Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311330
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estresse em gestantes primíparas e múltiplas e sua correlação com o cronótipo
Title Alternative: Stress on women on their first or ulterior period of pregnancy, as well as its interrelation to the cronotype
Author: Gonçalves, Flavia Begali Lucas, 1986-
Advisor: De Martino, Milva Maria Figueiredo, 1947-
Martino, Milva Maria Figueiredo de
Abstract: Resumo: O estado gravídico é um período da vida da mulher que envolve inúmeras alterações físicas, hormonais, psíquicas e de inserção social decorrentes da interação mãe e feto. Em consequências destas alterações, os distúrbios do sono são manifestações comuns na gestação, mas que pode repercutir de forma negativa no trabalho, nas atividades do cotidiano e na qualidade de vida da gestante. Uma das implicações no habito de sono e o desenvolvimento do estresse materno, em condições adversas pode implicar na saúde da gestante e causar reações e desequilíbrios fisiológicos no desenvolvimento do feto. Este trabalho teve por objetivo analisar a presença dos índices e os sintomas referentes ao estresse e suas correlações com o cronótipo no período gestacional em primigestas e multigestas. Participaram desta pesquisa as gestantes que fizeram o acompanhamento do pré-natal nas Unidades Básicas de Saúde do Município de Machado - MG, num total de n=124. Os dados foram coletados no período de agosto de 2010. Foram utilizados três instrumentos para a coleta de dados: questionário para a coleta de informações pessoais e de condições de saúde, o Inventario de Sintomas de Stress de LIPP (1989) e o questionário de classificação do cronótipo de Horne & Östberg (1976). Os resultados da analise do cronotipo com as características individuais mostraram dados significativos para a idade por meio do teste do Qui-Quadrado de Pearson (p=0.0074), com o aumento da idade tendem a matutinidade. Nas gestantes multiparas, casadas e no 2o trimestre predominou o cronótipo matutino. Os dados apresentados na correlação do cronótipo e estresse as gestantes classificadas do tipo indiferente e o de maior índice de estresse. Para os sintomas físicos houve uma prevalência de estresse nas gestantes do segundo trimestre e psicológicos para as do primeiro trimestre gestacional. Os índices de estresse foram mais exacerbados nas gestantes multigestas que do nas primigestas. Embora indicassem maiores níveis de estresse, a diferença entre grupos não foi significativa

Abstract: The state is a period pregnant woman's life that involves many physical changes, hormonal, psychological and social integration resulting from the interaction between mother and fetus. In consequence of these changes, sleep disturbances are common manifestations in pregnancy, but that may reflect negatively in the workplace, in daily activities and quality of life of the mother. One of the implications the habit of sleep is the development of maternal stress, in adverse conditions may involve the health of the pregnant woman and cause physiological reactions and imbalances in the developing fetus. This study aimed to analyze the presence of indexes and symptoms related to stress and its correlation with chronotype during pregnancy in primiparous and multiparous. Participated in this study those who have made the monitoring of prenatal care in the Basic Health of the municipality of Machado - MG, a total of n = 124. Data were collected between August 2010 We used three instruments for data collection: questionnaire to collect information and personal health, the Inventory of Stress Symptoms LIPP (1989) and a questionnaire for chronotype Horne & Ostberg (1976). The results of the analysis of the individual traits chronotype data showed significant age through the Chi-square Pearson's test (p = 0.0074) with increasing age tend to the morning. In multiparous mothers, married and the second quarter predominated chronotype morning. The data presented in the correlation chronotype stress and women were classified regardless of the type is the most stress index. For the physical and psychological symptoms were a prevelenciain the first trimester. The stress levels were exacerbated inpregnan twomen in themultiparous than primiparous. While indicatin ghigher stress levels, the difference between groups was not significant
Subject: Estresse psicológico
Gestantes
Ritmo circadiano
Sono
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Goncalves_FlaviaBegaliLucas_M.pdf995.02 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.