Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311312
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Algumas formas de relacionamento em familias com adolescentes dependentes ou com uso abusivo de substancias psicoativas
Author: Plass, Angela Mynarski
Advisor: Knobel, Maurício, 1922-
Abstract: Resumo: A presente .pesquisa visa descrever e tentar compreender algumas formas de relacionamento que famílias com adolescentes dependentes ou com uso abusivo de substâncias psicoativas estabelecem entre seus membros. O método utilizado foi o método clínico. A técnica foi a entrevista, na qual considerei informações explícitas e também deduzi o significado implícito nos relatos dos membros, buscando algum conhecimento do funcionamento dessas famílias. Ao longo do trabalho percebi que cada família tem uma realidade única; entretanto, dentro da individualidade de cada grupo familiar, encontrei aspectos comuns à maior parte delas, os quais agrupei em cinco categorias que constituem os resultados. A primeira categoria diz respeito às características da relação mãe-bebê e nela identifiquei dificuldades. Na segunda categoria, papel da mãe, encontrei superproteção das mães, especialmente em relação ao filho dependente químico. Mas foi no contato com essas mães que percebi maior disponibilidade afetiva dentro do grupo familiar em relação ao dependente químico. A terceira categoria, papel do pai, se caracterizou por figuras paternas que se afastaram ou foram afastados de suas funções. Na quarta categoria, características do casal parental, observei que os casais tinham dificuldades conjugais anteriores ao desenvolvimento da dependência química dos seus filhos. E na quinta categoria, dinâmica familiar, surgiram dificuldades dos pais em estabelecer limites ao filho dependente químico, irmãos críticos com o dependente químico e situações familiares diversas que caracterizam uma condição destrutiva dentro do meio familiar. Nesta pesquisa concluí que as famílias desenvolvem formas de relacionamento que dificultam um desernvolvimento mais favorável de, seus membros e, em especial, do filho dependente químico

Abstract: The present research attempts to describe and understand some relationship patterns established within families with teenagers dependent on psycho activating substances or those who make heavy use of such drugs. The clinical method was used. The technique was the interview, in which I considered the explicit information - as well as the implicit meani'ngs in the accounts of the family members, gleaning some knowledge about the working structure of these families. As the research went on, I realized that each family has a unique reality. However, within the individuality of each family group I found aspects that most of them have in common, which I grouped into tive categories that form the results
Subject: Família
Adolescentes
Drogas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1996
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Plass_AngelaMynarski_D.pdf6.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.