Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310311
Type: TESE
Title: Estudo comparativo dos efeitos do veneno bruto de Brothrops neuwiedi goyazensis, B.n. paranaensis e B.n. diporus sobre a junção neuromuscular de preparações isoladas de ave e de mamifero
Author: Abreu, Valdemir Aparecido de
Advisor: Simioni, Lea Rodrigues, 1942-
Abstract: Resumo: Os acidentes ofídicos no Brasil possuem importante relevância do ponto de vista médico. Nos casos cuja serpente foi identificada, 90,5% foram causados por serpentes do gênero Bothrops, segundo o Ministério da Saúde. Entre as principais causas que levam ao óbito estão a insuficiência renal aguda, o choque, a insuficiência respiratória aguda e a septicemia. O Complexo Bothrops Neuwiedi, assim denominado devido ao grande número de espécies que agrega, distribui-se amplamente pela América do Sul. A comparação dos efeitos neuromusculares entre os venenos de três subespécies, Bothrops neuwiedi goyazensis,Bothrops neuwiedi paranaensis e Bothrops neuwiedi diporus foi efetuada através da medida da atividade fosfolipásica dos venenos e também por protocolos farmacológicos clássicos, através de técnica miográfica convencional, usando preparações de ave (biventer cervicis de pintainho) e de mamífero (nervo frênico-diaftagma de camundongo). Testados em preparações de ave, 10-200 µg/m1, os três venenos mostraram-se menos ativos, na junção neuromuscular, do que em preparações de mamíferos, exibindo os seguintes efeitos: na concentração de 50 µg/m1, a 37°C o veneno de B.n.goyazensis mostrou-se o mais ativo. No entanto, a 22°C, o veneno de B.n.diporus, na mesma concentração, mostrou-se o mais ativo, demonstrando que esses venenos atuam de maneira diferenciada sobre a junção neuromuscular. Testados em preparação de mamífero, 10-100 µglm1, os venenos estudados causaram o bloqueio total da resposta contrátil, a 37°C e a 22°C, demonstrando nesse caso que a ação do componente ou componentes responsáveis pelo bloqueio neuromuscular independem da temperatura. Os resultados obtidos diferem dos encontrados na literatura sobre B.neuwiedi, no que se refere ao tipo de preparação utilizada, uma vez que esses resultados apontam para uma maior sensibilidadedas preparações de mamífero do que das preparações de ave. Os venenos de B.n.goyazensis e B.n.paranaensis inibem a ação contraturante da acetilcolina, apresentam pequeno, porém, significativo aumento da amplitude da resposta contrátil, com bloqueio parcial da resposta contrátil e contratura, além de inibir a contratura em resposta ao potássio. A atividade farmacológica desses venenos sugere efeitos neurotóxicos pós-sinápticos e também miotóxicos. O veneno de B.n.diporus inibiua ação contraturante da acetilcolinae a resposta ao potássio, produzindo contratura. Os resultados sugerem uma atividade neurotóxica pós-sináptica, além da miotóxica. Substituindo-se o Ca2+ pelo Sr2+, o veneno de B.n.diporus não apresentou seu efeito bloqueador neuromuscular, sugerindo que, provavelmente, esse efeito envolva uma atividade catalítica. Comparando-se os venenos quanto à atividade fosfolipásica, os resultados apresentam a seguinte ordem: B.n.diporus, de maior potência, seguido por B.n.paranaensis e, por último, B.n.goyazensis, o de menor potência

Abstract: Accidents caused by snakes in Brazil possesses importance of the medical point of view. In cases that the serpent was identified, 90,5% were caused by genera Bothrops, according to the Health Ministry of Brazil. The main causes of death are the acute renal insuficience, the shock, the acute breathing insuficienceand the septicemy. The Bothrops neuwiedi complex of snakes has a wide distribution in South America. In this work, we compared the pharmacological and phospholipase A2(PLA2) activities of venoms from three subspecies (B. n. goyazensis, B. n. paranaensis and B. n. diporus) of this complexoPLA2 activity was measured colorimetricalIy and pharmacological activity was assessed in chick biventer cervicis (BC) and mouse phrenic nerve-diaphragm (pND) preparations. Comparison of the PLA2 activities of the venoms showed that the order of potency was B. n. diporus > B. n. paranaensis > B. n. goyazensis. In BC preparations, alI of the venoms (50, 100 and 200 µg/ml, n=3-5 each) caused long-Iasting, concentrationdependent muscle contracture and twitch-tension blockade, and also inhibited the muscle. responses to ACh and KCI. The venoms were three times less potent in BC than in PND preparations. In avian preparations, B. n. goyazensis venom (50 µg/ml) was only active at 37°C (50% blockade in 102:1:9min; meanj:SEM, n=5) whereas B. n. diporus venom (50 Ilg/ml) was active only at 22°C (50% blockade in 80:1:10min; meanj:SEM, n=5). In avian preparations, B. n. goyazensis (100 µg /ml, at 37° or 22°C) and B. n. paranaensis (50 µg/ml, at 22°C) venoms showed a small but significant increase in the twitch-tension (p<0.05) and only partial blockade (20-40% afier 120 min). These results indicate that these venoms contain compounds that interfere primarily with post-synaptic neurotransmission. In contrast to avian preparations, alI of the venoms (100 µg/ml) caused total blockade of the twitch tension responses in PND within 45-100 min, at 37°C or 22°C, indicating that the neuromuscular blockade was not temperature-dependent in this preparation. In addition, the neuromuscular action ofthese venoms was not directly related to their enzymatic activity
Subject: Peçonhas
Diafragma
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Abreu_ValdemirAparecidode_M.pdf6.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.