Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310163
Type: TESE
Title: Detecção de mutações em pacientes deficientes do fator VII
Author: Rodrigues, Dalva Nery
Advisor: Annichino-Bizzacchi, Joyce Maria, 1957-
Abstract: Resumo: O fator VII humano é uma glicoproteína dependente da vitamina K que tem a função de iniciar a coagulação sanguínea, ao formar um complexo com o fator tissular. O gene do fator VII está localizado no cromossomo 13q34, é composto por 9 exons e 8 introns, e possui 12,8 kb. A deficiência do fator VII é transmitida por herança autossômica recessiva, e os aspectos clfnicos são muito variáveis, nem sempre havendo uma correlação entre a atividade do fator VII e a tendência hemorrágica. Apenas um estudo, em 705 doadores de sangue de origem inglesa, determinou que a prevalência da deficiência de fator VII foi de 2,1%. A origem étnica da população brasileira é muito diferente, sendo altamente heterogênea e composta de imigrantes da Europa, África, Ásia e indígenas. Neste estudo a prevalência da deficiência de fator VII em 267 pacientes brasileiros acompanhados no Ambulatório de Hemostasia do Hemocentro-Unicamp, por alteração laboratorial do tempo de protrombina, ou quadro clínico hemorrágico foi de 3,7%. A análise das mutações no gene do F7 em seis pacientes não relacionados, permitiram a identificação de um defeito genético em todos os pacientes, incluindo uma nova mutação de ponto. O rastreamento das alterações moleculares foi realizado pelos métodos de SSCP e CSGE, que se mostraram complementares. O método de SSCP evidenciou um padrão anormal em dois pacientes não relacionados, referente a mutação G10828A no exon 8, levando a substituição R304Q. O CSGE revelou quatro padrões anormais referentes a três mutações no exon 8 (G10846T que corresponde a C310F; G10828A que corresponde a R304Q; e G10909A que corresponde a G331D) e uma mutação no exon 6 (G8926T que corresponde a 11405), esta a única ainda não descrita anteriormente. A atividade plasmática do fator VII varia significativamente inter e intraindividualmente. Essas variações podem ser decorrentes de fatores adquiridos e genéticos. Assim determinamos cinco polimorfismos no gene do fator VII (5'F7, IV57, R353Q, -401GIT e --402G/A), mas apesar do pequeno número de pacientes analisados, não se detectou nenhuma relação entre os genõtipos e a atividade do fator VII

Abstract: Factor VII is a vitamin K-dependent glycoprotein with a pivotal role in the initiation of the blood coagulation, following interaction with tissue factor. The Factor VII gene is located on chromosome 13q34 and is consist of nine exons and eight introns spanning 12,8Kb. Factor VII deficiency is transmitted as an autossomal recessive trait, the incidence of the disorder in the general population being 1 in 500.000. The clinical manifestations of Factor VII deficiency are variable, and there is no correlation between coagulation activity and tendency to bleed. A prevalency of 2,1% was reported for Factor VII deficiency in a series of 705 English blood donors. In the present study, the prevalence of. Factor VII deficiency based on na altered prothrombin time or hemorrhagic state 267 brazilian patients attended at the Hemostasis Ambulatory of Hemocentre at UNICAMP was 3,7%. Analysis of the Factor VII gene in six unrelated patients revealed a genetic defect in ali cases, including a new point mutation. The screening for molecular alterations was done using SSCP and CSGE, which gave complementary result.s. SSCP gave an abnormal pattern in two unrelated patients in which the mutation G10828A in the exon 8,resulted in the substituation R304Q. CSGE identified four abnormal patterns resulting from three mutations in exon 8 (G10846T corresponding to C310F; G10828A corresponding to R304Q; and G10909A corresponding to G331D) one mutation in exon 6 (G8926T corresponding to 1140S), the only one of these mutations not already described. Plasma Factor VII activity showed considerable inter-and intra-individual variation which may have resulted from acquired or genetic factors. Five polymophisms in the Factor VII gene, which can contribute to Factor VII levei variation were described (5'F7, IVS7, R353Q, -401GIT and -402G/A). However, the study of these patients with FVII deficiency demonstrated no relationship between the genotypes and Factor VII activity
Subject: Polimorfismo (Genética)
Mutação (Biologia)
Genética molecular
Hemostase
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rodrigues_DalvaNery_M.pdf16.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.