Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311400
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Fatores moduladores do metabolismo de lipoproteinas de alta densidade : estudo em individuos com hiperalfalipoproteinemia e controles
Author: Alarcon, Samira Borges Kauss
Advisor: Faria, Eliana Cotta de, 1950-
Abstract: Resumo: Inúmeros estudos epidemiológicos demonstram uma forte associação inversa entre os níveis plasmáticos de lipoproteínas de alta densidade (HDL) e a doença coronariana aterosclerótica. Portanto o metabolismo de HDL tem sido amplamente estudado. Avaliamos fatores que modulam o metabolismo plasmático de HDL em indivíduos adultos que apresentam hiperalfalipoproteinemia moderada, definidos pelo seu nível de HDL-colesterol como igual ou acima do valor percentil 90 de uma população local analisada (n=1700), ou seja 68mg/dL. As lipoproteínas plasmáticas e as principais sub-frações de HDL (HDL2 e HDL3 -col e Tg) e as atividades das proteínas de transferência de lípides e das enzimas envolvidas no metabolismo das lipoproteínas plasmáticas foram determinadas. Quantificou-se as freqüências de doença cardiovascular e de fatores de risco para esta - dislipidemia, hipertensão arterial, tabagismo e história familiar positiva para doença arterial coronariana precoce, bem como as freqüências de fatores moduladores tais como idade, sexo, raça, consumo de álcool, a obesidade, a atividade física, a presença de menopausa e uso de hormônios na mulher. Os indivíduos deste estudo apresentaram o seguinte fenótipo sérico: aumento de colesterol total e de colesterol de HDL2 e HDL3, aumento de apo A-I e discreto aumento de LDL-colesterol. A atividade da lipoproteína lipase (LPL) foi 35% mais alta (3444±255, n=43 X 5301 ± 317, n=43; em controles e HALP, respectivamente) e a da lipase hepática (HL) 40% menor no grupo HALP(2370±231, n=43 X 1410±103, n=43; em controles e HALP, respectivamente). As atividades da proteína de transferência de fosfolípides (PL TP) e proteína de transferência de colesteril éster (CETP) foram similares em ambos os grupos. Em relação à presença de doença arterial coronariana e risco para esta, os grupos apresentaram freqüências semelhantes. A freqüência de atividade física foi mais alta no HALP. A regressão linear múltipla foi usada para avaliar o impacto das proteínas reguladoras sobre a HDL e suas sub-fraçães e dos fatores moduladores sobre estas proteínas. No HALP, HDL-col associou-se com o IMC (inverso), LPL e apo A-I; HDL2-col foi explicado pela apo A-I e LPL e o HD_-col associou-se com apo A-I e idade (inverso). A terapia de reposição hormonal explicou apo A-I e o uso de álcool, obesidade e álcool/obesidade (inverso), explicaram a atividade da LPL. A CETP foi influenciada pela raça (não branco) e a PL TP pela idade (inverso). A atividade física, menopausa e o uso de contraceptivo oral na mulher não explicaram as atividades das proteínas reguladoras. A modulação parcial das proteínas reguladoras sugere importante componente genético no metabolismo da HDL, em pacientes portadores de hiperalfalipoproteinemia moderada. Sugere-se que o fenótipo descrito não tenha caráter aterogênico

Abstract: Not informed
Subject: Lipase
Metabolismo
Lipoproteinas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Alarcon_SamiraBorgesKauss_M.pdf5.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.