Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311132
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Testes dicoticos verbais e não-verbais em crianças com doença cerebrovascular
Author: Elias, Karla Maria Ibraim da Freiria
Advisor: Moura-Ribeiro, Maria Valeriana Leme de, 1935-
Abstract: Resumo: o presente estudo em doença cerebrovascular (DCV) teve por objetivo caracterizar a habilidade de atenção seletiva em crianças e adolescentes a partir da aplicação de testes auditivos dicóticos com estímulos verbais e não-verbais. Foram incluídos pacientes com DCV de comprometimento unilateral e episódio único confirmados pela avaliação clínica neurológica e exames de imagem como tomografia computadorizada e/ou ressonância magnética cerebral. Todos foram acompanhados desde a fase aguda da doença e apresentavam sensibilidade auditiva, habilidades de linguagem, nível de atenção e função cognitiva compatíveis com as tarefas exigidas, confirmados por avaliação fonoaudiológica e neuropsicológica. Foram avaliadas 13 crianças de ambos os sexos (7 meninos) com idades entre 7 e 16 anos, grupo propósito (GP), durante a realização de tarefas de integração e separação binaural. Os resultados foram pareados com grupo controle (GC) formado por crianças destras, do mesmo sexo, idade e nível sócio-econômico do GP. Os testes aplicados foram o dicótico não-verbal de escuta direcionada e os verbais, consoante-voga~ dicótico de dígitos e de dissílabos alternados (Staggered Spondaic Word Test/SSW). Foi possível constatar no teste não-verbal de escuta direcionada assimetria de respostas entre as orelhas direita e esquerda na etapa de atenção livre, e dificuldade em focalizar a atenção. para a orelha solicitada nas etapas de atenção direcionada. No teste consoantevogal foi constatada direção variável da assimetria perceptual na etapa de atenção livre e, dificuldade em dirigir a atenção para a orelha solicitada nas etapas de atenção direcionada. No teste de dígitos e de dissílabos alternados foram constatadas alterações ipsilaterais, contralaterais ou bilaterais em relação ao hemisfério acometido pela DCV

Abstract: The aim of the present study in cerebrovascular disease (CVD) was to characterize the ability of selective attention in children and adolescents by using verbal and nonverbal dichotic auditory tests. The patients inc1uded were the ones who had suffered unilateral CVD without recurrent events confmned by the neurological evaluation and computadorized tomography and/or magnetic resonance. AlI of them were followed up since the acute phase and they showed normal auditory sensitivity, speech-language abilities, attention and cognitive function as demonstrated by audiologica~ neuropsychological and speech-language assessment. Thirteen subjects ranging ftom 7 to 16 years old constituted the CVD group and wereevaluated during binaural separation and integration tasks. The results were compared with control group constituted by right-handed children at the same age, sex and socioeconomic leveI. The employed procedures were the following: dichotic nonverbal test, consonant-vowe~ dichotic digits and staggered spondaic word test / SSW.The analysis of the results obtained in the dichotic nonverbal test revealed that there was asymmetry of answers in the stage of ftee recall and impairments of directing the attention to the requested ear. In the dichotic consonant-vowel test there was a great variability of ear advantage and impairments of directing the attention to the requested ear. In the dichotic digits test and SSW there were ipsilatera~ contralateral and bilateral impairments
Subject: Percepção auditiva
Neurologia infantil
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Elias_KarlaMariaIbraimdaFreiria_M.pdf9.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.