Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310618
Type: TESE
Title: Percepção do sistema familiar e avaliação de sintomatologia depressiva em mães de crianças autistas
Author: Sanchez, Fatima Iara Abad
Advisor: Baptista, Makilim Nunes
Abstract: Resumo: Este estudo teve a proposta de examinar a percepção de mães de crianças e adolescentes com autismo, atendidas em psicoterapia, sobre o funcionamento e suporte familiar, bem como sua sintomatologia depressiva. o suporte familiar foi avaliado em sete dimensões caracterizadas como solução de problemas, comunicação, papéis e funções, receptividade afetiva, envolvimento afetivo, controle comportamental e funcionamento geral da família. O contexto familiar foi entendido dentro do pensamento sistêmico, ou seja, padrões comportamentais que expressam e governam as interações, sendo que o comportamento de um indivíduo do sistema afetará todas as partes e vice-versa. O modelo teórico que descreveu essas interações vê o sistema de forma multidimensional de interação biológica, psicológica e social, sugerindo-se que as famílias desestruturadas exacerbam a doença de crianças biocomportamentalmente reativas e, que a moderação desse fator configura uma familia de adaptação. Esta pesquisa foi composta de duas análises estatísticas, sendo que a primeira abordou inicialmente, uma análise descritiva de 18 casos de mães com filhos autistas, que foram submetidas a um Questionário de Identificação, um Inventário de Avaliação FamiliaT (FAD), e a Escala de Depressão-Beck, seguidos pela análise de correlação de Pearson entre as variáveis. A análise 2 abordou primeiramente uma análise descritiva de 9 controles, pareados com 9 dos casos acima descritos, e posteriormente realizada análise inferencial de Wilcoxon para comparar o grupo de casos e controles, utilizando como nível de significância 0,05. Encontrou-se como resultados na análise 1, correlações positivas entre depressão e eventos estressantes, o que significa que, quanto maiores são as pontuações de depressão, maior a ocorrência de eventos estressantes em mães de autistas. Com relação aos eventos estressantes, solução de problemas, envolvimento afetivo e funcionamento geral da família pode-se afirmar que, quanto maiores as pontuações de eventos estressantes, menos organizada é esta família em seu funcionamento e menores são as habilidades em solucionar os problemas e envolvimento afetivo entre seus membros. Na análise 2, com delineamento caso-controle, não foram encontradas diferenças significantes entre as mães de filhos autistas, atendidas em psicoterapia e mães de filhos assintomáticos, quanto ao funcionamento familiar e depressão, podendo-se hipotetizar, como se refere à literatura sistêmica, que o grupo de mães com filhos autistas tem conseguido um funcionamento e adaptação nos cuidados com seus filhos, criando ao longo do tempo, padrões constantes e repetitivos que funcionam para equilibraro sistema familiar e mantém a homeostase, permitindo que essas mães desenvolvam estratégias de controle pertinentes no cuidado com seus filhos e com toda rede social; apresentando dessa forma menos estresse que as mães de crianças assintomáticas e que não contam com apoio psicoterapêutico

Abstract: The purpose of this study was to examine the action and family support of children and teenagers with autism and depressive symptomatology in their mothers. The family support was assessed in seven aspects defined as solution to problems, communication, roles and functions, affective reciprocity, affective involvement, behavioral control and general family action. The familiar context was understood within the system, i.e., behavioral models which express and role the interactions. The individual behavior in the system will affect all parties and vice-versa. The theoretical modei, which described these interactions, sees the system in a multi-dimensional way of biological, psychological and social interaction. It suggested that the non-structured families exacerbate the sickness of bio-behaviorally reactive children and that the moderation of this factor would represent a family of adaptation. This research consisted of two statistic analysis;the first tacked a descriptive analysis of 18 mothers with their autist children in which they were submitted to an Identification Questionnaire, a Family Assessment Device (FAD) and the Beck Depression Scale followed by the Pearson correlation analysis among the variables. The second study tacked a descriptive analysis of 9 controls paired with 9 cases above mentioned. The Wilcoxon inferential analysis was carried out to compare the case and control groups using 0.05 as a leveI of significance. As a result in the first analysis,we found positive correlations between depression and stressing events which means that the higher the depression levels the higher the incidence of stressing events in autist mothers. Regarding the stressing events, problem solutions, a:ffective involvement and general family action, can state that the higher the stressing events the less organized is this family in its actions and the less are its abilities in solving problems and affective involvement among its members. In the second analysis with case-control parameter, significant differences were not found between mothers of autist children and mothers of as symptomatic children. As for familiar action and depression, however, the mothers of normal children presented higher scores in stressing events than the group of mothers of autist children; can end as the literature states that the group of mothers of autist children has been achieving an action and adaptation when it comes to care of their children, creating in time constant and repetitive models which work and balance the familiar system and keep the homeostasis allowing these mothers to develop pertaining control strategies in the care of their children and all social net; presenting this way less stress than mothers of assymptomatic children and do not have psychotherapeutical support
Subject: Depressão
Autismo
Família
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sanchez_FatimaIaraAbad_M.pdf7.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.