Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309914
Type: TESE
Title: Estudo da função mitocondrial e da via MAPK em ratos submetidos a acidose metabolica cronica
Title Alternative: Functional study mitochondrial and of MAPK signaling pathway in rats submitted by chronic metabolic acidosis
Author: Bento, Leda Marcia Araujo
Advisor: Gontijo, Jose Antonio Rocha, 1956-
Abstract: Resumo: Estudos em animais demonstram que a acidose metabólica promove muitas mudanças morfológicas e bioquímicas nos rins, que estão intimamente associadas com a hipertrofia do órgão Confirmamos que a acidose metabólica crónica causada pela ingestão de cloreto de amónia (NH4Cl), promove a hipertrofia do órgão e também uma diminuição da reabsorção de água e sais pelos rins. Aventamos a hipótese que esses são processos que competem pela energia disponível pelas células tubulares Como a mitocòndria tem sido implicada em uma variedade de processos metabólicos, nós estudamos o comportamento das mitocôndrias isoladas de rins de ratos tratados com NH4Cl As mitocôndrias de rim de ratos (MRR) acidóticos apresentaram uma diminuição de aproximadamente 25% da eficiência da respiração, através do controle respiratório Usando o mesmo substrato (succinato), nós achamos a relação ADP/O significativamente menor nos animais acidóticos quando comparados aos controles Em concordância com esses resultados, o potencial transmembrana mitocondrial, apresentou o tempo de fosforilação aumentado nesses animais, determinado pelo método da safranina. Nenhuma diferença significativa foi observada no potencial em ambas as mitocôndrias. Interessantemente, na determinação do transporte de cálcio, verificamos uma captação inicial mais rápida e maior nas MRR acidóticos, quando comparadas aos controles, mantida equilibrada por mais tempo com a adição do inibidor do poro de transição de permeabilidade mitocondrial, a ciclosporina A (CsA). Não foi observada nenhuma diferença significativa na liberação do cálcio após adição de vermelho de Rutênio (RR) e cloreto de sódio (NaCl). Nós também analisamos todos esses parâmetros em mitocôndrias de fígado de rato, para saber se esse efeito da acidose é particular do rim, ou outros órgãos também apresentam. Não verificamos alterações nas funções mitocondriais, induzidas pela acidose. durante dois dias de tratamento com NH4Cl, nessas mitocôndrias Para sabermos se essas alterações nas mitocôndrias renais estariam relacionadas à proteína desacopladora (UCP), utilizamos em nossos experimentos de controle respiratório inibidores da atividade dessas proteínas CAT, GDP e BSA Observamos indiretamente que a UCP esta ativada nas MRR acidóticos, respondendo o desacoplamento observado na situação de acidose nessas mitocôndrias

Abstract: Studies in animals have shown that metabolic acidosis causes several morphologic and biochemical changes in kidney, which are ultimately associated with organ hypertrophy We have previously shown that chronic metabolic acidosis caused by feeding NH4Cl lead to nephron hypertrophy and to a decreased water-salt reabsortion by the kidneys Since mitochondria have been implicated in a variety of metabolic disorders, we examined energy linked functions in isolated mitochondria from rat kidneys with chronic metabolic acidosis induced by NH4Cl Mitochondria from acidotic rats presented resting respiration supported by succinate oxidation 25% slower when compared to control mitochondria Using the same substrate we found an ADP/O ratio of 1,4 in control and 1,1 in isolated mitochondria from acidotic rats. Accordingly, the transient decrease in ?? that occurs during ADP phosphorylation was much larger in mitochondria from acidotic rat kidneys as evidenced by the safranine method No significant difference in ?? could be detected in both types of mitochondria using this method. Interestingly, determination of Ca2+ transport showed a faster rate of initial Ca2+ up take by mitochondria from acidotics and a lower concentration of extramitochondrial Ca2+ under steady state conditions (Ca2+ set point) by these mitochondria compared to control mitochondria In contrast, no significant differences could be detected in rates of Na+ or ruthenium red induced Ca2+ efflux. The data provided evidence that: succinate oxidation is inhibited in mitochondria isolated from acidotic rats while the Ca2+ influx pathway is activated in these mitochondria
Subject: Acidose
Rim
Mitocôndria
Hipertrofia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bento_LedaMarciaAraujo_D.pdf17.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.