Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311336
Type: TESE
Title: Estudo do sono em trabalhadores noturnos e realiação da ginastica laboral
Title Alternative: A study on night shift workers' sleep and stretch break
Author: Moreno, Evelin
Advisor: De Martino, Milva Maria Figueiredo, 1947-
Martino, Milva Maria Figueiredo de
Abstract: Resumo: O presente estudo analisou os efeitos da ginástica laboral nas queixas relativas ao sono do trabalhador noturno de uma empresa do setor de plástico da cidade de Sorocaba-SP. Os objetivos foram: verificar a presença de queixas relativas ao sono, comparar a qualidade subjetiva do sono, identificar o padrão habitual de sono dos sujeitos antes e após a realização da ginástica laboral. Esse estudo foi quantitativo e observacional. Instrumentos utilizados: Ficha de Identificação, Questionário de Sono, Diário do Sono, Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh e Questionário da Ginástica Laboral. O programa de ginástica laboral era composto por exercícios de alongamento, massagem e atividades lúdicas. Foram realizadas quarenta aulas, às 2ª, 4ª e 6ª feiras, durante três meses. As aulas tinham a duração de quinze minutos e cada exercício físico trinta segundos. A população estudada foi constituída por 17 trabalhadores do turno noturno, dez mulheres e sete homens; 41,1% pertenciam à faixa etária de 26 a 30 anos, 58,8% optaram por trabalhar nesse turno e 82,3% não pretendiam mudar de turno de trabalho. Resultados após a realização da ginástica laboral: melhora na qualidade do sono, alteração no padrão do sono, diminuição do tempo de latência para o sono e dos cochilos. A maior parte dos trabalhadores do turno noturno referiu melhora do seu bem-estar diário, do sono e do seu estilo de vida. Concluímos que a ginástica laboral associada a um programa de exercícios físicos pode diminuir os efeitos colaterais advindos do turno noturno

Abstract: The present study analyzed the effects of the stretch break on complaints associated to the sleep of night shift workers in a plastic manufacturing company in Sorocaba-SP. The purposes were: checking the existence of complaints associated to sleep, comparing the sleep subjective quality, identifying the habitual sleep pattern of the subjects before and after the participation in the stretch break program. This study was a quantitative and observational one. Instruments utilized: Identification card, Sleep Questionnaire, Sleep Diary, Pittsburgh Sleep Quality Index, and Stretch Break Questionnaire. The stretch break program was made by stretching exercises, massage and entertainment activities. Forty sessions were performed on Mondays, Wednesdays, and Fridays, for three months. The classes were fifteen minutes long when each exercise lasted for thirty seconds. The population studied was made of 17 night shift workers, 10 women and 7 men; 41,1% belonged to the 26 to 30 year old age bracket, 58,8% chose to work this shift and 82,3% have no intention to change shifts. Results after the workplace exercise sessions: Improvements in the sleep quality, sleep pattern alteration, decrease in the sleep latency time and number of naps. Most of the night shift workers reported an improvement in their daily well-being, sleep quality and life style. We concluded that stretch breaks, associated to a program of physical exercises, can decrease the side effects resultant from the night shift
Subject: Sono
Exercícios físicos
Trabalho noturno
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Moreno_Evelin_M.pdf1.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.