End-Systolic Wall Stress (WS) (p=0.001); Fractional Posterir-Wall Thickness (L\WP%) (p=0.001); .relation between WS and Velocity of Shortening (WSNS) (p=0.0001). The relation between some potential risk factors of cardiotoxicity and Echocardiographic parameters were analysed: an age of less than five years at the time of treatment was significantly correlated with PWT% (p=0,05); a higher cumulative dose of anthracycline was significantly correlated with the WSNS (p=0,026). A longer time between the completion of the anthracycline therapy and the echocardiographic study was not a risk factor for cardiac lesion in our study. These facts reveal a special population with significant alteration of Sistolic Wall Stress and contractility (measured as the stress-velocity index) specially when associated with an early age and a higher cumulative dose of anthracycline
Subject: Doxorrubicina
Daunorrubicina
Quimioterapia
Câncer
Câncer em crianças
Ecocardiografia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ANDRADE, Ana Cristina Oliveira. Contribuição ao estudo da função ventricular esquerda em pacientes tratados com antraciclinas, em remissão clinica de neoplasia na infancia, atraves do estudo eco-doppler-cardiografico. 1993. [78] f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/311570>. Acesso em: 18 jul. 2018.
Date Issue: 1993
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Andrade_AnaCristinaOliveira_M.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.