Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311133
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Controle postural precoce em crianças nascidas pre-termo e a termo
Author: Gaetan, Eliane da Silva Mewes
Advisor: Moura-Ribeiro, Maria Valeriana Leme de, 1935-
Moura-Ribeiro., Maria Valeriana Leme de
Abstract: Resumo: o objetivo deste estudo foi avaliar a evolução do controle postural nos seis primeiros meses de idade em crianças nascidas pré-termo a termo, saudáveis. Todas as crianças nasceram no Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná, sendo a coleta de dados realizada no período de maio de 1997 e novembro de 1999. Foi realizado estudo longitudinal de um grupo de crianças nascidas com idade gestacional inferior a 32 semanas (29s3d; ±1s4d) (média; DP); um grupo com idade gestacional entre 32 e 36 semanas (33s5d ±1s2d); e um grupo de crianças com idade gestacional entre 38 e 41 semanas (39s3d; ±1s). Utilizou-se a avaliação motora dos Níveis de Habilidades de Chailey para as posições supina, prona, sentado e em pé, observando-se as posições e movimentos dos segmentos corporais, a relação entre eles, e com descarga de peso. As avaliações ocorreram aos 15 dias e no 1°., 2°., 3°., 4°., 5°. e 6°. mês de idade, sendo a idade gestacional da criança pré-termo corrigida para 40 semanas. A presença de alguns fatores intraparto, neonatais e comportamentais, e de algumas afecções foi estatisticamente significativa entre os grupos. O estudo estatístico transversal, considerando-se as 38 crianças avaliadas, distribuídas em três grupos, mostrou diferença significativa, utilizando-se o teste de Kruskal-Wallis, na posição em pé, entre o grupo de crianças com idade entre 32 e 36 semanas e o grupo de crianças a termo, no 4°. e 5°. mês. O estudo estatístico longitudina, considerando-se as 24 crianças que não faltaram em nenhuma avaliação e as crianças pré-termo agrupadas, mostrou diferença significativa, utilizando-se Análise de Variância nas seguintes situações: na posição prona, no grupo de crianças pré-termo, entre as avaliações de 15 dias e 1°.mês, 2°. e 3°. mês, 3°. e 4°. mês, 4°. e 5°. mês e 5°. e 6°. mês, e no grupo de crianças a termo, nas avaliações entre 15 dias elo. mês, 1°. e 2°. mês, 2°. e 3°. mês, 3°. e 4°. mês, 4°. e 5°. mês e 5°. e 6°. mês; na posição sentado, entre os grupos, indicando que o grupo de crianças pré-termo apresenta em média resultados inferiores aos do grupo de crianças a termo; na posição em pé, entre os dois grupos no 4°. e 5°. mês, dentro do grupo de crianças pré-termo, entre as avaliações do 3°. e 4°. mês e 5°. e 6°. mês, e no grupo de crianças a termo, nas avaliações entre 3°. e 4°. mês. Ficou demonstrado que o desenvolvimento do controle postural precoce nos primeiros seis meses de idade evolui de forma seqüencial para crianças pré-termo e a termo, no entanto, mais lentamente para as primeiras, e que nas avaliações dos níveis de habilidades há relação entre as posições supina e prona e a posição sentado, e entre esta e a posição em pé

Abstract: The objective of this study was to evaluate the development of early postural control in healthy infants bom preterm and at term, during the six first months of age. They were ali bom at Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná, and data were collected ITom May 1997 to November 1999. A longitudinal study was performed with a group of infants bom with gestational age below 32 weeks (29w3d; ± 1w4d) (mean; SD); a group of infants with gestacional age between 32 and 36 weeks (33w5d; ±1s2d); and a group of infants bom with gestational age between 38 and 41 weeks (39w3d; ± 1w). The Chailey Levels of Ability assessment was used to evaluate the supine, prone, sitting and standing positions, observing the positions and movements of the body segments and their relationship with the weight bearing. Evaluations took place at 15 days, and in the 1st.,2nd.,3rd.,4th.,5th.and 6th.month of age; the gestational age of the preterm infant was corrected for 40 weeks. The presence of some interdelivery, neonatal and behavioral factors and diseases was statistically significant among the groups. The transversal statistical study, involving 38 infants, distributed into three groups, showed a significant difference, using the Kruskal- Wallis test for the standing position, between the group of preterm infants with gestacional age between 32 and 36 weeks and the group of at terro infants, in the 4th.and 5th.month of age. The longitudinal statistical study, considering 24 infants that never missed an evaluation and the preterm infants grouped showed significant difference, using the Analysis ofVàriance in the following situations: prone position with the group of preterm infants, between evaluations carried out at 15 days and 1st.month, 2nd.and 3rd.month, 3rd. and 4th.month, 4th.and 5th.month and 5th.and 6th.month, and group of at terro infants, in the evaluations carried out between 15 days and the 1st.month, the 1st.and 2nd.month, the 2nd.and 3rd.month, the 3rd.and 4th.month, 4th.and the 5th.month and 5th.and 6th.month; sitting position, indicating that the preterm group showed, in average, inferior results to those for the at term group; standing position, between the two groups at the 4th.and 5th. month, and within the group of preterm infants, in the evaluations carried out between the 3rd.and 4th.month and the 5th. and 6th. month and the at term group in the evaluations between the 3M.and 4th.month. Results ITomthis study demonstrated that early postural control during the first six months of age developed sequentially in preterm and at term infants, however, slower in the former. The Chailey Levels of Ability assessment showed that there was a relationship between the lying (supine and prone) and the sitting positions, and between the sitting and the standing positions
Subject: Prematuro
Atividade física
Capacidade motora nas crianças
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gaetan_ElianedaSilvaMewes_D.pdf8.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.