Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310994
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Promoção da saúde e capacidade para o trabalho de mulheres trabalhadoras de uma central de abastecimento
Title Alternative: Health promotion and work ability for women workers of a central supply
Author: Vedovato, Tatiana Giovanelli, 1975-
Advisor: Monteiro, Maria Inês, 1957-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a capacidade para o trabalho, aspectos de saúde e condições de trabalho para intervir, por meio da promoção da saúde, de mulheres que atuavam na Central de Abastecimento Hortifrutigranjeiro de Campinas, São Paulo. Trata-se de um estudo de intervenção de delineamento quase-experimental, realizado com amostra intencional de 48 mulheres, que atuavam em diversas empresas e na administração da Ceasa Campinas. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas pré e pós-intervenção e a intervenção ocorreu por meio de orientações e distribuição de "folders? às mulheres participantes, no local de trabalho. Foram utilizados os seguintes instrumentos: questionário com dados sociodemográficos, estilo de vida e aspectos de saúde e trabalho, Índice de Capacidade para o Trabalho, Questionário de fadiga, Escala de Sonolência de Epworth, Escala de Karolinska e Análise Ergonômica do Trabalho. A análise dos dados foi realizada por meio de testes estatísticos pelo programa SAS e o nível de significância considerado nesta análise foi de 5%. A maioria das mulheres era casada, com filhos, boa escolaridade, com ensino médio completo e média de idade de 40 anos. A dupla jornada de trabalho estava presente para a maioria delas. Quanto ao estilo de vida apresentavam tabagismo, ingestão de bebidas alcoólicas e sedentarismo. O aspecto de saúde que mais interferiu na diminuição da capacidade para o trabalho das mulheres na pré e pós-intervenção foi "sentir dor em algum local do corpo?, tanto há seis meses, como na última semana. As análises das atividades do trabalho do subgrupo de quatro mulheres mostraram presença de demanda física com movimentos repetitivos e posições inadequadas: trabalhar em pé, sentada, curvada, agachada por muitas horas seguidas. Todas as intervenções com orientações para alimentação saudável, alongamento, importância do sono e relaxamento foram aceitas pelas trabalhadoras, no entanto, não apresentaram efetividade, pois, não ocorreu diferença estatística significativa na comparação entre a pré e pós-intervenção da capacidade para o trabalho, percepção de fadiga, estresse, aspectos de saúde, principalmente da dor, estresse, índice de massa corporal e prática de atividade física. Concluiu-se que a realização deste estudo foi importante por se tratar de um dos primeiros estudos com intervenção realizado na Ceasa Campinas e os resultados mostraram que existe necessidade de dar continuidade às intervenções, visando à manutenção da capacidade para o trabalho, dos aspectos de saúde e condições de trabalho destas mulheres no decorrer dos anos de trabalho neste local

Abstract: The aim of this study was to evaluate the work ability, health aspects and working conditions in order to act through health promotion with women who worked in the Central Supply of Campinas, São Paulo. This is an intervention study of quasi-experimental design that was conducted with a convenience sample of 48 women, who worked in several companies and in the administration of Ceasa Campinas. The data collection was conducted through interviews pre and post-intervention and the intervention occurred through orientation and distribution of flyers to women participating in the workplace. We used the following instruments: a questionnaire about socio-demographic, lifestyle and health aspects and working, Work Ability Index, Fatigue Questionnaire, Epworth Sleepiness Scale, Scale Karolinska and Ergonomic Work Analysis. The data analysis was performed using the software SAS for statistical tests and the level of significance in this analysis was 5%. Most women were married, with children, good educational level, with high school and a mean age of 40 years. A double shift was present for most of them. Regarding the lifestyle, they presented smoking, alcohol intake and sedentariness. The health aspect that most interfered in reducing the ability of women to work in pre and post-intervention was 'feeling pain in some part of the body', both in the past six months as well as in the last week. The analysis of the activities of the work of subgroups of four women showed the presence of physical demand with repetitive movements and awkward positions: work standing, sitting, bending, and squatting for long hours. All interventions with guidelines for healthy eating, stretching, importance of sleep and relaxation were accepted by the women, however, they showed no effectiveness since no statistically significant differences were observed when comparing the pre and post- intervention for work ability, perception of fatigue, stress, health issues, especially pain, stress, body mass index and physical activity. Nevertheless, it was concluded that this study was important because it was one of the first intervention studies conducted in Campinas Ceasa and the results showed that there is a need to continue the interventions aiming the maintainance of work ability, health aspects and working conditions of these women over the years of working on this site
Subject: Mulheres
Avaliação da capacidade de trabalho
Saúde do trabalhador
Ensaio clínico
Promoção da saúde
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vedovato_TatianaGiovanelli_D.pdf5.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.