Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310521
Type: TESE
Title: Recuperação da amplitude de movimento do ombro em mulheres submetidas a mastectomia radical e reconstrução mamaria imediata
Title Alternative: Immediate breast reconstruction as related to the recovery of shoulder ranger of motion following radical mastectomy
Author: Oliveira, Riza Rute de, 1984-
Advisor: Sarian, Luís Otávio Zanatta, 1974-
Abstract: Resumo: Objetivo: Determinar a associação entre reconstrução mamária imediata após mastectomia radical com a recuperação da amplitude de movimento (ADM) do ombro. Sujeitos e Métodos: Estudo prospectivo do qual participaram 89 mulheres submetidas à mastectomia radical modificada (MRM), 42 destas com reconstrução mamária imediata (MRM+RI). Foram realizadas avaliações pósoperatórias semanais da amplitude de movimento do ombro no transcurso da fisioterapia (4 semanas). Os resultados da amplitude de abdução e flexão do ombro, em graus, do membro superior ipsilateral à cirurgia foram comparados nos grupos em função das variáveis independentes e de controle. Foi aplicado modelo de regressão logística para comparação das características clínicas e epidemiológicas das mulheres nos dois grupos. Foram então calculados médias e desvios-padrão dos valores de flexão e abdução do ombro em função das características clínicas e epidemiológicas. As médias destes valores foram comparadas em modelo multivariado de análise de co-variância. Foram produzidos gráficos de interação levando em consideração o grupo (com ou sem reconstrução) e os valores médios da variação em graus de flexão e abdução nas quatro avaliações. Foi então realizada análise multivariada de variância para medidas repetidas para avaliação dos efeitos do grupo (com ou sem reconstrução) e do tempo na recuperação da ADM de abdução e flexão. Resultados: A maior parte (78%) das reconstruções foi realizada com a técnica de transposição do músculo grande dorsal com inserção de prótese siliconada. A realização de reconstrução mamária imediata não esteve relacionada com maior déficit de flexão ou abdução em qualquer dos momentos estudados. Tabagismo e presença um ou mais cordões linfáticos axilares apresentaram maiores déficits de flexão ao final da série de avaliações (p=0,01, p=0,03, respectivamente). Mulheres com um ou mais cordões linfáticos axilares apresentaram maior déficit de abdução no final da seqüência de avaliações (p=0,03). Houve relação significativamente positiva entre o tempo de pós-operatório e a recuperação da ADM de abdução (p<0,01) e flexão (p<0,01). Mulheres submetidas ou não à reconstrução imediata não diferiram em relação ao tempo e à recuperação da abdução (p=0,85) e flexão (p=0,74). Conclusões: A reconstrução mamária imediata não esteve relacionada com o tempo e com a recuperação da ADM de flexão ou abdução do ombro. Tabagismo e presença de um ou mais cordões linfáticos axilares estiveram negativamente relacionados com o processo de recuperação da flexão ou da abdução do ombro ipsilateral à cirurgia.

Abstract: Objective: To assess the implications of immediate breast reconstruction following radical mastectomy on shoulder range of motion (ROM). Subjects and methods: This was a prospective study on 89 women that underwent modified radical mastectomy (RM), 42 of whom with immediate breast reconstruction (RM+IBR). Postoperative weekly assessments of shoulder ROM were performed for 4 weeks. Flexion and abduction ranges of motion of the shoulder ipsilateral to the affected breast were compared between the study groups. A multivariate logistic regression model was fit to compare the clinical and epidemiological characteristics of the women between the study groups. A multivariate co-variance model was produced to evaluate whether the flexion and abduction capacities were related to the clinical and epidemiological characteristics of the women. Interaction graphics were produced in order to graphically assess whether the recovery of the flexion and abduction capacities was different between the study groups. Finally, a multivariate analysis of variance for repeated measurements was performed in order to assess the group (with or without IBR) and time effects on the recovery of shoulder ROM. Results: Most (78%) of the reconstructive procedures were performed according to the Latissimus Dorsi Flap technique with silicone-gel implant. IBR was not related to the deficit in flexion or abduction of the shoulder at any of the study weekly assessments. Smoking behavior and presence of painful axillary cords were related to a higher deficit in shoulder abduction and flexion (P<0.01). IBR was not related to the time and intensity of the recovery of shoulder abduction (p=0.85) and flexion (p=0.74). Conclusions: IBR was not related to the flexion or abduction capacity of the shoulder. Smoking and the presence of painful axillary cords were negatively associated with the recovery of shoulder ROM after mastectomy.
Subject: Mastectomia
Mamas - Câncer
Braços
Amplitude de movimento articular
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_RizaRutede_M.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.