Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311465
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Sintomas osteomusculares, desempenho no trabalho e incapacidade em trabalhadores da enfermagem
Title Alternative: Musculoskeletal symptoms, work role and disability in nursing workers
Author: Souza, Ana Cláudia de, 1983-
Advisor: Alexandre, Neusa Maria Costa, 1954-
Abstract: Resumo: Os distúrbios osteomusculares são a principal causa de incapacidade e perda de produtividade no trabalho, merecendo destaque no cenário de adoecimento das mais diversas profissões. A literatura destaca os trabalhadores da enfermagem como grupo de risco para o desenvolvimento de sintomas osteomusculares. As afecções osteomusculares podem resultar em dor persistente e incapacidade para o trabalho. Dessa forma, os objetivos desse estudo foram investigar a ocorrência de sintomas osteomusculares em trabalhadores da enfermagem e sua associação com desempenho no trabalho e verificar, entre os indivíduos sintomáticos, a relação entre intensidade da dor e incapacidade. Participaram do estudo 301 sujeitos, com média de idade de 36 anos (DP±9,8), de ambos os sexos e de todos os turnos de trabalho, que compunham o quadro de técnicos e auxiliares de enfermagem de uma Instituição de Saúde, localizada no interior do estado de São Paulo. Inicialmente, os trabalhadores responderam uma ficha de caracterização sociodemográfica, ao Questionário Nórdico e ao Questionário de Avaliação do Desempenho no Trabalho. Aqueles que relataram sintomas ostemusculares em qualquer região corporal, nos últimos seis meses, responderam à Escala Numérica de Dor e ao Questionário de avaliação da incapacidade causada pela dor. Os dados foram submetidos à análise descritiva, de comparação e de correlação. Para comparar o desempenho no trabalho de indivíduos com e sem sintomas osteomusculares foi utilizado o Teste de Mann-Whitney e para correlacionar intensidade da dor e incapacidade, o Coeficiente de Correlação de Spearman. Verificou-se que dos 301 trabalhadores da enfermagem, 80,7% apresentaram sintomas osteomusculares em pelo menos uma região do corpo. Nos últimos seis meses houve maior ocorrência de dor ou desconforto nas regiões lombar (48,5%), torácica (47,5%), ombros (37,2%) e, nos últimos sete dias, a queixa mais freqüente foi dor lombar (27,3%). Quanto ao desempenho no trabalho de indivíduos sintomáticos, a pontuação média obtida foi menor para as demanda física, de plano de trabalho e de produção do que para as demandas social e mental. Quando os escores de sujeitos com sintomas osteomusculares foram comparados com os de assintomáticos, uma diferença significativa entre os dois grupos foi obtida para cada demanda do instrumento de Desempenho no Trabalho (p<0,05), exceto para a demanda social. Ao avaliar a intensidade da dor em indivíduos sintomáticos, verificou-se pontuação média de 4,5, considerada de média intensidade. Foram encontradas correlações significativas moderadas entre os escores de intensidade da dor e os domínios do Questionário de avaliação da incapacidade causada pela dor - Condição Funcional e Psicossocial (r=0,47) e escore total (r=0,50). Os resultados sugerem que os sintomas osteomusculares já estão interferindo na vida laboral desses trabalhadores

Abstract: Musculoskeletal disorders are the leading cause of disability and lost productivity at work, with emphasis on the setting of disease from various professions. The literature highlights the nursing workers as a group at risk for developing musculoskeletal symptoms. The musculoskeletal disorders can result in persistent pain and inability to work. Thus, the objectives were to investigate the occurrence of musculoskeletal symptoms in nursing workers and their association with work role functionning and verify, among symptomatic individuals, the relationship between pain intensity and disability. The study included 301 subjects, mean age was 36 years (SD±9.8), of both gender and all work shifts, which formed the framework of aides and technical nursing from a Health Institution, located in the state of Sao Paulo. Initially, the workers answered a sociodemographic form, the Nordic Questionnaire and the Work Role Functionning Questionnaire. Those who reported musculoskeletal disorders in any body region over the past six months, answered the Pain Numerical Scale and the Pain Disability Questionnaire. The data were submitted to descriptive analysis, comparison and correlation. To compare the work role of individuals with and without musculoskeletal disorders, was used the Mann-Whitney Test and to correlate the intensity of pain and disability of symptomatic individuals, the Spearman Correlation Coefficient. It was found that the 301 nursing workers, 80.7% had musculoskeletal symptoms in at least one body region. Over the past six months there was a higher occurrence of pain or discomfort in the low back (48.5%), upper back (47.5%), shoulder (37.2%) and for the past seven days, the most frequent complaint was low back pain (27.3%). In relation a work role of symptomatic subjects, the mean score obtained was lower for the physical demands, output demands and work scheduling demands than for social and mental demands. When the scores of the subjects with musculoskelestal disorders were compared to the scores of the asymptomatics, a significant difference between the two groups was obtained for each scale of the Work Role Functioning Questionnaire (p<0,05), except for the social scale. When assessing pain severity in symptomatic individuals, there was an average score of 4.5, considered a medium intensity. Significant correlations were moderate between the scores of pain intensity and demands of the Pain Disability Questionnaire - Functional and Psychosocial Status (r = 0.47) and total score (r = 0.50). The results suggest that the musculoskeletal symptoms are already interfering with the working life of these workers
Subject: Transtornos traumáticos cumulativos
Avaliação da capacidade de trabalho
Dor - Medição
Incapacidade
Saúde do trabalhador
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_AnaClaudiade_M.pdf7.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.