Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311428
Type: TESE
Title: Nofrolitotomia anatrofica simplificada
Author: Castilho, Lísias Nogueira
Advisor: Rodrigues Netto Junior, Nelson
Abstract: Resumo: Descrevemos uma sistematização simplificada da técnica de nefrolitotomia anatrófica no tratamento de 9 pacientes potadores de 12 unidades renais com calculo coraliforme, com idade média de 40 anos e proporção mulher/homem de 3,5:1. As principais modificações introduzidas em relação à técnica original de Smith e Royce (1968) são: 1- A não utilização de injeção vascular de corantes para definir os limites entre os lobos anterior e posterior do rim. 2- Clampeamentode todo o pediculo renal. 3- Abertura de todos os infundíbulos caliciais, estenóticos ou não. 4- A não realização de calicoplastias e calicorrafias na tentativa de melhorar a drenagem intra-renal. 5- Revisão da hemostasia após o desclampeamento vascular com parenquima ainda aberto. 6- A não utilização de derivação urinária. O tempo médio de seguimento foi de 16 meses e os resultados obtidos quanto a tempo de cirurgia (média de 204min.), tempo de isquemia ( média de 61 min.), transfusão de sangue (2 unidades em 9 pacientes), complicações (22%), litíase residual (11 %), litiase recorrente (zero), mortalidade (zero) e internação pós-operatória (média de 7 dias) são semelhantes aos de outros autores que empregam a técnica original.

Abstract: We describe a simplified sistematization of the anatrophic neprolithotomy technique in the treatment of 9 patients with 12 renal units with staghorn calculus, with an average age of 40 years and woman/man ratio of 3,5:1. The main changes introduced in relation to the original Smith and Boyce technique (1968) are: 1- Non-utilization of vascular injection of dyes in order to determine the limits between anterior and posterior renal segments. 2- Clamping of the whole renal pedicle. 3- Opening of all the calyceal infundibulum, stenotic or not. 4- Non-realization of calycoplasties or calyorrhaphies as an attempt to improve the intra-renal drainage. 5- Review of hemostasis after the release of the vascular clamp, prior to renal closure. 6- Non-utilization of urinary derivation. The average time of follow-up was 16 months and the final results referring to the time of surgery (average 204 min.), ischemic period (average 61 min.), blood transfusion (2 units for 9 patients), complications (22%), residual lithiasis (11%), recurrent lithiasis (zero), mortality (zero) and post-operatory stay (average 7 days) are similar to the results of other authors who practice the original technique.
Subject: Nefrologia
Rins
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1988
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Castilho_LisiasNogueira_M.pdf721.31 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.