Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309947
Type: TESE
Title: A criança com baixa visão e o desempenho escolar : caracterização do uso do residuo visual
Author: Gasparetto, Maria Elisabete Rodrigues Freire, 1949-
Advisor: Valente, José Armando, 1948-
Abstract: Resumo: Foram investigados cinco sujeitos na faixa etária de seis anos e seis meses a sete anos e seis meses, com baixa visão por toxoplasmose. Todos matriculados na primeira série do primeiro grau na escola regular e tendo sido anteriormente expostos à escolarização. O objetivo deste estudo foi avaliar a capacidade de utilização do resíduo visual das crianças com baixa visão no desempenho das tarefas escolares através de uma avaliação mais abrangente, englobando o funcionamento visual e a área psicopedagógica. A avaliação do funcionamento visual cobriu acuidade visual para longe e perto, sensibilidade aos contrastes, visão de cores e um teste qualitativo para verificar a utilização do resíduo visual pelo trabalho em computador com a linguagem Logo. A avaliação psicopedagógica foi conduzida através do Diagnóstico do Comportamento Operatório (conforme Piaget), determinando que o estágio do deseJ;lvolvimento cognitivo estava entre o período pré-operatório e a transição para o período operatório. Questionários respondidos pelos familiares e professores informaram o grau de dificuldades apresentadas pelos sujeitos na realização das tarefas escolares. Os sujeitos apresentaram acuidade visual para longe, no melhor olho com a melhor correção, na faixa de 20/80 a 20/160, estando todos dentro do Grupo lU da Classificação da OMS, correspondendo à "Visão Subnormal Moderada". A sensibilidade aos contrastes, para perto, e a visão de cores não apresentaram diferenças em relação ao esperado em crianças com visão normal. O trabalho com o Logo mostrou excelente capacidade de utilização do resíduo visual quando as condições de trabalho são favoráveis. Os resultados mostraram que as dificuldades apresentadas pelos sujeitos em sala de aula são menores que aquelas relatadas pelos professores. Isso leva à conclusão de que os problemas no desempenho das tarefas escolares não se devem ao "não enxergar bem" mas sim ao rítmo de trabalho dos sujeitos em sala de aula. Os professores que receberam orientações para trabalharem com as crianças de baixa visão reconheceram que tais orientações foram insuficientes, o que demonstra e emerge a necessidade da capacitação desses profissionais para que possam exercer as suas funções de uma forma mais efetiva

Abstract: An investigation was carried out with five individuaIs at ages ranging from six years and six months to seven years and six months, having subnormal vision due to toxoplasmosis. All enrolled in first grade regular school and having experienced previous scholarization. The objective of this study was to investigate the utilization of visual residue in school work through an evaluation abridging visual functioning and psychopedagogical status. Visual functioning covered far and near acuity, contrast sensivity, vision of colours and a qualitative test to check residual vision utilization in a computer work using the Logo language. The psychopedagogical evaluation was conducted as a Diagnosis of Operative Behaviour ( from Piaget) which determined that the individuaIs were between pré-operative and transition to operative of the cognitive devefopment state. Both family and teachers answered questionaires pointing degrees of difficulties present during classwork. Par visual acuity of the individuaIs for the best eye with best correction, was in yhe range 20/80 to 20/160, therefore situating them into Group III-Moderate Subnormal Vision of WHO's classification. Near contrast sensitivity and vision of colours didn't show differences as compared to I,what is expected from children with normal vision. The work with Logo showed an excellent response for the utilization of visual residue when conditions are favourable. Results demonstrated that difficulties with c1ass work were lesser than those reported by teachers, thus leading to the conclusion that individual' s performance is dictated by their rhythm rather than seeing difficulties. Teachers who received informations to operate with low vision children declared thát they were not properly oriented which demonstrates the need for proper instrumentalization
Subject: LOGO (Linguagem de programação de computador)
Desenvolvimento cognitivo
Interação escolar
Professores
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1997
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gasparetto_MariaElisabeteRodriguesFreire_M.pdf6.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.