Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310824
Type: TESE
Title: Adaptação cultural e validação do Veterans Specific Activity Questionnaire (VSAQ) para população brasileira com sintomatologia cardiovascular
Title Alternative: Crosscultural adaptation and validation of Veterans Specific Activity Questionnaire for brazilian population with cardiovascular
Author: Domingues, Gabriela de Barros Leite, 1983-
Advisor: Gallani, Maria Cecilia Bueno Jayme, 1966-
Abstract: Resumo: A capacidade física é considerada um importante fator prognóstico para pacientes com doença cardiovascular (DCV). Questionários têm sido desenvolvidos para avaliar a capacidade física, dentre os quais se destaca o Veterans Specific Activity Questionnaire (VSAQ), que estima a capacidade física em METs (equivalente metabólico de repouso). Objetivos: Este estudo teve como objetivo realizar a adaptação cultural do instrumento VSAQ para a língua portuguesa do Brasil, analisar sua validade de conteúdo, bem como avaliar sua confiabilidade e validade convergente pela correlação com consumo de oxigênio pico (VO2pico), com o limiar de anaerobiose (Lan) de lactato e com o nível de atividade física. Metodologia: O processo de adaptação cultural seguiu metodologia recomendada internacionalmente, com as etapas de tradução-retrotradução, análise por comitê de juízes especialistas para avaliação da equivalência semântico-idiomática e cultural, identificação das atividades culturalmente não relevantes e levantamento das atividades mais freqüentes no cotidiano (recordatório de 24h) junto à amostra da população de interesse (n=20 e 24 respectivamente); análise por um segundo comitê, da equivalência metabólica das atividades incluídas em substituição àquelas culturalmente não compatíveis e dois pré-testes (n=30). A confiabilidade foi avaliada segundo o critério da estabilidade (teste re-teste), junto a outros 50 pacientes, com intervalo de 7-15 dias. Para análise da validade foi testada com uma amostra diferente da primeira etapa a correlação dos METs obtidos com a versão brasileira do VSAQ e corrigidos pelo nomograma (Myers et al, 1994) com as medidas diretas e indiretas de capacidade física: VO2 pico e capacidade física em METs mensurada pelo teste de exercício cardiopulmonar (TCP), escore de atividade física habitual Baecke e limiar anaeróbio, estimado pela curva de lactato sanguíneo durante TCP. Esta etapa foi realizada junto a 140 pacientes com sintomatologia de DCV, encaminhados ao teste de esforço por razões clínicas. Análise de dados: Para análise concordância da avaliação dos juízes quanto às equivalências semântico-idiomática e cultural entre as versões original e traduzida do VSAQ, foi empregado o índice de validade de conteúdo (CVI); para análise da validade de concordância do teste re-teste foi utilizado o coeficiente Kappa; para análise da correlação entre o VSAQ e as medidas objetivas de capacidade física e de freqüência de atividade física foi empregado coeficiente de correlação de Pearson. Foi adotado p< 0,05 como nível de significância. Resultados: A avaliação da equivalência metabólica entre as atividades originais e as substituídas apontou 54% de concordância entre os juízes. Os itens com CVI menor que 1,0 foram revistos até obtenção de consenso entre os membros do comitê. A análise do teste re-teste apontou coeficiente de concordância (Kappa) k=0,86 (p<0,001), sugerindo evidências de estabilidade temporal do instrumento. Os dados da versão brasileira do VSAQ com e sem correção pelo Nomograma apresentaram moderada e forte correlação com as medidas de VO2 pico e METs mensurados diretamente (r =0,54, 0,63, 0,52, 0,60, p < 0,001). O escore de atividade física habitual Baecke foi significativamente correlacionado com o METs corrigido pelo Nomograma (r =0,28, P < 0,001). Foi encontrada significativa correlação parcial (corrigida pelo protocolo do teste de esforço) entre o Lan de lactato e o METs corrigido pelo Nomograma e VO2 pico mensurado diretamente (r =0,25, 0,52, p<0,05, p<0,001) Conclusão: A versão brasileira do VSAQ, após extenso e rigoroso processo de adaptação cultural apresentou evidências de confiabilidade segundo critério de estabilidade temporal, bem como foram confirmadas as hipóteses de correlação entre a versão brasileira do VSAQ e outras medidas diretas e indiretas de capacidade física e de prática habitual de atividade física, reforçando as evidências de validade convergente.

Abstract: Exercise capacity is considered an important prognostic factor in patients with cardiovascular disease (CVD). Questionnaires have been developed to evaluate the exercise capacity, among which stands out the Veterans Specific Activity Questionnaire (VSAQ). Objectives: The aim of this study is to present the process of crosscultural adaptation of the VSAQ to the Brazilian culture, and to investigate its content validity, and assess its reliability and convergent validity by correlation with peak oxygen consumption (VO2 peak), with the lactate anaerobic threshold and with the level of physical activity. Methodology: The process of cultural adaptation followed internationally recommended methodology included the steps of translation, back translation, review by an experts committee to assess the semantic, idiomatic and cultural equivalences identity is not culturally relevant activities and lifting of the most frequent activities in daily (24-hour recall) with the sample of the population of interest (n = 20:24, respectively); analysis by a second committee, the equivalence of metabolic activities included to replace those not culturally compatible and two pretests (n = 30). The proportion of agreement of the first committee of experts was quantified using the Content Validity Index (CVI). Reliability was assessed using the criterion of stability (test-retest), with the remaining 50 patients, with an interval of 7-15 days. For the validity analysis was tested with a different sample of the first stage the correlation of the Brazilian version of METs VSAQ and nomogram with the direct and indirect measures of physical capacity: METs and VO2 peak (measured by cardiopulmonary exercise test), score Baecke habitual physical activity and lactate anaerobic threshold. This step was performed in 140 patients with symptoms of CVD, were referred to exercise testing for clinical reasons. Data analysis: For analysis of the evaluation agreement of the judges as to semantic, idiomatic and cultural equivalence was used content validity index (CVI); for analysis of the validity of agreement was used Kappa coefficient; for analysis of the correlation between VSAQ and objective measures of physical capacity and frequency of physical activity was used Pearson correlation coefficient. Adopted was p < 0.05 significance level. Results: The assessment of equivalence between metabolic activities and the original replaced showed 54% agreement among judges. Then, the activities with lower levels of agreement were replaced by others to achieve consensus among the committee members. Analysis of testretest showed concordance coefficient (Kappa) k = 0.86 (p < 0.001), suggesting evidence of temporal stability of the instrument. The Brazilian version VSAQ and nomogram showed moderate to strong correlation with measures of peak measured VO2 and peak measured METs (r =. 54, .63, .52, .60, p < .001). The score Baecke's habitual physical activity was significantly correlated with METs nomogram corrected by (r =. 28, p < .001). It was found a significant partial correlation (corrected by the protocol of exercise testing) between the anaerobic threshold and lactate METs nomogram and corrected by the measured peak VO2 (r =. 25, .52, p < .05, p < .001). Conclusion: The Brazilian version of VSAQ after extensive and rigorous process of cultural adaptation presented evidence of temporal stability and evidence of convergent validity for measuring exercise tolerance in people with cardiovascular symptoms.
Subject: Aptidão física
Coração - Doenças
Questionários
Reprodutibilidade dos testes
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Domingues_GabrieladeBarrosLeite_M.pdf2.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.