Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310831
Type: TESE
Title: O trabalho de enfermagem no atendimento ao cliente com ferida = uma abordagem ergonômica
Title Alternative: The nursing work in customer service with wound : an ergonomic approach
Author: Leal, Liliana Maria Fernandes
Advisor: Benatti, Maria Cecilia Cardoso, 1943-
Abstract: Resumo: Trata-se de estudo exploratório descritivo, com abordagem ergonômica, oriunda da escola franco-belga, objetivando analisar as condições do trabalho de enfermagem de atendimento ao cliente, com ferida, em sala de curativo localizada em seis unidades básicas de saúdo localizadas no interior do Estado de São Paulo. Os formulários validados foram aplicados em oito trabalhadoras de enfermagem, abordando o homem, o ambiente, utilizou-se a técnica de observação participativa na atividade de trabalho de seis trabalhadoras. A faixa etária das trabalhadoras varia de vinte e um a quarenta e seis anos. A formação de enfermagem das trabalhadoras era: Sete eram técnicas e uma auxiliar, três cursavam graduação em enfermagem; quanto à capacitação para iniciar a atividade na sala de curativo: três afirmaram não receber, três receberam pela enfermeira da Unidade Básica de Saúde e duas receberam pela assessoria técnica da empresa. A internet não era utilizada com freqüência. A carga de trabalho era de oito horas diárias e o tempo de trabalho na atividade variou de nove a oitenta e quatro meses. O acidente de trabalho na sala de curativo ocorreu com duas trabalhadoras: Perfuro cortante e respingo de sangue no rosto, sendo notificados; uma trabalhadora teve afastamento trabalho por pancreatite. Somente três trabalhadoras tinham índice de massa corpórea normal, duas praticavam atividades físicas, e três consideraram não ter lazer. As trabalhadoras referiram encontrar na atividade: exigência de esforço físico, esforço mental e concentração, a principal dificuldade foi a adesão do usuário ao tratamento. O risco biológico para o trabalho na sala de curativo foi considerado por quatro trabalhadoras. Na fase de observação constatou-se a ausência de padronização na estrutura física e inadequação do mobiliário; adoção de ma postura física na realização do curativo, considerado risco ocupacional, sendo o tanque lava pé o fator agravante; a percepção das trabalhadoras de temperatura elevada e de ruído elevado a intenso. Não havia tarefa prescrita para a realização do trabalho e não era utilizada a sistematização da assistência de enfermagem. Este estudo sugere a continuidade da abordagem ergonômica organizacional e cognitiva para essa atividade

Abstract: This is an exploratory descriptive study with ergonomic approach derived from the Franco-Belgian school aiming to analyze the conditions of the nursing work in customer service with wound dressing room located in six basic health in the State of São Paulo country. The validated forms were applied in eight nurses, addressing the man, the environment, we used the technique of observing member yet work six workers. The average age of workers ranged from 21 to 46 years old. The nursing training of women workers was: seven were technicians and an assistant, three were taking degrees in nursing qualification as to start the activity in the bandage room: three said that they did not receive, three had received by the nurse's basic unit and two said that they had received the technical advice of the company. The internet was not used frequently. The workload was eight hours and working time in the activity ranged from nine to 84 months. The work accident occurred in bandage room with two workers: drill cutting and spatter on her face, being reported, a worker was off work for pancreatitis. Only three workers had normal body mass index, two said that they usually have physical activity and three said that they did not have any leisure time. The workers reported finding activity: requirement of physical effort, mental effort and concentration,; the main difficulty was the accession of the user to treatment. The biological risk for work in the bandage room was seen by four workers. In the observation phase was found lack of standardization in the physical structure and inadequate furniture: adoption of poor posture in the completion of healing, considered occupational risk and the tank wash stand was the aggravating factor, the perception of workers, high temperature and noise of intense high. There was no task required for completion of work and was not used to the systematization of nursing care. This study suggests the continuity of organizational and cognitive ergonomic approach to this activity
Subject: Saúde do trabalhador
Enfermagem
Ergonomia
Úlcera venosa
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Leal_LilianaMariaFernandes_M.pdf12.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.