Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310998
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Maria Inês Monteiropt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.format.extent84 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleSaúde do homem = capacidade para o trabalho e estilo de vida entre trabalhadores de um mercado hortifrutigranjeiro em Campinas-SPpt_BR
dc.title.alternativeMen's health : work ability and lifestyle among workers in a market fruit and vegetable market in Campinas-SPpt_BR
dc.contributor.authorManzoli, Stênio Trevisan, 1985-pt_BR
dc.contributor.advisorMonteiro, Maria Inês, 1957-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Enfermagempt_BR
dc.subjectSaúde do trabalhadorpt_BR
dc.subjectHomenspt_BR
dc.subjectPromoção da saúdept_BR
dc.subjectCondições de trabalhopt_BR
dc.subject.otherlanguageOccupational healthen
dc.subject.otherlanguageMenen
dc.subject.otherlanguageHealth promotionen
dc.subject.otherlanguageWorking conditionsen
dc.description.abstractResumo: Estudos comparativos entre homens e mulheres têm comprovado o fato de que os homens são mais susceptíveis a doenças, sobretudo às enfermidades graves e crônicas, e que morrem mais precocemente que as mulheres. Muitos agravos poderiam ser evitados caso os homens realizassem, com regularidade medidas de prevenção primária. A Central de Abastecimento de Campinas S.A. (CEASA Campinas) é o quarto maior entreposto de abastecimento do Brasil, em volume de comercialização de hortifrutigranjeiros, sendo a maioria de seus trabalhadores do sexo masculino. Os objetivos deste estudo foram identificar o perfil sociodemográfico, condições de saúde, capacidade para o trabalho e estilo de vida de homens atuantes em um mercado hortifrutigranjeiro. Estudo descritivo com abordagem quantitativa realizado em um entreposto comercial na cidade de Campinas-SP, com 200 trabalhadores do sexo masculino que aceitaram participar da pesquisa. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas e foram utilizados os seguintes instrumentos: Índice de Capacidade para o Trabalho, Questionário com Dados Sociodemográficos, Estilo de Vida, Aspectos de Saúde e Trabalho - QSETES e escala de estresse. Posteriormente, foi construído um banco de dados e realizadas análises descritivas e testes estatísticos. A amostra apresentou idade média de 36,8 (DP 12,1) anos, variando de 18 a 77. A maioria dos entrevistados era casada ou vivia com a companheira (67%), tinha filhos (72%), praticava atividades físicas (54%) e atividades de lazer (97,5%). Em relação aos aspectos de trabalho, parte dos entrevistados relatou trabalhar em posições cansativas (90%), realizar movimentos repetitivos (94,5%) e considerava o trabalho estressante (75%). Os entrevistados apresentaram valores médios de Índice de Capacidade para o Trabalho de 43,7 (DP 3,9) - variando de 31 a 49) que os caracterizavam com boa capacidade para o trabalho. A média da capacidade atual de trabalho foi de 8,2 (DP 1,5) pontos. O Programa de Saúde do Homem é um desafio no intuito de proviipor estilos de vida mais saudáveis, aproximando o homem com maior precocidade dos serviços de atenção em saúde. Tendo em vista que os resultados analisados mostraram condições de vida e trabalho nem sempre favoráveis a saúde dos homens, é necessário que sejam discutidas políticas de prevenção de doenças e promoção de saúde específicas para essa categoria profissional. Aproximar os homens dos serviços de atenção primária a saúde, continua sendo um desafio que demanda intervenções do empregador, dos profissionais de saúde e, principalmente, da conscientização dos trabalhadores envolvidos. Linha de Pesquisa: Trabalho, Saúde, Educaçãopt
dc.description.abstractAbstract: Comparative studies between men and women have proven the fact that men are more susceptible to disease, especially the chronic and serious illnesses, and die earlier than women. Many injuries could be avoided if men perform on a regular primary prevention measures. The Central Supply SA de Campinas (Campinas CEASA) is the fourth largest warehouse supply from Brazil in volume of trade in fresh produce, the majority of its male workers. The objectives of this study were to identify the sociodemographic, health, work ability and life style of men working in a market fruit and vegetable market. Descriptive study with quantitative approach carried out in a commercial warehouse in the city of Campinas-SP, with 200 male workers who agreed to participate. Data collection was conducted through interviews and used the following instruments: Work Ability Index; and Social and Demographic Data Questionnaire, Lifestyle, Aspects of Health, Labour and stress scale - QSETES. Later, a database was built and analyzed with descriptive and statistical tests. The sample mean age was 36.8 (SD 12.1) years, ranging from 18 to 77. Most respondents were married or living with partner (67%) had children (72%) practiced physical activities (54%) and leisure activities (97.5%). Regarding aspects of work, part of the respondents reported working in tiring positions (90%), performing repetitive movements (94.5%) and considered the stressful job (75%). Respondents had mean index of the Work Ability of 43.7 (SD 3.9) - ranging from 31 to 49) that characterized them with good work ability. The average capacity of the current work was 8.2 (SD 1.5) points. The Human Health Programme is a challenge in order to offer more healthy lifestyles, approaching the man with the earliest of health care services. Considering that the analyzed results showed conditions of life and work are not always favorable to men's health, they must be discussed policies for disease prevention and health promotion specific to this profession. Bringing the men from the services of primary health care remains a challenge that demands action by the employer, health professionals, and especially the awareness of workers involveden
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2011pt_BR
dc.identifier.citationMANZOLI, Stênio Trevisan. Saúde do homem = capacidade para o trabalho e estilo de vida entre trabalhadores de um mercado hortifrutigranjeiro em Campinas-SP. 2011. 84 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/310998>. Acesso em: 18 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineEnfermagem e Trabalhopt_BR
dc.description.degreenameMestre em Enfermagempt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameRobazzi, Maria Lucia do Carmo Cruzpt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameCorrêa Filho, Heleno Rodriguespt_BR
dc.date.defense2011-07-07T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-08-18T22:44:54Z-
dc.date.accessioned2018-08-18T22:44:54Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-18T22:44:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Manzoli_StenioTrevisan_M.pdf: 1270659 bytes, checksum: aebde65585437c9ba732613fc37164c2 (MD5) Previous issue date: 2011en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310998-
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Manzoli_StenioTrevisan_M.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.