Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311525
Type: TESE
Title: Ultrafiltração modificada em pacientes submetidos a revascularização cirúrgica do miocárdio = avaliação de parâmetros clinicos e inflamatórios
Title Alternative: Modified ultrafiltration in patients undergoing coronary artery bypass grafting : evaluation of clinical and inflammatory
Author: Torina, Anali Galluce, 1981-
Advisor: Petrucci Junior, Orlando, 1966-
Junior, Orlando Petrucci
Abstract: Resumo:Introdução: A resposta inflamatória após a circulação extracorpórea (CEC) em cirurgia cardíaca colabora para o aumento de mortalidade e morbidade pós-operatória. A ultrafiltração modificada (UFM) foi descri ta como capaz de melhorar a função pulmonar, hemodinâmica e inflamatória na população pediátrica submetida a cirurgia cardíaca. Entretanto, isto não está bem documentado e definido em pacientes adultos. Objetivo: Avaliar o efeito da ultrafiltração modificada em pacientes adultos submetidos a revascularização cirúrgica do miocárdio sob o aspecto inflamatório e clínico com uso de CEC. Material e Método: Foram estudados 37 pacientes divididos em dois grupos: 17 pacientes no grupo controle e 20 pacientes no grupo UFM. Analisamos variáveis demográficas, hemodinâmicas, pulmonares e mediadores inflamatórios na indução anestésica, durante a operação e até 48 horas de pós-operatório em ambos os grupos. Resultados: Não houve diferença significativa entre os dois grupos quanto aos dados demográficos e nas variáveis hemodinâmicas estudadas. Observamos aumento do hematócrito no grupo UFM imediatamente após a ultrafiltração quando comparado com o grupo controle (P<0,05), contudo, esta diferença não se manteve até o final do período de observação. A resistência das vias aéreas diminuiu no grupo UFM durante o intraoperatório. Observamos menor sangramento pós-operatório (P<0,01) e menor necessidade de transfusão (P=0,01) no grupo UFM. Não foi observado diferença entre os grupos para a IL6, P-selectina, E-selectina. A I-CAM apresentou aumento no grupo UFM logo após a ultrafiltração (P< 0,01). O receptor do fator de necrose tumoral alfa II (receptor TNF-? II) mostrou elevação dos níveis séricos ao final de 48 horas de observação no grupo UFM. Conclusão: A UFM não demonstrou diferença entre os grupos em relação aos parâmetros hemodinâmicos, respiratórios e inflamatórios estudados. O UFM proporcionou menor sangramento pós-operatório e menor necessidade de transfusão de concentrado de hemáceas. A UFM demonstrou ser segura e sem complicações relacionadas, podendo ser útil para o manejo da volemia intraoperatória

Abstract: Introduction: The systemic inflammatory response after cardiopulmonary bypass in cardiac surgery increases mortality and postoperative morbidity. The modified ultrafiltration (MUF) has been described in children and has been shown improvements on pulmonary function, hemodynamics, and inflammatory response. However, in adults, the same benefits were not well documented. Objective: Assess the inflammatory response and clinical outcomes of the modified ultrafiltration in adults underwent elective coronary artery bypass graft surgery. Material and Methods: Thirty-seven patients were evaluated either into two groups: Control group without MUF (N=17) and MUF group (N=20) submitted to 15 minutes of modified ultrafiltration. The demographics, hemodynamics, pulmonary and inflammatory mediators at the induction of anesthesia, during operation and up to 48 hours postoperatively were evaluated. Results: The demographics data and hemodynamic variables were comparable in both groups. The hematocrit was higher in the MUF group immediately after ultrafiltration when compared the the control group (P <0.05). However, this difference was not steady by the end of the observation period. The airway resistance decreased in the MUF group right after the ultrafiltration. The MUF group showed lower postoperative bleeding (P <0.01) and lower requirements of blood units transfusion (P = 0.01). The IL-6, P-selectin, and Eselectin, were comparable in both groups. The I-CAM showed an increase in the MUF group after ultrafiltration (P <0.01). The tumor necrosis factor receptor II was higher by 48 hours of postoperative time in the MUF group. Conclusion: The MUF showed no differences between groups regarding hemodynamic, respiratory function, and inflammatory mediators. The MUF provided lower postoperative bleeding and lower requirements for red blood cells units transfusion. The MUF showed to be safe and without complications, and might be useful for the fluid management during the cardiac surgeries. We were unable to demonstrate a significant impact of MUF on the outcome of adults after coronary artery bypass grafting surgeries
Subject: Ultrafiltração
Sangue - Circulação extracorpórea
Citocinas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Torina_AnaliGalluce_M.pdf3.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.