Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311135
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Defeitos de desenvolvimento do esmalte em dentes deciduos de crianças nascidas pre-termo e com baixo peso
Title Alternative: Developmental defects on enamel in deciduous teeth of preterm and low birthweight infants
Author: Franco, Katia Maria Dmytraczenko
Advisor: Moura-Ribeiro, Maria Valeriana Leme de, 1935-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo observacional com grupo controle foi: a) verificar a presença de defeitos de desenvolvimento do esmalte (DDE) em dentes decíduos de crianças nascidas pré-termo (PT) e com baixo peso, e um grupo controle de nascidos a termo e com peso normal; b) investigar possíveis fatores etiológicos pré-natais e neonatais associados à presença dos DDE; c) situar as hipoplasias, de acordo com sua localização, como pré-natais ou pós-natais, segundo tabelas de cronologia de mineralização. Cada grupo foi formado por 61 crianças, examinadas entre 18 ¿ 35 meses de idade; todas nascidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher ¿ Universidade Estadual de Campinas. Foi adotado o critério da FDI para a avaliação odontológica. Os dados da história médica foram colhidos retrospectivamente do prontuário do hospital. A análise estatística dos dados foi realizada através dos testes de Mann-Whitney, qui-quadrado e exato de Fisher. A freqüência encontrada entre pré-termos foi 57.4% de DDE, 52.5 % de opacidades e 21.3 % de hipoplasia. No grupo controle, 24.6% apresentaram DDE, 24.6% tiveram opacidades e 3.3%, hipoplasia. Os DDE estiveram significativamente associados com o nascimento PT e com baixo peso (p <0.001). Após a regressão logística multivariada, a apnéia permaneceu como a variável mais associada aos DDE. Pode-se concluir que crianças nascidas PT e com baixo peso apresentaram maior prevalência de DDE que aquelas nascidas a termo e com peso normal. O fator neonatal apnéia teve associação significativa com DDE. No entanto, cumpre ressaltar que utilizando os DDE como marcadores biológicos, estes defeitos localizados na porção de esmalte formado no período pré-natal indicam uma agressão sistêmica ocorrida neste período. Existem muitos aspectos a serem considerados na prematuridade ou no recém-nascido submetido a um processo hipóxico-isquêmico. Os DDE, utilizados como marcadores biológicos, podem ser um dado a mais na compreensão dos fatores sistêmicos envolvidos na prematuridade ou na lesão do SNC e suas conseqüências

Abstract: The purpose of this observational study with control group was: a) verify the presence of developmental enamel defects (DDE) in deciduous teeth of infants born preterm (PT) and with low birthweight and in a control group of infants born full term and with normal birthweight; b) investigate possible prenatal and postnatal etiologic factors associated with DDE; c) classify hypoplasias according to their location as prenatal or postnatal, following mineralization tables. Each group was formed by 61 children, examined between 18 and 35 months of age; all born at the Center for Integral Assistance to Women¿s Health ¿ State University of Campinas. FDI criteria were followed for dental examination. Medical data was collected retrospectively from hospital records. The statistic analysis was performed with the Mann-Whitney, chi-square and Fisher¿s exact test, wherever appropriate. Among preterms, 57.4% had some type of DDE, 52.5 % had opacities and 21.3 % presented hypoplasia. Among full terms, 24.6% presented DDE, 24.6% had opacities and 3.3% had hypoplasia. DDE were significantly associated with preterm birth and low birth weight (p< 0.001). After the multivariate logistic regression, apnea remained as the variable most strongly associated with DDE. Concluding, infants born preterm and with low birthweight presented a higher prevalence of DDE than those born full term and with normal birth weight. The neonatal variable apnea presented a statistically significant association with DDE. Nevertheless, using DDE as biological markers, the defects observed in the tooth enamel formed during the neonatal period indicate that a systemic insult occurred in this period. There are many aspects that must be considered in prematurity and in infants that suffered hypoxic ischemic insults. DDE, used as biological markers, may be an additional element in the study of the variety of factors involved in prematurity or insults to the Central Nervous System and its consequences
Subject: Hipoplasia do esmalte dentário
Apneia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FRANCO, Katia Maria Dmytraczenko. Defeitos de desenvolvimento do esmalte em dentes deciduos de crianças nascidas pre-termo e com baixo peso. 2007. 85f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/311135>. Acesso em: 8 ago. 2018.
Date Issue: 2007
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Franco_KatiaMariaDmytraczenko_M.pdf2.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.