Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310683
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo da efetividade de um programa de triagem auditiva neonatal universal
Title Alternative: Effectiveness study of the universal newborn hearing screening
Author: Fernandes, Juliana Cristina
Advisor: Nozawa, Marcia Regina, 1959-
Abstract: Resumo: A Unicamp realiza a Triagem Auditiva Neonatal Universal (TANU) no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM), através de uma parceria entre o Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação Professor Gabriel Porto (CEPRE), desde maio de 2002, com o objetivo de detectar precocemente possíveis alterações auditivas e, nos casos positivos, realizar o encaminhamento para programas adequados de reabilitação. Para a conclusão do processo diagnóstico é necessária a participação familiar em todo processo, no entanto, quando é necessário reavaliar a audição da criança, devido ao resultado negativo ou inconclusivo da primeira triagem, observa-se a insuficiente participação das famílias. Este estudo descritivo teve como objetivo compreender a ausência das mães dos lactentes, nascidos entre maio de 2002 a junho de 2004, ao retorno para segunda avaliação auditiva, através da caracterização do perfil sócio-demográfico das mães que receberam a orientação de retorno para segunda avaliação auditiva de seus filhos; da comparação do perfil das mães de acordo com o comparecimento ou não à segunda avaliação e apreensão dos motivos alegados por algumas mães para o não comparecimento. Utilizou-se como base de dados o Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC) do município de Campinas a partir do qual selecionou-se três mães de lactentes que não retornaram para a segunda avaliação auditiva, de acordo com as características predominantes desse subgrupo, e as mesmas foram entrevistadas a fim de identificar sobre os motivos que justificaram seu não comparecimento. Houve no período estudado 6.231 nascimentos, desse conjunto, 770 dos submetidos à TANU, necessitariam retornar para segunda avaliação, 319 (41,4%) de mães não compareceram a segunda avaliação auditiva. Identificou-se que a maioria das mães reside na região norte do município de Campinas, 55,3% possui de quatro a sete anos de estudo e a maioria, 82,8%, não exerce atividade remunerada. A análise estatística revelou que as mães que possuem mais de um filho, que freqüentaram de uma a três consultas do pré-natal e vivem sem companheiro, retornaram menos ao serviço. As alegações das mães para o não retorno à segunda avaliação auditiva relacionam-se à percepção de não necessidade de comparecer ao serviço, uma vez que consideram passível identificar eventuais comprometimentos através da observação e avaliação em casa e à não lembrança de terem recebido orientação ou encaminhamento para um retorno. Considera-se necessário um processo de conscientização, através da promoção de informações e orientações às gestantes e mães de lactentes que esclareçam as maneiras pelas quais é possível identificar alterações no desenvolvimento infantil e na aquisição da linguagem. A educação materna visaria tornar as famílias aliadas dos serviços de saúde na busca pela detecção precoce das alterações auditivas. Acredita-se que a construção da consciência sanitária torna possível a tomada de consciência da saúde como direito e a participação popular como mecanismo fundamental nesse processo

Abstract: Unicamp has performed the Universal Newborn Hearing Screening (UNHS) at the Center of Attention to Women¿s Health (CAISM) through the Center of Studies and Research in Rehabilitation Professor Gabriel Porto (CEPRE) since May 2002, with the goal of being able to detect on the early stages a probable hearing disturbance and, on the positive cases, direct the case to adequate programs of rehabilitation. To conclude the diagnostic process it is necessary the total family¿s participation, although, when it is necessary to revaluate the child¿s hearing, in consequence of negative or non-concluded result of the first scanning, it is observed the insufficient participation of the families. This descriptive study had as goal understand the lack of participation of the babies¿ mothers, born between May 2002 and June 2004, on the second appointment to scan the hearing, through the characterization of the social-demographic profiles of the mothers that were instructed to return to have the second scanning of their children¿s hearing; from the comparison of the mothers¿ profiles according with the attendance or not to the second scanning appointment and the apprehension of the motives said for not coming. The Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC) from the city of Campinas was used as basic data. It was selected three mothers of babies that have not returned to the second hearing evaluation, according to the predominant characteristics of such subgroup, and they were interviewed about their not attendance motives to justify it. On the studied period, it was 6.231 births. From this total, 770 of the babies submitted to the UNHS needed to return to the second evaluation. 319 (41,4%) of the mothers did¿nt come to the second evaluation. It was identified that the majority of the mothers lives in the North region of the city of Campinas, 55,3% has studied for four to seven years and the majority, 82,8%, does not have a formal work. The statistic analysis demonstrates that the mothers who don¿t have more than one child, have been to one until three new-born appointments and live without a partner returned less than the others. The reasons given by the mothers about not coming back to the second hearing scanning are related to the perception of not needing it, once that they consider passive to identify eventual commitments through observation and home evaluation; not remembering of being called to a second hearing scanning evaluation or not have received the directions to such. It is considered necessary a awareness process through the promotion of information and orientation to the pregnant women and babies¿ mothers in a way of clarifying the possible ways of identify alterations during the childhood development, and the acquirement of language. The maternal education aim at making the families a supporter of the health care provided in order to detect, on the early stages, hearing alterations. It is believed that the construction of sanitary conscience becomes possible to take health conscience and popular participation as an elementary mechanism on this process
Subject: Diagnóstico precoce
Acesso aos serviços de saúde
Efetividade
Perda auditiva
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fernandes_JulianaCristina_M.pdf2.44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.