Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311482
Type: TESE
Title: Visão subnormal : apresentação de um modelo de atendimento e caracterização das condições de diagnostico e tratamento em um serviço universitario do Brasil
Author: Carvalho, Keila Miriam Monteiro de, 1949-
Advisor: Kara-José, Newton, 1938-
Jose, Newton Kara
Abstract: Resumo: PROPÓSITOS: Descrição do SVSN-UNICAMP quanto aos aspectos assistenciais, educativos e reabilitacionais como contribuição a iniciativas semelhantes nas escolas médicas do Brasil. Analise dos resultados do SVSN-UNICAMP de 1982 a 1991. MÉTODOS: Para a descrição do SVSN-UNICAMP foi realizado um levantamento desde 1979, época de sua criação, observando sua ampliação em 1982 num serviço mais abrangente com a participação de equipe multidisciplinar e as sucessivas modificações que vem sofrendo até hoje. São descritas as características do serviço, os tipos de profissionais da equipe, os equipamentos disponíveis, sua capacidade de atendimento, a rotina de atendimento dos pacientes, os programas de orientação ao paciente, familia e escola e o preparo de pessoal. Para a análise dos resultados do SVSN-UNICAMP foram atendidos 836 casos no período de 1982 a 1991. Foram avaliados do ponto de vista de caracterização da população atendida, suas condições de diagnóstico e condutas adotadas para tratamento médico, educativo e reabilitacional. RESULTADOS: As crianças e jovens até t9 anos atendidos foram 56 % da população e os idosos acima de 60 anos foram 15,5%. Na faixa etária produtiva, de 20-59 anos de idade, apenas metade dos casos exercia atividade remunerada. Foram encontrados 2,6% dos casos na faixa etária de 7-14 anos de idade e ainda sem escolaridade devido à deficiência visual. O número de atendimentos especializados prévios foi muito pequeno sendo que 6,2% já haviam recebido prescrição de ama1io óptico, 5,4% já haviam realizado treinamento, 4,9% usaram efetivamente o aUXl1io prescrito e 1,8% haviam participado de programas de reabilitação. Houve grande demora na chegada dos casos ao SVSN, dificultando a reabilitação visual. O número de casos de VSN foi sete vezes maior que o de cegos na população atendida. O diagnóstico mais frequente foi corioretinite macular bilateral congênita com 27,4 % dos casos seguido por atrofia óptica com 11,7 %, degeneração senil de mácula com 9,4%, retinose pigmentar com 8,3% e catarata congênita com 7,8% dos casos. A telelupa foi prescrita para estudantes em 90 casos (65,2 % das prescrições de telelupa). Os auxilios para perto foram distribuidos pelas várias ocupações de modo equitativo. Baixa magnificação foi suficiente para a maioria dos casos sendo que 83 % dos auxilios prescritos foram de magnificação até 4 X de aumento. Recursos simples, pouco custosos e disponíveis no mercado nacional resolveram a maioria dos casos sendo significante a variação da acuidade visual antes e depois da prescrição dos auxílios telelupa, lentes asféricas, lentes esferoprismáticas e microscópicas. No seguimento foi observado que 16% não usavam os auxílios prescritos sendo os motivos falta de aquisição em 7,4%, rejeição em 7,4% e piora da acuidade visual em 1,2 % dos casos. Atribui-se o baixo número de rejeições às condutas educativas e reabilitacionais adotadas pela equipe multidisciplinar. CONCLUSÕES: Este trabalho mostra a criação de um serviço de VSN, a excelência de atendimento, sua adequação progressiva para atender a demanda crescente, a descrição condições da população usuária do SVSN-UNICAMP, suas características, de atendimento e necessidades advindas do tipo de problema apresentado, condutas adotadas. As recomendações finàis são em relação ao papel da universidade nos setores de atendimento, docência e pesquisa, sempre objetivando o bem estar da comunidade.

Abstract: PURPOSE: The purposes of this study are to describe the SVSN-UNICAMP in the assistencial, educative and rehabilitative' aspects as contribution to creation of similar services in University Medical Schools in Brazil and to analise the results of the medical attendances of the patients between 1982-1991.METHODS: The SVSN-UNICAMP is described since their begining in 1979, after transformed in an compreensive service with a multidisciplinary team in 1982 and the sucessive modifications until today. The Low Vision Service is described in respect the tecnical fundaments, the organization, the role of the professionals, the equipments, the optical and nonoptical aids, the instruction programs for the patient, the family and the school, the training programs for Medical students, Ophthalmology residents and medical assistants. To analise the results of the SVSN-UNICAMP we did a retrospective study of the 836 cases attended between 1982-1991. The low vision population is caracterized in respect to age, sex, age of perception of the problem, age of first ophthalmological examination, age of the exam at the SVSN-UNICAMP, previous low vision examination, condition considered primarily responsible for low vision, kind of low vision aids prescribed in relation to ocupational activity and school grade, improvement of visual acuity, educative and rehabilitative orientation programs. RESULTS: The children and young until 19 years of age were 56 % of the population and the ageing above 60 years of age were 15.5%. In the produtive age, between 20-59 years of age, only half received fimincial earn for the activity developed. We found 2.6% of the cases between 7-14 years of age still without school by the visual deficiency. The previous low vision examination was low and ocurred in 6.2 % for prescription of low vision aids, 5.4% for training of the use, 4.9% had effective use of the aids prescribed and 1.8% had received rehabilitative orientation programs. We detected a delay in visual rehabilitation. The low vision cases were almost 7 times more frequent than the blindness ca'ses. The most frequent diagnose was congenital bilateral macular corioretinitis presumible for toxoplasmose with 27.4 % of cases. Afier we found optic atrophy with 11.7%, agerelated macular degeneration with 9.4%, pigmentar retino se with 8.3% and congenital cataracts with 7.8 % of cases. The telescope was prescribed for students in 90 cases (65.2% of the telescopes prescribed). The near aids were distributed in the occupations categories equitative. Low magnifications were enough for the majority of cases beeing 83 % of aids prescribed unti14X magnification. Simple, inexpensive and nationallow vision aids were supplied for a high proportion of the cases. The variation of visual acuity before and after the low vision aids like telescopes, asferic, esferoprismatic and microscopics lenses was statistical significant. In the follow-up cases attended between 1989-1991 we found that 16% did not used the prescribed aids beeing the reasons lack of aquisition in 7.4 %, r~jection in 7.4 % and worst of visual acuity in 1.2 %. The low number of rejentions was due to the training programs with educative and rehabilitative managements adopted by the multidisciplinary team. CONCLUSION: This work shows the creation of a Low Vision Service in a University General Hospital, the excelent program developed, its progressive adequation to reality with crescent number of patients, the description of the low vision population, the caracteristics of the attendances with the medica!, educative and rehabilitative manegement. The final recomendations are about thé role of the University in attending the patient, teaching and training for Medical students and Ophthalmology residents and in research, always aiming the welfare community.
Subject: Distúrbios da visão
Cegueira
Hospitais universitários
Oftalmologia - Pesquisa
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1993
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carvalho_KeilaMiriamMonteirode_D.pdf3.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.