Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310278
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo do sistema glutationa S-transferase nos tumores da tiroide humana
Author: Morari, Elaine Cristina
Advisor: Ward, Laura Sterian, 1956-
Abstract: Resumo: A susceptibilidade a carcinógenos químicos tem um importante papel no desenvolvimento da maioria dos cânceres. Diversos polimorfismos de enzimas metabolizadoras de drogas em humanos influenciam esta susceptibilidade individual. Os genes que incluem as isoenzimas do sistema glutationa s-transferase (GST) apresentam um polimorfismo hereditário. Os genes GST mu 1 (GSTM1) and GST theta 1(GSTT1) possuem uma variante alélica nula nos quais o gene inteiro está ausente e, portanto, não existe codificação ou produção da respectiva enzima. O genótipo nulo para ambas enzimas foi associado com diferentes tipos de cânceres. Para observar a influência da herança dessas enzimas no risco do câncer da tiróide, utilizamos uma multiplex-PCR que inclui o gene p-globina como um controle de DNA na reação de PCR para comparar 300 indivíduos normais de nossa população com 116 pacientes portadores de lesões tiroidianas. Desses casos, 49 eram de bócio benigno e 67 de doenças malignas: 50 carcinomas papilíferos e 17 carcinomas foliculares. A comparação entre tecidos de tumores da tiróide e 35 amostras correspondentes de sangue periférico de pacientes com câncer demonstraram padrão idêntico, sugerindo que o sistema GST não está envolvido no processo de desdiferenciação folicular. Não houve diferença estatística entre a prevalência da deleção dos genes GSTT1 e GSTM1 em indivíduos normais e em pacientes com bócio. Entretanto, os pacientes com carcinoma papilífero (10%) e pacientes com carcinoma folicular (17%) apresentaram uma prevalência de genótipo nulo mais elevada do que os indivíduos da população normal (5%) (p= 0,0479). Demonstramos que a herança de um genótipo nulo combinado para GSTM1 e GSTT1 é responsável por um aumento de 2.6 vezes no risco de câncer. Sugerimos que estes resultados podem ser usados como marcadores na susceptibilidade ao câncer da tiróide, auxiliando na seleção dos indivíduos de risco que merecem investigação e conduta mais rigorosa de seus bócios

Abstract: Susceptibility to chemical carcinogens plays an important role in the development of most cancers. Several polymorphisms of human drug-metabolizing enzymes influence this individual susceptibility. The genes that encode the isoenzymes of the glutathione s-transferase (GST) system present a polymorphic inheritance. The GST mu 1 (GSTMl) and GST theta 1(GSTTl) genes have a null allele variant in which the entire gene is absent. The null genotype for both enzymes has been associated with many different types of tumors. In order to look for the influence ofthe inheritance pattern of these enzymes on thyroid cancer risk we used a triplex PCRi that included p-globin gene as a DNA quality control in the PCR reaction to compare 300 normal individuaIs of our population to 116 goiter patients. There were 49 cases of benign goiters and 67 cases of malignant diseases: 50 papillary and 17 follicular carcinomas. Comparison between thyroid tumor specimens and normal corresponding samples of 35 cancer patients demonstrated identical patterns, suggesting that the GST system is not involved in the process of follicular dedifferentiation. There was no statistical difference between the prevalence ofthe deleted alleles in the normal individuaIs and in the goiter patients. However, papillary carcinoma patients (10%) and follieular carcinoma patients (17%) presented a higher prevaIenee of the null genotype than the normal population individuaIs (5%) (p= 0,0479). We found a 2.6 increased risk of thyroid caneer associated with the GSTT1 and GSTMl combined null inheritance, suggesting that this may be a usefuI marker for thyroid caneer susceptibility
Subject: Câncer
Neoplasias da glândula tireoide
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MORARI, Elaine Cristina. Estudo do sistema glutationa S-transferase nos tumores da tiroide humana. 2002. 60f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/310278>. Acesso em: 2 ago. 2018.
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Morari_ElaineCristina_M.pdf10.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.