Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311198
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Mario Eduardo Costa Pereirapt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicaspt_BR
dc.format.extent316 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeTESEpt_BR
dc.titleDo delirante ao ficcional : um estudo sobre a situação psicanalitica em um caso de paranoiapt_BR
dc.contributor.authorFreire, Joyce Marly Gonçalvespt_BR
dc.contributor.advisorPereira, Mario Eduardo Costa, 1961-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Ciências Médicaspt_BR
dc.subjectPsicosespt_BR
dc.subjectTranstornos paranoidespt_BR
dc.subjectPsicanálisept_BR
dc.subjectEscritapt_BR
dc.description.abstractResumo: Esta pesquisa consiste em um estudo psicanalítico a respeito de uma paciente paranóica atendida no Ambulatório de Psicoterapia Psicanalítica. Considera-se que sua paranóia não pode ser separada de sua produção literária e gráfic~ pois elas estão entranhadas umas nas outras. Depara-se, então, no decorrer do trabalho, com a seguinte questão: por que a escrita, tão essencial à paciente, não fora suficiente para conter o desdobramento de seus conteúdos psicóticos? O lugar proeminente da escrita na vida dessa paciente exige algumas reflexões a respeito da conceitualização da escrita na metapsicologia fteudiana - o traço, o rastro, a escrita constitutiva da memória do inconsciente. Assim, o método desta pesquisa é dado pelas relações entre a memória e a escrita psíquica, pois elas trazem à cena as questões da fala e da imagem, de forma que a linguagem escrita e falada na psicanálise não escapa do. valor essencial do sonho como paradigma para o tratamento: este é o modelo da memória infantil. Ao se nomear esta pesquisa como "Do delirante ao ficcional: um estudo sobre a situação psicanalítica em um caso de paranóia", considera-se o tratamento de Lia como uma construção de lugares nos quais a escrit~ em constante movimento, desloca-se e, permeada pela sonoridade da voz de um outro na transferência, pode ser concebida no terreno da ficção. Formula-se que com a escrita a paciente busca dar voz ao que era mudo dentro de si. Nos aportes transferenciais, a pulsão da voz efetivada pela leitura de um outro - o leitor - encontra seu lugar nesta pesquisa. Para pensar sobre esta questão, toma-se como modelo o imprescindível leitor da escrita de Freud. Considera-se, então, que a produção escrita da paciente softe uma transformação subjetiva na situação analítica na qual a materialidade da voz do leitor faz-se presentept
dc.description.abstractAbstract: This research consists of a psychoanalytical study regarding a paranoid patient assisted at the Clinic of Psychoanalytical Psychotherapy. Her paranoia is considered to be inseparable ftom her literary and graphic productions because they are intrinsica11yinvolved in one another. Along the work we come across the following question: why was her writing, which is so essential to the patient, not enough to contain the unfolding of her psychotic contents? The prominent place ofthe writing in the patient's life demands some reflections regarding the conceptualization of the writing in the Freudian metapsychology - the Une, the trace, the constituent writing of the unconscious's memory. Thus the method of this research is given by the relationships between the memory and the psychic writing, because they bring to the scene the issues of speech and image, so that the written and spoken language in the psychoanalysis do not escape :&omthe essential value of the dream as paradigm for the treatment: this is the model of the infantilememory. Naming this research "From the deUriousto theficcional: a study about the psychoanalytic situation in a case of paranoia", Lia's treatment is considered a construction of places where the writing, in constant movement, shifts and, permeated by the sonority of somebody else's voice in the transfer, can be undestood in the realm of fiction. It is formulated that, with the writing, the patient wants to give voice to what was mute inside her. In the transferencial contributions the pulsion ofthe voice executed by the reading of the "other" - the reader - finds its place in this research. To think about this subject, the indispensable reader of Freud's writing is taken as model. It is considered, then, that the patient's written production suffers a subjective transformation in the analytical situation in which the materiality of the reader's voice is made presenten
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2004pt_BR
dc.identifier.citationFREIRE, Joyce Marly Gonçalves. Do delirante ao ficcional: um estudo sobre a situação psicanalitica em um caso de paranoia. 2004. 316 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/311198>. Acesso em: 3 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelDoutoradopt_BR
dc.description.degreedisciplineSaude Mentalpt_BR
dc.description.degreenameDoutor em Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameCeleri, Eloisa Helena Vallerpt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameJunior, Nelson da Silvapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameBanzato, Cláudio Eduardo Müllerpt_BR
dc.date.defense2004-08-20T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-08-04T00:37:19Z-
dc.date.accessioned2018-08-04T00:37:19Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-04T00:37:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Freire_JoyceMarlyGoncalves_D.pdf: 18552315 bytes, checksum: 04dedf52ea8df2f3b90152c75ffb582b (MD5) Previous issue date: 2004en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311198-
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freire_JoyceMarlyGoncalves_D.pdf18.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.