Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310160
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Doença de von Willebrand : determinação de prevalencia numa população brasileira - estudo molecular - determinação da frequencia alelica de 3 VNTRs no intron 40 do gene do fator de von Willebrand
Author: Mazzini, Jeferson
Advisor: Annichino-Bizzacchi, Joyce Maria, 1957-
Abstract: Resumo: O vWF é uma glicoproteína multimérica, que tem uma função essencial na adesão das plaquetas ao subendotélio e como carreador do fator VIII da coagulação. A doença de von Willebrand de herança autossômica, resulta de uma deficiência quantitativa ou qualitativa do vWF. O gene do vWF possui 178 kb, contém 52 exons e está localizado no braço curto do cromossomo 12. O intron 40 do gene do vWF contém uma região de aproximadamente 670pb, com um número variável de repetições em tandem (VNTRs), tipo (ATCT)n, mostrando um polimorfismo de comprimento. Prevalência da vWD ; O objetivo deste trabalho foi determinar a prevalência da vWD e a faixa de normalidade da concentração plasmática de fator VIII e .do cofator de ristocetina, numa população brasileira constituída por 795 doadores de sangue do Hemocentro Unicamp. Este estudo demonstrou que a prevalência da vWD nesta população brasileira, composta por 795 doadores de sangue, do sexo masculino, foi de 1,63%. A prevalência encontrada em nossa população foi muito superior a descrita nos centros especializados de outros países, mas semelhante ao descrito em outros dois estudos populacionais realizados na Itália (0,57% a 1,15%) e EUA (1,3%). Para o grupo geral, o fator VIII e o cofator de ristocetina mostraram uma média de 106% e 84%, com um desvio padrão de 28% e 23% respectivamente. Diante desse resultado, a faixa definida como normal a partir de 1,5 desvios padrões, foi de 64% a 148% e 49,5% a 118,5% respectivamente. Como houve diferença nos parâmetros analisados em relação ao grupo sangüíneo, os cálculos também foram realizadqs c011l os indivíduos separados em grupo O e Não O. De acordo com essa separação, os valores definidos para o grupo O foram 62% a 138% e 48% a 116% para o FVIII e cofator, respectivamente. No grupo Não O, os valores definidos foram 70,4% a 155,5% e 51,5% a 122,5%. Um outro cálculo da variação da normalidade pode ser definido como os v~lores compreendidos entre 2,5 e 97,5 percentis, o que no nosso estudo ficou praticamente semelhante ao obtido pelo cálculo de 1,5 desvios padrões. Como nossa amostra tinha uma distribuição normal esse cálculo pode ser realizado sem correções, e considerando-se um intervalo de confiança de 95%. VNTR: O objetivo foi determinar a freqüência alélica de 3 VNTRs no intron 40 do gene do vWF, numa população brasileira normal composta por 51 caucasóides, e em 25 portadores de vWD. Determinamos também a freqüência alélica dos 3 VNTRs em 8 famílias com diagnóstico de vWD, para análise de informatividade. A heterozigozidade observada (0,66; 0,66 e 0,86 para os VNTRs 1, 2 e 3) estavam de acordo com a heterozigosidade esperada para a freqüência alélica (0,64, 0,70 e 0,81 respectivamente). o alelo mais freqüente para o VNTR-l (7 repetições ATCT) também foi o mais freqüente em todas as populações estudadas. Comparado aos dois outros estudos feitos em populações brasileiras, detectou-se o alelo com 14 repetições, que ainda não tinha sido descrito. Como descrito na literatura, o VNTR-3, que ainda não tinha sido estudado na população brasileira, também foi o mais informativo em nossa amostra, além de verificarmos um novo alelo, caracterizado por 7 repetições. Esses 3 VNTRs foram analisados em 8 famílias afetadas com vWD tipos I e ll. Um ou mais desses marcadores foram informativos em sete casos. O VNTR-3 foi informativo em sete famílias (87.5% de informatividade), VNTR-2 em seis famílias (75% de informatividade) e o VNTR-l somente em quatro famílias (50% de informatividade)

Abstract: vWF is a multimeric glycoprotein which has an essential adhesion function of the platelets to the subendothelium and as a Factor VIII coagulation carrier. V on Willebrand disease is an autossomic disease which results ITom a quantitative or qualitative deficiency ofvWF. The vWF gene has 178kb, contains 52 exons and is located in the short arm of chromossome 12. Intron 40 of the vWF gene contains a region of approximately 670pb, with a variable number of tandem repeats (VNTRs) type (ATCT)n, showing a length polymorphism. Prevalence of vWD The aim of this study was to determine the prevalence of vWD and the normality range of the plasmatic concentration of factor vm and of the ristocetine cofactor, in a Brazilian population formed by 795 blood donors ITom the Hematology and Hemotherapy Center of the State University of Campinas. This study showed that the prevalence of vWD in this Brazilian population, composed by 795 blood donors, males, was 1.63%. The prevalence found in our population was greater than that described in specialized centers of other countries, but similar to that described in two other population studies performed in Italy (0.57% to 1.15%) and EUA (1.3%). For the general group, Factor vm and the ristocetine cofactor showed a mean value of 106% and 84%, with a standard deviation of 28% and 23% respectively. In face of this result, the range defined as normal using 1.5 standard deviations, was 64% to 148% and 49.5% to 118.5% respectively. As there was a difference in the parameters analyzed in respect to the blood group, the calculations were also performed with the individuals separated in group O and Not o According to this separation, the values defined for group O were 62% to 138% and 48% to 116% for FVIII and cofactor respectively. In group Not O, the values defined were 70.4% to 155.5% and 51.5% to 122.5%. Another calculation ofthe normality variation can be defined as the values between 2.5 and 97.5 percentis, which in our studies was similar to that obtained by the calculation of 1.5 standard deviations. ~ our sample had a normal distribution it was possible to perform this calculation without corrections, and considering the CI= 95%. VNTR: The aim was to determine the allelic ftequency of 3 VNTRs in intron 40 of the vWF gene, in a normal Brazilian population composed by 51 Caucasoids, and in 25 vWD carriers. We also determined the allelic ftequency of 3 VNTRs in 8 families with a diagnosis of vWD, as an informative analysis. The heterozigosity observed (0.66; 0.66 and 0.86 for VNTRs 1,2 and 3) were in accordance with the heterozigosity expected for the allelic ftequency (0.64,0.70 and 0.81 respectively). The most ftequent allele for VNTR-l (7 repeats ATCT) was also the most ftequent in all the populations studied. Compaied to the two other studies performed in Brazilian populations, it was also the most informative in our sample, in addition to verifying a new allele characterized by 7 repeats. These 3 VNTRs were analyzed in 8 families atfected with vWD types I and ll. One or more of these .markers were informative in seven cases. VNTR-3 was informative in 7 families (87.5% of informability), VNTR-2 in six families (75% ofinformability) andVNTR-l in only four families (50% ofinformability)
Subject: Doadores de sangue
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mazzini_Jeferson_M.pdf6.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.