Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310719
Type: TESE
Title: Estudos sobre os mecanismos envolvidos no aumento da amplitude das respostas musculares esqueleticas induzido pela quinidina
Author: Gregio, Ana Maria Trindade
Advisor: Fontana, Marcos Dias, 1945-
Abstract: Resumo: Em preparaões nervo frênico-diafragma de rato, sob estimulação elétrica indireta observou-se aumento na amplitude das respostas musculares utilizando-se a quinidina na dose 1,87x1 0-6 M. A redução do teor de cálcio da solução nutritiva de 1,80 mM para 0.90 mM e 0,45 mM, não interferiu no efeito facilitador da quinidina sobre as contrações musculares. A nifedipina (2x10-5 M), foi ineficaz em impedir o efeito da quinidina sobre as respostas musculares. A 4-aminopiridina, um bloqueador de canal de potássio, foi escolhida para estabelecer um padrão de comparação com a quinidina. Os resultados obtidos com a 4-aminopiridina (53x10-6 M) foram similares aos o.bservados com a quinidina (1,87x10-6 M). Em preparação curarizada nervo frênico diafragma de rato (d-tubocurarina 14,6x10-6 M), a quinidina manteve sua capacidade de aumentar a amplitude das contrações, indicando que não atuou ao nível de receptores nicotínicos, uma vez que estão bloqueados pela d-tubocurarina. A quinidina na preparação hemidiafragma cronicamente desnervada, induziu um aumento não signficativo na amplitude pas contrações musculares. A cromakalina foi eficaz em antagonizar o efeito bloqueador da quinidina (1,87x10-6 M) em músculo esquelético, reduzindo a amplitude das respostas musculares aumentadas pela quinidina. Resultados similares aos observados com a quinidina foram obtidos quando a glibenclamida foi utilizada nas mesmas condições experimentais. O fato da glibenclamida bloquear seletivamente canais de potássio dependentes de A TP, é sugestivo de que a ação da quinidina envolva canais desse tipo Por outro lado, a participação de canais de potássio ativados pelo cálcio nas ações da quinidina parece estar descartado, pois tanto a diminuição da concentração de cálcio da solução nutritiva como a utilização da nifedipina não modificaram o efeito facilitador da quinidina sobre as contrações musculares

Abstract: The aim of the present study was to investigate the mechanism whereby quinidine increases the amplitude of muscle contractures. The experiments were performed using rat phrenic nervediaphragm preparations incubated in Tyrode solution at 37°C and oxygenated with a mixture of 95% °2 5%C02. In the absence (n=5) and presence (n=5) of curare (dTC, 14.6x10-6 M), the addition of quinidine (1.87x10-6 M) resulted in a 58,57% and 20.8+5.1 % increase in the amplitude of contractions, respectively. Under the same conditions, 4aminopyridine (53x10-6 M.) caused a similar potentiation of the contractions, viz. 78.3::!:.13.9% and 30.1::!:3.8%, respectively. When 20x10-5 M nifedipine was added 30 min previously, the above dose of quinidine produced a 18,75%% increase in the amplitude of contractions (n=5). Quinidine increased the action potential duration by 50,0+0.5% (n=5).. Similarly, there was a 69,3:t7,14% increase in the frequency of miniature endplate potentials (n=5). Cromakalim (K. Fujii, Br J Pharmacol 99, 779-785,1990) partially inhibited the increase in the amplitude of muscle contractions induced by quinidine (n=6). The above results suggest that the increase in muscle contraction amplitude observed in the presence of quinidine is mediated via an action of this drug on potassium channels
Subject: Quinidina
Sistema musculoesquelético - Efeito das drogas
Contração muscular
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1995
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gregio_AnaMariaTrindade_M.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.