Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310660
Type: TESE
Title: Papel dos bacteriófagos na dinâmica populacional de S. enterica I,4,[5],12:i:- e de S. enterica Enteritidis
Title Alternative: A possible role of bacteriophage in the Salmonella enterica populational dynamics : S. enterica I,4,[5],12:i:- and Enteritidis as models
Author: Sarti Sprogis, Adriane Cristina, 1967-
Advisor: Brocchi, Marcelo, 1967-
Abstract: Resumo: A salmonelose é uma zoonose que representa um sério problema de saúde pública mundial, devido: à sua alta prevalência, à dificuldade de seu controle, ao seu caráter endêmico, à morbidade e à mortalidade. O conhecimento da ocorrência das diferentes sorovariedades de S. enterica em diferentes regiões e países pode ajudar no rastreamento e reconhecimento de patógenos emergentes, e assim implementar políticas de tratamento e prevenção. A grande maioria das sorovariedades expressa dois tipos diferentes de antígenos flagelares codificados pelos genes fliC (fase 1) e fljB (fase 2), sendo assim denominadas bifásicas. Contudo, algumas sorovariedades expressam apenas uma das fases, e são denominadas monofásicas. É possível que a variação de fase flagelar em S. enterica esteja associada a uma função de escape do sistema imunológico, por aumentar o repertório de antígenos expressos pela célula bacteriana, evitando temporariamente a resposta imune celular. Assim sendo, S. enterica bifásicas possuiriam uma vantagem seletiva sobre as monofásicas, porém isso não é totalmente verificado nos estudos epidemiológicos, pois no Estado de São Paulo, S. enterica I,4,[5],12:i:-, (monofásica) é uma das mais comumente associadas aos casos de diarreia e/ou infecções sistêmicas em pacientes humanos. De fato, a partir da década de 1990 houve um aumento significativo da S. enterica I,4,[5],12:i:- em muitos países. Sequências de profagos são muito comuns em S. enterica, sendo de conhecimento que esses fagos codificam vários fatores que contribuem para patogenicidade, diversidade genética e/ou características que aumentam o fitness. Coculturas experimentais de linhagens de S. enterica podem induzir espontaneamente profagos, que matam bactérias sensíveis, e assim a indução espontânea de fagos em uma população lisogênica acentua a competitividade entre populações. Neste estudo foram analisadas culturas puras de S. enterica Enteritidis (bifásica) adicionadas de fagos líticos induzidos de S. enterica I,4,[5],12:i:-, bem como coculturas entre as duas sorovariedades citadas, nas quais foram observadas induções espontâneas de fagos associados à alta densidade populacional e alterações das taxas de crescimento em ambos os estudos, corroborando a hipótese de que S. enterica monofásica pode alterar a dinâmica populacional a seu favor, pela liberação de fagos líticos à outra sorovariedade, interferindo no crescimento populacional de S. enterica Enteritidis, e que o sucesso evolutivo de S. enterica I,4,[5],12.:i:- pode estar associado a fagos líticos atuando como um regulador na ecologia bacteriana. Esses dados podem mudar nosso conhecimento sobre a interação bactéria-fago de uma simples relação parasita-hospedeiro para uma coevolução de duas vias entre seus genomas

Abstract: Salmonellosis is a zoonosis that is a serious public health problem worldwide, due to its high prevalence, difficulty controlling, their endemicity, morbidity and mortality. The knowledge of the occurrence of different serovars of S. enterica in different regions and countries can help in tracking and recognition of emerging pathogens and thus implement policies for treatment and prevention. The majority of serovars express two different types of flagellar antigens encoded by genes: fliC (phase 1) and fljB (phase 2), so called biphasic. However, some serovars express only one of the phases and are termed monophasic. It is possible that flagellar phase variation of S. enterica is associated with an escape function of the immune system to increase the repertoire of antigens expressed by the bacterial cell temporarily preventing cellular immune response. Thus, S. enterica biphasic would have a selective advantage over monophasic, but this is not fully verified in epidemiologic studies, because in the State of São Paulo, S. enterica I,4,[5],12:i:-, (monophase) is the one most commonly associated with cases of diarrhea and/or systemic infections in human patients, in fact, from the 1990s there was a significant increase of S. enterica I,4,[5],12:i:- in many countries. Prophages sequences are very common in S. enterica, with the knowledge that these phages encode several factors that contribute to pathogenicity, genetic diversity and/or characteristics that increase fitness. Cocultures experimental strains of S. enterica prophages can induce spontaneous, killing susceptible bacteria, and thus the spontaneous induction in a population of lysogenic phage enhances the competitiveness between populations. This study analyzed pure cultures of S. enterica Enteritidis ( biphasic ) added lytic phage induced from S. enterica I,4,[5],12:i:-, as well as cocultures between the two serovars cited where inductions were observed spontaneous phage associated with high population density and changes in growth rates in both studies, supporting the hypothesis that S. enterica monophase can alter the population dynamics to their advantage by releasing lytic phage to another serovar, interfering with the population growth of S. enterica Enteritidis and the evolutionary success of S. enterica I,4,[5],12:i:- may be associated with lytic phages acting as a regulator in bacterial ecology. These data may change our understanding of bacteria- phage from a simple parasite-host coevolution for a two-way between their genomes
Subject: Salmonella enterica Enteritidis
Salmonella enterica 4,[5],12:i:-
Variação de fase flagelar
Bacteriófagos
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
SartiSprogis_AdrianeCristina_M.pdf1.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.