Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311240
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Efeito da atorvastatina a de diacereína sobre a mortalidade e sinalização da insulina em ratos sépticos
Title Alternative: Effect of diacerhein and atorvastatin on survival and insulin resistance in septic rats
Author: Silva, Kelly Lima Calisto da, 1985-
Advisor: Saad, Mario José Abdalla, 1956-
Abstract: Resumo: Na sepse o sistema imune torna-se hiperativo, levando a excessiva produção de mediadores pró-inflamatórios. Tanto componentes bacterianos, como o LPS, quanto citocinas pro-inflamatórias resultantes da resposta imune, podem ativar mecanismos intracelulares associados à resistência à insulina, como a via IKK'beta'/NF'capa'B e a via da JNK. Hiperglicemia e resistência à insulina ocorrem durante a sepse, como consequência dos efeitos metabólicos da excessiva produção de mediadores pró-inflamatórios. Sabe-se que a resistência à insulina pode agravar ainda mais o quadro da sepse, todavia a manutenção da normoglicemia com a insulinoterapia reduz os índices de morbidade e mortalidade. Por esta razão, o objetivo do presente estudo foi investigar o efeito de fármacos (atorvastatina e diacereína) sobre a sobrevivência, sinalização inflamatória e, paralelamente, a sua ação sobre a via de sinalização da insulina em ratos com sepse induzida por peritonite. Nossos dados demonstram que os tratamentos com atorvastatina e diacereína aumentam a sobrevida, com um efeito benéfico sobre a sensibilidade à insulina, melhorando a sinalização da insulina dos animais sépticos. Ademais, os tratamentos reduziram a ativação de JNK e IKK e consequente expressão de citocinas pró-inflamatórias, e em paralelo reduziram estresse do retículo endoplasmático induzido pela sepse. Com isso, podemos sugerir que a restauração da sinalização da insulina demonstrada pela reativação da via PI3K/Akt induzida pelos tratamentos, desempenhou um papel fundamental no aumento da sobrevida na sepse. Neste contexto, acreditamos que a melhora na via de sinalização da insulina, induzida pelos tratamentos com atorvastatina e diacereína, em paralelo com uma atenuação da inflamação nos tecidos, pode ajudar a predizer a eficácia destes tratamentos na sepse

Abstract: During the onset of sepsis, the inflammatory system becomes hyperactive, and the persistent activating stimuli induce cells to produce excessive amounts of cytokines and mediators that lead to tissue damage. Both bacterial components and proinflammatory cytokines can directly activate pro-inflammatory pathways as IKK'beta'/NF'kappa'B and JNK that seem to be associated to disruption on insulin signaling. Hyperglycemia and insulin resistance occur during sepsis, as a consequence of the metabolic effects of stress hormone and cytokine production. Studies indicate that insulin resistance may aggravate sepsis. Furthermore, it was demonstrated that the maintenance of normoglycemia with insulin therapy reduces morbidity and mortality rates in sepsis. The aim of the present study was to investigate the effect of drugs (atorvastatin and diacerhein) on survival, inflammatory signaling and insulin signaling pathway in rat model of CLP-induced sepsis. Our data demonstrate that atorvastatin and diacerhein treatment improves survival in septic rats and this improvement is accompanied by a marked improvement in insulin sensitivity. Sepsis induced an increase in JNK and IKK/NF-'kappa'B activation, and blunted insulin-induced insulin signaling in liver, muscle and adipose tissue; atorvastatin and diacerhein reversed all these alterations in parallel with a decrease sepsis-induced endoplasmic stress reticulum and circulating levels proinflammatory cytokines. The improvement insulin signaling pathway through PI3K/Akt induced by treatments with atorvastatin and diacerhein, in parallel with a decrease in tissue inflammation, may play a central role in regulation of insulin signaling and survival in sepsis insult
Subject: Sepse
Inflamação
Citocinas
Anti-inflamatórios
Resistência à insulina
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SILVA, Kelly Lima Calisto da. Efeito da atorvastatina a de diacereína sobre a mortalidade e sinalização da insulina em ratos sépticos. 2012. 103 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/311240>. Acesso em: 20 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_KellyLimaCalistoda_D.pdf12.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.