Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310921
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Relação entre atividade física, capacidade funciona,l velocidade da marcha, sintomas de insônia, cochilo diurno, sintomas depressivos e ocorrência de quedas em idosos residentes na comunidade
Title Alternative: Relationship between physical activity, functional performance, walking speed, insomnia symptoms, napping, depressive symptoms and falls in community-elderly people
Author: Pereira, Alexandre Alves, 1976-
Advisor: Ceolim, Maria Filomena, 1962-
Abstract: Resumo: Objetivo: Descrever a influência da atividade física, da velocidade da marcha, da capacidade funcional, dos sintomas de insônia, do cochilo diurno e dos sintomas depressivos sobre a ocorrência de quedas em idosos residentes na comunidade. Métodos: Estudo retrospectivo, de corte transversal. Dos 900 idosos recrutados em domicílio na cidade de Campinas, foram incluídos nesse estudo 689 idosos selecionados por desempenho superior à nota de corte no Mini-Exame do Estado Mental. Os instrumentos incluíram questionários para avaliação dos sintomas de insônia, cochilo diurno e ocorrência de quedas nos últimos 12 meses; medida observacional de velocidade da marcha; as versões brasileiras da Geriatric Depression Scale e do Minnesota Leisure Activity Questionnaire; 13 atividades avançadas de vida diária (AAVDs) e sete atividades instrumentais de vida diária (AIVDs). Resultados: A idade média foi 72,19 (dp = 5,33). Dos entrevistados, 68,8% eram do sexo feminino; 49,93% queixaram-se de um ou mais sintomas de insônia e 62,94% referiram o hábito de cochilar; 19,61% apresentaram sintomas depressivos; 56% eram sedentários, contudo a maioria mostrou-se independente funcionalmente (AAVDs, AIVDs e velocidade da marcha); a prevalência de quedas foi de 26,2%, sendo 11,87% a freqüência de quedas recorrentes. Dentre as variáveis investigadas, sexo feminino, idade igual ou acima de 80 anos, limitação funcional em AIVDs, uso de medicamentos para dormir, sintomas de insônia, cochilo diurno e sintomas depressivos apresentaram associação significativa com quedas recorrentes. No modelo multivariado de análise permaneceram associados a quedas recorrentes o sexo feminino, cochilos diurnos, sintomas depressivos e idade igual ou acima de 80 anos. Conclusões: os achados desse estudo mostraram que os sintomas de insônia e cochilo diurno estão associados ao risco aumentado de quedas em idosos da comunidade. As estratégias de prevenção de quedas em idosos da comunidade devem focar na intervenção dos fatores de risco modificáveis. Deste modo, os resultados dessa pesquisa indicam a necessidade de avaliação da qualidade do sono e suas conseqüências nessa população

Abstract: Objective: to describe the influence of physical activity, walking speed, functional performance, insomnia symptoms, daytime napping and depressive symptoms on the incident of fall in community-dwelling elderly people. Methods: Retrospective, cross-sectional study. Of the 900 elderly people recruited at home in Campinas, 689 were selected from those who scored above the cutoff point for the Mini-Mental State Examination. The instruments included questionnaires to assess insomnia symptoms, daytime napping and falls in the previous 12 months; walking speed; the Brazilian versions of the Geriatric Depression Scale and Minnesota Leisure Activity Questionnaire; 13 advanced activities of daily living (AAVDs) and seven instrumental activities of daily living. Results: Of the respondents, 68% were female; 49,93% complained one or more insomnia symptoms and the most of the sample reported napping; 19,61% had depressive symptoms; 56% were sedentary, although most proved to be functionally independent; the prevalence of falls was 26.2% and 11.87% frequency of recurrent falls. Among the variables investigated, female, age above 80 years, functional limitation in IADL, use of sleep medications, insomnia symptoms, daytime nap and depressive symptoms were significantly associated with recurrent falls. In multivariate analysis, female, age above 80 years, daytime napping and depressive symptoms remained associated with recurrent falls. Conclusion: the findings of this study showed that insomnia symptoms and daytime napping are associated with greater risk of falls in community elderly people. The strategies to prevent falls in community elderly people should aim to the intervention in the modifiable risk factors. Thus, the results of this survey indicate the need for assessment of sleep quality and its consequences in this population
Subject: Idosos
Quedas
Sono
Insonia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PEREIRA, Alexandre Alves. Relação entre atividade física, capacidade funciona,l velocidade da marcha, sintomas de insônia, cochilo diurno, sintomas depressivos e ocorrência de quedas em idosos residentes na comunidade. 2011. 109 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/310921>. Acesso em: 18 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pereira_AlexandreAlves_M.pdf1.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.