Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311451
Type: TESE
Title: Prevalencia de ansiedade, depressão e ideação suicida numa população de adolescentes gravidas
Author: Freitas, Gisleine Vaz Scavacini de
Advisor: Botega, Neury J. (Neury José), 1958-
Abstract: Resumo: A gravidez apresenta-se como a 1ª causa de internações em moças com idade entre 10 e 19 anos na rede SUS. Os estudos epidemiológicos feitos nesta população em nosso meio têm-se ocupado de aspectos demográficos, socio-econômicos e médicos das adolescentes, sem levar em consideração sua saúde mental. Este estudo teve como objetivos determinar a prevalência de depressão, ansiedade e ideação suicida em adolescentes grávidas, nos três trimestres da gestacão; verificar possíveis associações entre ideação com depressão, ansiedade, histórias de abuso sexual, de agressão fisica e de tentativa de suicídio anterior, intenção de engravidar, período gestacional, situação conjugal e apoio social; comparar casos e não - casos de depressão, de ansiedade e de ideação suicida, traçando o perfil sintomatológico das adolescentes. Trata - se de um inquérito populacional do tipo transversal, incluindo avaliação clínica, realizado em adolescentes que se encontravam em diferentes períodos gestacionais. A amostra foi composta por 120 adolescentes grávidas (40 de cada trimestre gestacional), com idades variando entre 14 e 18 anos, atendidas em serviço de pré-natal da Secretaria Municipal de Saúde de Piracicaba. Uma entrevista foi realizada, seguindo um questionário com seções sobre dados sociodemográficos, história gestacional, história pessoal e familiar. Quadros psicológicos de ansiedade e de depressão foram avaliados através da Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD) e também pela Entrevista Clínica Estruturada-edição revisada (CIS-R). A ideação suicida foi avaliada através da utilização da Escala de Ideação Suicida de Beck (BSI). A análise estatística utilizou os testes do Qui-quadrado, de Fisher e o teste U de Mann - Whitney, sendo considerado apenas os valores de p<0,05. Do total dos sujeitos, foram encontrados: 28 (23,3%) casos de ansiedade e 25 (20,8%) casos de depressão. Desses, 12(10%) tinham ansiedade e depressão. Ideação suicida ocorreu em 20 (16,7%) sujeitos. Não foram encontradas diferenças nas prevalências de depressão, ansiedade e ideação suicida nos trimestres gestacionais. Tentativa de suicídio anterior à gravidez foi relatada por 16 (13%) adolescentes. A gravidade da ideação suicida teve associação significativa com a presença de depressão (p=0,001), com estado civil solteira sem namorado (P=0,01) e baixo apoio social (p=0,001). Foram encontrados 60 (50%) casos de morbidade psiquiátrica não-psicótica derivada da aplicação da CIS-R. Os casos de ideação suicida apresentaram alta frequência dos seguintes sintomas: falta de concentração, ansiedade, depressão, preocupações, obsessões, idéias depressivas, fadiga e preocupações com o funcionamento do corpo. Conclusão: O grupo de adolescentes grávidas apresentou-se heterogêneo quanto à saúde mental. As idéias depressivas foram o sintoma comum para os casos de depressão, de ansiedade de ideação suicida e de tentativa de suicídio anterior. Os profissionais de saúde que trabalham com essa população devem estar atentos para identificar a presença de idéias depressivas, a fim de discriminar os casos que necessitam de especial acompanhamento na área de saúde mental

Abstract: Pregnancy is the main reason for the hospitalization, under the national health system (SUS), of 10 to 19 year old girls. The epidemiological studies conducted on this adolescent population have focused on demographic, socioeconomic and medica! aspects, without taking into consideration the mental health factor. The purpose of this study was to: determine the prevalence of depression, anxiety and suicidal tendencies among pregnant adolescents during the three gestational trimesters; verify the relationship between ideation and depression, anxiety, sexual abuse reports, physical aggression, previous suicidal attempts, premeditated pregnancy, gestational period, conjugal situation, social support; trace the symptomatologicalpro:fileof these adolescents by comparing cases of depression, anxiety and suicidal tendencies with non- cases. It was transverse study, which included a clinical assessment, of adolescents in different gestational phases. The sample consisted of 120 pregnant adolescents (40 individualsin each gestational trimester), who were between 14 to 18 years old and were attended at the MunicipalHealth Unit in Piracicaba. The participants were interviewed in accordance with the questionnaire set up on sociodemographic data, gestational history, personal and family history. The Hospital Anxiety and Depression Scale (HAD) and the Clinical lnterview Schedule -Revised (CISR) were used to assess psychological symptoms of anxiety and depression. Beck's Suicide ldeation Scale (BSI) was used to evaluate suicidal ideation. The statistical analysis was conducted using the Chi-square test, the Fisher test and the Mann-WhitneyU test and the significancevalue was p< 0.05. There were 28 cases ofanxiety (23,3%) and 25 cases ofdepression (20,8%) and of these 12 cases were of both anxiety and depression. There were 20 cases of ideation suicide (16,7%). During the gestational trimesters, there was no difference in the prevalence of depression, anxiety and ideation suicide. Previous suicidal attempts were made by 16 adolescents (13%). There was a significant relationship between the seriousness of ideation suicide and depression (p= 0.001), single individuais without boyftiends (p= 0.01), and very little social support (p= 0.001). The CIS-R was applied and 60 cases (50%) of non-psychotic psychiatric morbidity cases were detected. Cases of ideation suicide presented a high frequency of the following symptoms: lack of concentration, anxiety, depression, preoccupations, obsessions, depressive ideas, tiredness, and worries concerningbody functions. Conclusion: The group of pregnant adolescents showed heterogeneous results regarding mental health. The most common symptom of depression, anxiety, ideation suicide and previous suicide attempts was depressive ideas. The health professionals working with pregnant adolescents should observe them carefully, in order to detect the presence of depressive ideas so that they can immediatelyreceive a special follow up in the mental health area
Subject: Adolescência
Gravidez
Depressão
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freitas_GisleineVazScavacinide_M.pdf19.63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.