Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311106
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Análise espacial da epidemia de dengue em Campinas/SP no ano de 2007
Title Alternative: Spatial analyze of dengue fever epidemic in Campinas, state of Sãulo, Brazil 2007
Author: Malavasi, Heloísa Girardi
Advisor: Donalisio, Maria Rita, 1957-
Cordeiro,, Maria Rita Donalisio
Abstract: Resumo: A dengue é uma das arboviroses de maior importância em Saúde Pública. Na atualidade, os conglomerados urbanos e o modus vivendi da população favorecem a manutenção de criadouros do vetor, Aedes aegypti. Diante da complexidade do controle do vetor, a vigilância epidemiológica para detecção precoce de casos é de fundamental importância para a prevenção de epidemias de grandes proporções. Esta pesquisa visa estudar a distribuição espacial do risco de dengue no município de Campinas/SP no período de janeiro a dezembro de 2007. Para tanto, foi calculado (em cada quadrissemana epidemiológica do período) o risco relativo espacial de dengue por meio de modelo aditivo generalizado em desenho de estudo caso-controle. Foram georreferenciados todos os casos de dengue autóctones notificados e confirmados entre janeiro e dezembro de 2007 no município, segundo endereço de residência. Os controles foram gerados de amostra representativa da distribuição populacional com base no censo do IBGE. Os mapas gerados mostraram a evolução temporal e a distribuição da dengue no território, evidenciando as áreas de maior risco, que coincidem com aquelas de maior circulação de pessoas e com carência de infraestrutura no município. Os resultados apontam para a importância do papel do ponto de risco como modulador do risco da doença no início da transmissão. O método utilizado mostrou-se adequado para a identificação de áreas de risco, onde a ação do poder público deve ser ágil e constante

Abstract: Dengue fever is an arboviruse of great importance in public health. Currently, he urban population modus vivendi favors transmission and maintenance of breeding sites of the vector, Aedes aegypti. Given the complexity of vector control, epidemiological surveillance for early case detection is of fundamental importance for the prevention of outbreaks of major proportions. This research aims to study the spatial distribution of the risk of dengue in the city of Campinas from January to December 2007. Spatial relative risk of dengue fever was calculated for each four weeks in Campinas using generalized additive model in a case-control study. All reported and confirmed autochthonous dengue fever cases of residents in the municipality were geocoded, while controls were generated from a representative sample of the population of Campinas based on IBGE census. Maps show the temporal evolution and spatial distribution of dengue fever risk on the territory. Highest risk areas coincide with those of greater movement of people and lack of infrastructure in the municipality. The method was suitable for identifying risk areas, in which government's actions should be efficient and constant
Subject: Dengue
Geoprocessamento
Epidemiologia
Análise espacial
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MALAVASI, Heloísa Girardi. Análise espacial da epidemia de dengue em Campinas/SP no ano de 2007. 2011. 118 p. Dissertação (mestrado) Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/311106>. Acesso em: 17 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Malavasi_HeloisaGirardi_M.pdf13.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.