Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/310091
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Enfermeiros de unidade de terapia intensiva adulto = conhecimento sobre medida da pressão arterial
Title Alternative: Nurses of adult intensive care : knowledge about blood pressure
Author: Almeida, Taciana da Costa Farias
Advisor: Lamas, Jose Luiz Tatagiba, 1959-
Abstract: Resumo: Este estudo descritivo de corte transversal foi realizado em três Unidades de Terapia Intensiva Adulto (UTI-A), ambiente dotado de profissionais altamente qualificados e aptos a cuidar de clientes em estado crítico. Foi avaliado o conhecimento de enfermeiros intensivistas sobre métodos e medida da Pressão Arterial (PA) em UTI-A, além de ser verificada a percepção desses sujeitos quanto ao que sabem sobre medida da PA. Participaram do estudo 54 enfermeiros que responderam a um questionário com 65 questões que abordavam os diversos aspectos de medida da PA, assim como aspectos de auto-avaliação. O questionário foi dividido em três partes. A primeira era composta de dezenove questões que abordavam a caracterização do sujeito. A segunda continha quarenta questões, divididas em seis domínios relacionados à medida da PA com os diferentes métodos de medida encontrados em UTI-A. Nesta parte, cada questão correta possuía um escore de 0,25. A terceira parte continha seis questões destinadas à auto-avaliação. Ao responder a segunda parte, os sujeitos obtiveram escore médio de 4,6 (correspondente ao acerto de 18 a 19 questões). A maior taxa de erros concentrou-se no domínio métodos indiretos: apenas 7,8% dos sujeitos obteve um percentual de acertos de 60%. A maior taxa de acertos ocorreu no domínio método de medida direta da PA, em que 75,1% da amostra atingiu um percentual de acertos acima de 50%. Quanto à auto-avaliação dos sujeitos sobre seu conhecimento sobre medida da PA, 40 (74,1%) sujeitos se referiram como bons antes de responder ao questionário, e apenas 04 (7,4%) mantiveram este conceito após realização do teste de conhecimento. Nenhum sujeito se sentiu totalmente satisfeito em relação ao que sabe sobre PA, quatro deles (7,4%) consideraram-se satisfeitos, 27 (50%) mostraram-se pouco satisfeitos, 14 (26%) insatisfeitos e seis (11,1%) totalmente insatisfeitos. Três sujeitos (5,5%) não responderam a esta questão. Apesar dos sujeitos possuírem aproveitamento insuficiente no teste, eles referiram que este assunto é importante para atuação prática em UTI. O estudo revela lacunas no conhecimento dos enfermeiros intensivistas abordados sobre aspectos importantes envolvidos na medida da PA com os três métodos de medida (canulação arterial, oscilometria e auscultatório/palpatório) assim como retrata a consciência desses sujeitos com relação a este déficit. Estratégias de atualização são sugeridas para revisar a técnica com os diferentes métodos de medida da PA disponíveis nas UTI-A estudadas, assim como aspectos gerais sobre PA em educação continuada, visto que enfermeiros de terapia intensiva necessitam da segurança na realização desta técnica para orientar sua equipe, assim como guiar condutas diante de valores de PA no cuidado ao paciente grave

Abstract: This cross sectional descriptive study was conducted in three adult intensive care units (ICU-A), environment with highly skilled and able professionals to care for clients in critical condition. We assessed the knowledge of nurses about methods and measurement of blood pressure (BP) in ICU-A and verified their satisfaction about what they know about BP measurement. Study participants were 54 nurses who answered a questionnaire with 65 questions that addressed various aspects of BP measurement, as well as aspects of self-evaluation. The questionnaire was divided into three parts. The first part was composed of nineteen questions which addressed the characterization of the subject. The second one contained forty questions, divided into six domains related to the BP measurement with different methods present in ICU-A. In this part, each question had a correct score of 0.25. The third part contained six questions related to self-evaluation. In answering the second part, the subjects had a mean score of 4.6 (corresponding to 18 to 19 correct answers). The highest rate of errors occurred on indirect methods area: only 7.8% of subjects obtained a percentage of correct responses of 60%. The highest percentage of correct answers occurred in the domain method of direct measurement of BP, where 75.1% of the sample achieved a percentage of correct responses above 50%. As self-evaluation of the subjects about their knowledge of BP measurement, 40 (74.1%) subjects reported they were good before answering the questionnaire, and only 04 (7.4%) maintained this concept after completion of the test. No subject felt completely satisfied in relation to what it knows about BP, four (7.4%) considered themselves satisfied, 27 (50%) were little satisfied, 14 (26%) dissatisfied and six (11.1 %) completely satisfied. Three subjects (5.5%) did not answer this question. Despite the subjects' inadequate performance on the test, they reported that this issue is important for practical application in the ICU-A. This study reveals gaps in knowledge of nurses about important issues involved in measuring BP with the three methods of measurement (arterial cannulation, oscillometry and sphygmomanometry) and reflects the conscience of these individuals related to this shortfall. Update strategies are suggested to review the technique with the different methods of BP measurement available in the ICU-A investigated, as well as overall aspects of BP in continuing education, because nurses from intensive care must be capable to perform this technique correctly and safely to guide their team, as well as to decide conducts related to BP values in the care of critically ill patients
Subject: Autoavaliação
Teoria do conhecimento
Enfermeiros
Unidades de terapia intensiva
Pressão arterial
Estudos de validação
Educação em enfermagem
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ALMEIDA, Taciana da Costa Farias. Enfermeiros de unidade de terapia intensiva adulto = conhecimento sobre medida da pressão arterial. 2011. 119 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/310091>. Acesso em: 18 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_TacianadaCostaFarias_M.pdf2.41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.